De Irmãos Coragem a Quanto Mais Vida, Melhor: 10 novelas que abordaram futebol - TV História

De Irmãos Coragem a Quanto Mais Vida, Melhor: 10 novelas que abordaram futebol

Whatsapp

Em Quanto Mais Vida, Melhor, Neném (Vladimir Brichta) é um jogador de futebol de sucesso no passado que viu a carreira abreviada pela boemia e lesões no joelho. Em mais uma tentativa de voltar aos gramados, ele precisa viajar para fazer um teste em São Paulo. Um acidente de avião põe o jogador de frente com a Morte e ele recebe mais uma chance de vida.

Vladimir Brichta em Quanto Mais Vida, Melhor!

Neném precisa voltar a jogar e ganhar dinheiro para recuperar o salão de beleza de sua mãe, despejada por aluguel atrasado, e pagar o tratamento da filha caçula, que tem um problema no coração. Neném ainda reencontra uma paixão do passado, Rose (Bárbara Colen). Esta é a trama do craque da novela das sete.

Futebol não é muito abordado em novelas, mas houve alguns casos de personagens jogadores e times de futebol que serviram de pano de fundo para as histórias.

Cito abaixo 10 novelas com futebol envolvido. Confira:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Irmãos Coragem (1970-1971), de Janete Clair

Cláudio Marzo em Irmãos Coragem

Um dos irmãos protagonistas, Duda (Cláudio Marzo), saiu da pequena cidade de Coroado para tornar-se craque do Flamengo. Ao visitar a família, Duda se vê obrigado a casar-se com Ritinha (Regina Duarte) uma namoradinha de infância, que acaba grávida.

A moça parte com o marido para a cidade grande e tem uma série de dificuldades para adaptar-se. No final da trama, Duda é vendido ao Corinthians e o casal, com um filho recém-nascido, vai morar em São Paulo.

Marcos Winter em Irmãos Coragem

A novela ganhou um remake em 1995, com Marcos Winter como Duda e Gabriela Duarte como Ritinha.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Bandeira Dois (1971-1972), de Dias Gomes

Garrincha e Osmar Prado em Bandeira 2

O protagonista era o bicheiro Tucão (Paulo Gracindo), homem poderoso na comunidade de Ramos, Zona Norte do Rio de Janeiro, presidente de honra da escola de samba Imperatriz Leopoldinense e padrinho do Olaria Atlético Clube, o time de futebol do bairro, cujo principal craque era Mingo, personagem de Osmar Prado, protegido de Tucão. O ator teve assessoria do astro Garrincha.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Vereda Tropical (1984-1985), de Carlos Lombardi

Mário Gomes e jogadores do Corinthians em Vereda Tropical

Apesar de ser reconhecido como um craque, Luca (Mário Gomes) não para em nenhum time por conta do temperamento explosivo, que o leva a se envolver em brigas nos jogos. Luca joga no Cantareira Esporte Clube, um time da segunda divisão, em que Bepe (Luís Carlos Arutin) é o técnico. Entre os jogadores, Bertazzo (Nuno Leal Maia), melhor amigo de Luca, e Bráulio (Eduardo Tornaghi), seu rival.

No último capítulo, Luca, finalmente contratado pelo Corinthians, estreia no lotado estádio do Morumbi, em São Paulo. A gravação foi um acontecimento memorável: o personagem chegou de helicóptero ao gramado antes do jogo (real) em que o Corinthians enfrentava o Vasco da Gama. Quando o centroavante Serginho marcou o seu segundo gol, o ator Mário Gomes invadiu o campo vestindo o uniforme do clube e comemorou abraçando o atacante.

O juiz da partida, José Assis de Aragão, diante do fato inesperado, teve um momento de indecisão, mas expulsou o ator do gramado. O caso irritou os dirigentes da Confederação Brasileira dos Árbitros, que suspeitaram que o juiz houvesse favorecido a entrada do ator. A Globo inocentou Aragão, declarando que tudo havia sido improvisado.

A partida entre Corinthians e Vasco, valendo pelo Campeonato Brasileiro, que abrigou as gravações, aconteceu em 27/01/1985 (domingo), e as cenas foram exibidas na sexta-feira, dia 1º de fevereiro, da mesma semana. Na gravação, Luca fez um gol, que teve a narração de Osmar Santos. O jogo real terminou empatado em 2×2 e os 40 mil torcedores protestaram contra o mau desempenho de seus jogadores pedindo a entrada em campo de Mário Gomes, gritando “Luca! Luca! Luca!”.

Vereda Tropical contou a participação de vários craques do futebol daquele tempo, como Roberto Dinamite, Serginho Chulapa, Sócrates, Casagrande, Juninho Fonseca e outros.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Que Rei Sou Eu? (1989), de Cassiano Gabus Mendes

Luis Gustavo e Roberto Dinamite em Que Rei Sou Eu?

O reino de Avilan recebe uma visita auspiciosa: Charles Miller – nome do inglês que introduziu o futebol no Brasil -, vivido por Luis Gustavo.

Ele vem da Inglaterra para apresentar um novo esporte à corte: o foot-ball. O craque Roberto Dinamite participou da novela como o jogador Bobby, que tenta ensinar os conselheiros de Avilan a jogar futebol.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Campeão (1996), escrita por Ricardo Linhares e Mário Prata

Novela O Campeão

Os bastidores do futebol serviram de pano de fundo para a trama, cujo protagonista era Renato Alcântara (Licurgo Spíndola), astro do futebol europeu que retornava ao Brasil para ser técnico do Pindorama Futebol Clube. Felipe Caldeira (Paulo Goulart) disputava a presidência do clube com o corrupto Alberto Drummond (Carlos Eduardo Dolabella).

Zazá (1997-1998), de Lauro César Muniz

Renato Gaúcho na novela Zazá

Um dos sete filhos da protagonista Zazá (Fernanda Montenegro) é Sissy (Rachel Ripani), jogadora de futebol esquentada que luta para manter o seu time. Ela envolve-se com Pedro (Roberto Bataglin), seu “anjo da guarda”, designado por Zazá para ajudá-la.

A novela contou a participação do ex-jogador Renato Gaúcho, atual comandante do Flamengo, que estava iniciando sua carreira de treinador.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Suave Veneno (1999), de Aguinaldo Silva

Rodrigo Faro em Suave Veneno

Havia um jogador de futebol na história, Renildo (Rodrigo Faro), rapaz de origem humilde, filho do porteiro Clóvis (Elias Andreatto), apaixonado por Marina (Deborah Secco), garota carreirista, que passa a ficar mais interessada quando ele começa a ficar famoso.

Vidas em Jogo (2011-2012), de Cristianne Fridman

Wellington de Vidas em Jogo

Belmiro (Ricardo Petraglia) é dono do Cariocas Futebol Clube e sua missão é levar o time às primeiras divisões. Entre seus jogadores está Wellington (Rick Tavares), que ele retirou da rua, mas que acaba envolvido com drogas. Belmiro é um dos vencedores do bolão da história, que ficam milionários, mas acaba vítima de um assassino.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Avenida Brasil (2012), de João Emanuel Carneiro

Jogadores do Divino em Avenida Brasil

Jorge Araújo, mais conhecido como Tufão (Murilo Benício), foi um famoso craque, cria do Divino Futebol Clube, time do subúrbio carioca onde reside até hoje, com a família, mesmo sendo muito rico.

Casou-se com Carminha (Adriana Esteves) e o filho, Jorginho (Cauã Reymond), segue seus passos. Diógenes (Otávio Augusto) é presidente do Divino Futebol Clube e o time tem em seu elenco jogadores como Iran (Bruno Gissoni), Adauto (Juliano Cazarré), Roni (Daniel Rocha) e Leandro (Thiago Martins).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Lado a Lado (2012-2013), de João Ximenes Braga e Cláudia Lage

Jogadores na novela Lado a Lado

A novela era ambientada no Rio de Janeiro do início do século 20, rico em acontecimentos, como o advento do futebol e do samba. Havia um time de foot-ball na trama, esporte trazido da Inglaterra, a princípio jogado apenas pela elite, com jogadores como Umberto (Klebber Toledo), Fernando (Caio Blat), Teodoro (Daniel Dalcin) e Albertinho (Rafael Cardoso).

Negros não eram permitidos, por isso o craque Chico (César Mello) passou pó-de-arroz no rosto para parecer branco, reproduzindo algo que aconteceu na realidade.

Whatsapp


Leia também