Participações incomuns: 10 “intrusos” no elenco das novelas da Globo

Whatsapp

Ao longo da história da televisão brasileira, diversos humoristas, cantores e apresentadores participaram do elenco de novelas da Globo e de outras emissoras.

Confira 10 presenças incomuns que abrilhantaram essas tramas:

Chico Anysio

Chico Anysio

Um dos maiores nomes da televisão brasileira, Chico Anysio teve programas de sucesso na Globo e em outras emissoras, como Chico Anysio Show e Escolinha do Professor Raimundo.

Ele também participou de algumas novelas: em 1979, fez uma ponta em Feijão Maravilha como Salomé, uma de suas mais famosas personagens; voltou em 1989, em Que Rei Sou Eu?, como Taji Namas; em 1999, participou de Terra Nostra como o Barão Josué Medeiros.

Em seus últimos anos de vida, esteve no remake de Sinhá Moça (2006), em Pé na Jaca (2007) e em Caminho das Índias (2009).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Agildo Ribeiro

Agildo Ribeiro e Elizabreth Savalla

Agildo Ribeiro foi outro importante humorista da história da televisão brasileira que participou de algumas novelas.

Em 1985, ele foi um dos principais personagens da pouco lembrada De Quina Pra Lua, na faixa das seis; em 1997, participou de Mandacaru, na Manchete; por fim, em 2010, esteve em Escrito nas Estrelas.

Berta Loran

Ary Fontoura e Berta Loran

Presença constante em humorísticos da Globo desde os anos 1960, Berta Loran estreou em novelas com uma participação especial em Guerra dos Sexos (1983).

Brilhou em Amor com Amor se Paga, como a doméstica Frosina. Após uma ponta em Cambalacho, voltou ao gênero em Torre de Babel, Uga Uga, Cama de Gato, Ti Ti Ti, Cordel Encantado e, mais recentemente, A Dona do Pedaço. Foram pequenas participações, mas sempre marcantes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sidney Magal

Sidney Magal

Cantor de sucesso, Sidney Magal se arriscou em novelas pela primeira vez em A História de Ana Raio e Zé Trovão (1990), na Manchete.

Depois disso, esteve em O Campeão, na Band, Da Cor do Pecado, quando viveu o Comandante Frazão, em sua participação mais lembrada no gênero; na mal-sucedida Bang-Bang, e, mais recentemente, em Espelho da Vida.

Paulo Miklos

Paulo Miklos

Cantor de sucesso e vocalista da banda Titãs durante muitos anos, Paulo Miklos estreou em novelas em Bang Bang (2005), como Kid Cadillac.

Ele esteve mais uma vez em produções do gênero: em 2018, viveu Jurandir Rangel na também mal-sucedida O Sétimo Guardião. Por enquanto, foi só.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Babi Xavier

Babi Xavier

Babi ficou conhecida por apresentador atrações na MTV e, depois, no SBT, como Programa Libre e Ilha da Sedução.

No entanto, ela também é atriz e esteve em algumas novelas. A primeira delas foi Perdidos de Amor (1996), na Band.

Depois, na Globo, esteve em Por Amor e Bang Bang. Já na Record, participou de Vidas Opostas, Os Mutantes e Os Dez Mandamentos.

Cassiano Gabus Mendes

Cassiano Gabus Mendes

Um dos maiores nomes da história da televisão brasileira, foi pioneiro do veículo, trabalhando por anos na Tupi, e depois fez uma bem-sucedida carreira como autor de novelas da Globo.

Escreveu sucessos como Anjo Mau, Locomotivas, Elas por Elas, Ti Ti TI, Brega e Chique e Que Rei Sou Eu?, entre outras novelas.

Mas ele também atuou: em 1992, já no fim da vida, esteve em Perigosas Peruas, de Carlos Lombardi, como o mafioso Franco Torremolinos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Rita Lee

Rita Lee

A cantora participou de Top Model (1989) no papel de Maria Regina, uma das ex-mulheres de Gaspar (Nuno Leal Maia).

Na trama, ela adota o nome esotérico de Belatrix em homenagem à vigésima estrela da constelação de Gêmeos. É mãe de Ringo Star (Henrique Farias) e Jane Fonda (Carol Machado). Em 1991, ela também esteve rapidamente em Vamp.

Paulo Ricardo

Paulo Ricardo e Ana Paula Arósio

Cantor do grupo RPM nos anos 1980, Paulo Ricardo foi chamado pela Globo em 2002 para atuar em Esperança, que estava com muitos problemas de audiência na época.

No papel de Samuel, par romântico de Ana Paula Arósio, ele não empolgou e acabou nunca mais fazendo novelas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Paulo Silvino

Paulo Silvino

Dono de inúmeros personagens em humorísticos de sucesso da Globo e de outras emissoras, Paulo Silvino atuou em uma novela.

No entanto, ele não era exatamente um personagem: foi o narrador de O Pulo do Gato, novela das dez exibida pela Globo em 1978.

No último capítulo, o narrador apareceu para o público, de óculos escuros e figurino preto, com chapéu e sobretudo. Ele falou sobre o desfecho das tramas e o destino dos personagens.

Whatsapp


Leia também