10 estrelas dos anos 90 que perderam espaço nas novelas da Globo

Whatsapp

Saiba por onde andam 10 destaques das novelas da Globo na década de 1990 que acabaram perdendo espaço nas tramas da emissora e, até mesmo, na televisão.

Confira:

Luciana Braga

Luciana Braga

Atualmente com 59 anos, Luciana estreou na televisão em 1986, na novela Sinhá Moça. Mas foi em 1989, em Tieta, que ela ficou conhecida por seu papel como uma das rolinhas do Coronel Artur da Tapitanga (Ary Fontoura), Maria Imaculada.

Após anos desaparecida da telinha, a atriz interpretou Zulmira, rival da personagem Isabel, no remate de Éramos Seis exibido pela Globo em 2020. Até o momento, esta foi sua última aparição em novelas.

Atualmente ela está no elenco de De volta aos 15, série da Netflix de seis episódios, baseada em livro homônimo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Guilherme Fontes

Guilherme Fontes

O ator começou na carreira artística em 1985, com uma participação na novela Ti Ti Ti. Atuou em diversas tramas, mas ficou muito conhecido por seu personagem de A Viagem (1994), Alexandre.

No mesmo ano em que atuou na trama espírita, Alexandre comprou os direitos do livro Chatô, o rei do Brasil, de Fernando Morais, para transformá-lo em filme. Era sua estreia como diretor, mas a obra gerou muita polêmica devido aos inúmeros comentários e as notícias que se espalharam, chamando a atenção para as milionárias dívidas do filme e para as acusações de desvio de dinheiro. A história se arrastou por duas décadas e só estreou em 2015.

O último trabalho de Fontes na TV foi em Órfãos da Terra (2019).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Maurício Mattar

Maurício Mattar

Sua carreira na televisão começou em 1984, quando Maurício interpretou o namorado de Catarina (Marieta Severo) no último capítulo de Vereda Tropical.

Mas o sucesso veio no ano seguinte, com Roque Santeiro, como João Ligeiro, irmão do personagem-título (José Wilker).

Maurício emplacou vários sucessos na Rede Globo, como Bambolê (1987), O Salvador da Pátria (1989), Rainha da Sucata (1990), Lua Cheia de Amor (1990), Pedra Sobre Pedra (1992), O Mapa da Mina (1993) e A Viagem (1994).

Bonitão, o ator tem fama de pegador e já namorou diversas famosas, como Déborah Secco e Angélica.

Em 2019, o ator sofreu um infarto e foi internado no Hospital Estadual de Bauru. Três dias depois, fez um cateterismo no Hospital das Clínicas de Botucatu, ambos no interior de São Paulo.

Recentemente, fez parte do elenco da novela Gênesis (2021), na Record.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Kadu Moliterno

Kadu Moliterno

Kadu Moliterno iniciou sua carreira na televisão em 1970, na novela As Pupilas do Senhor Reitor, da Record.

Entre 1985 e 1988, foi um dos protagonistas da série Armação Ilimitada, que fez grande sucesso, principalmente entre o público jovem, ao retratar as aventuras de Juba, seu papel, e Lula (André de Biase).

Nos anos 1990, vieram outros papeis de destaque em atrações da Globo, como O Dono do Mundo, Anos Rebeldes, Renascer, Pátria Minha, Quatro por Quatro, Vira Lata, Anjo Mau e Suave Veneno.

Depois de participar de Alto Astral, em 2014, não renovou seu contrato com a Globo e foi para a Record, onde participou de tramas como A Terra Prometida, Belaventura e Topíssima, seu último trabalho na televisão até o momento.

Kadu foi casado durante 15 anos com Ingrid Saldanha, com quem teve três filhos. A separação ocorreu em 2006, quando ela o acusou de espancamento, registrando queixa em uma delegacia. Anos depois, Ingrid saiu até na capa da Veja, onde falou sobre o assunto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Maitê Proença

Maitê Proença

Iniciou na carreira artística em 1979, em Dinheiro Vivo, na TV Tupi. Ela foi a primeira mulher a protagonizar cenas de nudez em uma novela do horário nobre no Brasil. A trama, exibida na extinta TV Manchete, era Corpo Santo e o ano, 1987. As imagens transformaram a atriz num ícone de beleza na época.

Protagonizou diversas novelas, séries e filmes e continua na ativa até hoje, com seus 64 anos. Sua última aparição na telinha foi em 2016, na trama Liberdade Liberdade. Demitida da Globo neste mesmo ano, a atriz saiu revoltada com a emissora.

Hoje, tem se dedicado mais ao teatro e esteve em cartaz com o espetáculo O Pior de Mim, concebido durante a pandemia e lançado em setembro de 2020. Além disso, a atriz se tornou produtora de orgânicos com um grupo de amigos, prepara um livro sobre a peça e assumiu um romance com a cantora e compositora Adriana Calcanhotto.

Claudia Ohana

Claudia Ohana

Atriz e cantora, iniciou sua carreira artística no cinema, em 1979. Na televisão, fez uma figuração em Dancin’ Days.

Atuou em episódios das séries Obrigado, Doutor e Amizade Colorida, em 1981, e depois ganhou seu primeiro papel em novelas, em Amor com Amor se Paga, em 1984.

Em 1991, foi a protagonista de Vamp, um dos maiores êxitos de sua carreira, na pele da vampira roqueira Natasha.

Depois de atuar em Fera Ferida (1993), fez outro papel importante em A Próxima Vítima, como a vilã Isabela Ferreto. Ainda esteve em Zazá (1997), A Muralha (2000), Estrela-Guia (2001) e As Filhas da Mãe (2001).

Em 2003, teve uma rápida passagem pelo SBT, onde fez Canavial de Paixões. Em 2004, já estava de volta à Globo, para Da Cor do Pecado (2004), Malhação (2006), A Favorita (2008), Morde & Assopra (2011) e Cordel Encantado (2011). Depois, a atriz participou novamente de Malhação (2012), Guerra dos Sexos (2012), Joia Rara (2013), Sol Nascente (2016) e Verão 90 (2019), sua última novela até o momento.

Durante a pandemia causada pelo novo coronavírus, deu aulas de interpretação para alunos de todo o país pela internet.

Recentemente, em 2021, participou da Super Dança dos Famosos, do Domingão do Faustão, mas foi precocemente eliminada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Isadora Ribeiro

Isadora Ribeiro

Uma das musas da televisão brasileira nos anos 1980 e 1990, a atriz e modelo Isadora Ribeiro foi a estrela de duas aberturas marcantes na história do veículo: a do Fantástico, em 1987, e de Tieta, novela de 1989.

A modelo fez sua estreia como atriz na mal-sucedida novela Brasileiras e Brasileiros, exibida pelo SBT em 1990.

Voltou para a Globo e participou de produções como Pedra sobre Pedra, Mulheres de Areia e Torre de Babel, entre outras produções.

Em Explode Coração (1995), ela viveu Odaísa, mãe que sofre com o desaparecimento do filho. A trama de Glória Perez fez história em jogar luz aos casos de crianças desaparecidas pelo Brasil.

Isadora tem atualmente 56 anos e seu último trabalho em novelas, até o momento, foi no SBT, vivendo a personagem Bianca Luz em Amor e Revolução, exibida entre 2011 e 2012.

Depois disso, Isadora passou a se dedicar ao teatro e fez algumas participações em seriados veiculados em canais pagos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Carla Marins

Carla Marins

Carla Marins fez uma participação em Água Viva (1980), mas seu primeiro papel veio em 1986, em Hipertensão quando tinha 17 anos. Ela foi então contratada pela emissora, onde ficou por cerca de 20 anos.

Ela tem em seu currículo atuações nas novelas Bambolê, Pedra sobre Pedra, Tropicaliente e História de Amor, A Indomada, Vila Madalena, Porto dos Milagres, Kubanacan, Bang Bang, Pé na Jaca, entre outras.

Em 2017, a atriz assinou com a Record para fazer a novela Apocalipse. Em 2021, atuou como Adália na trama bíblica Gênesis.

Atualmente com 53 anos, a atriz é casada com o personal trainer Hugo Baltazar desde 2006. O casal tem um filho, Leon, hoje com 13 anos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Suzy Rêgo

Suzy Rêgo

Aos 13 anos, iniciou sua carreira como modelo no Rio. Depois de atuar no teatro, estreou na televisão em 1989, em O Salvador da Pátria, quando interpretou Alice. Ainda esteve em Top Model, como Carla, Delegacia de Mulheres, Riacho Doce e Salomé.

Em 1994, viveu um importante papel em A Viagem, como Carmem, que se envolvia com o misterioso Mascarado (Breno Moroni).

Depois disso, ainda participou de Sangue do Meu Sangue, no SBT, Era uma vez, da Globo, Louca Paixão, da Record, Amor e Ódio, novamente no canal de Silvio Santos, e Floribella e Paixões Proibidas, na Band.

Voltou à Globo para atuar em Morde & Assopra, Amor Eterno Amor e Império, onde interpretou Beatriz. Sua última novela, até o momento, foi Rock Story (2016), como Gilda.

Atualmente com 54 anos, é casada com o ator Fernando Vieira, com quem tem seus dois filhos, os gêmeos Marco e Massimo, nascidos em 2008.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Luciano Vianna

Luciano Vianna_

O ator estreou na telinha em 1990, com o personagem Andorinha, de A História de Ana Raio e Zé Trovão, exibida na extinta TV Manchete. Na Globo, esteve em Mulheres de Areia, Pátria Minha, Vira-Lata, Zazá, Era Uma Vez, Vila Madalena, Kubanacan, Alma Gêmea e Paraíso.

O ator permaneceu no canal carioca até 2011. Sua última aparição na TV foi em 2015, na novela infantil do SBT, Cúmplices de um Resgate.

Desde 2001, Vianna também trabalha como diretor de teatro. Hoje, com 50 anos, o ator mora no Espírito Santo e mantém-se ativo nas redes sociais, onde compartilha imagens de sua carreira e de sua vida particular, especialmente fotos com cachorros e gatos.

Whatsapp


Leia também