10 astros que tiveram a carreira afetada pelo vício: “Estava no fundo do poço”

Whatsapp

Muitos artistas acabam não lidando bem com a fama e as pressões de viver diariamente sob os holofotes da mídia. Alguns, acabam indo pelo caminho do vício em drogas e álcool, na maioria das vezes prejudicando suas carreiras.

Confira 10 exemplos abaixo:

Fábio Assunção

Fábio Assunção

O ator estreou nas novelas em Meu Bem, Meu Mal, aos 19 anos, em papel de destaque. Depois, vieram trabalhos como Vamp, De Corpo e Alma, Sonho Meu, Pátria Minha, O Rei do Gado, Por Amor, Força de um Desejo, Coração de Estudante, Celebridade e Paraíso Tropical.

Leia mais

Em 2008, após desistir de participar de A Favorita, foi escalado para Negócio da China; no entanto, abandonou a novela para se tratar da dependência química. Ele passou por clínicas no Brasil e nos Estados Unidos, tendo alta em 2011. No entanto, ele mesmo disse que esse tratamento “não acaba”.

A volta à televisão ocorreu em 2011, na série Tapas & Beijos, mas o ator teve mais alguns problemas desde então, como duas detenções por desacato à autoridade e embriaguez ao volante. Atualmente com 50 anos, integrou o elenco da série Onde Está Meu Coração, do Globoplay, no ano passado.

“Essa é uma questão que pauta a vida de qualquer pessoa que tem compulsão. O medo me acompanha sempre. Sei que não posso dar brechas e que há situações em que preciso ser e dizer não. Por exemplo: posso beber, mas tomei a decisão este ano de não ingerir nenhuma gota de álcool”, declarou o ator à revista Veja.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Djenane Machado

Djenane Machado

Uma das atrizes mais requisitadas e queridas pelo público na década de 1970, Djenane Machado se destacou em tramas como O Cafona e Estúpido Cupido, além da primeira versão da série A Grande Família.

Em meados dessa década, a artista já estava tendo sérios problemas com drogas e álcool e os convites para novos papéis na televisão foram rareando. Mesmo assim, ainda teve grande destaque em Estúpido Cupido.

A carreira de Djenane se encerrou na Manchete, em 1987, após o término da apagada novela Tudo ou Nada. A partir daí, ela abandonou a vida artística para poder se tratar contra a dependência de álcool e anfetaminas. Ao mesmo tempo, dedicou-se a escrever um livro de poesias.

Atualmente com 71 anos, Djenane foi casada duas vezes, mas não teve filhos. Ela vive de maneira modesta em seu apartamento, na capital carioca, em companhia de uma cuidadora.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Rafael Ilha

Rafael Ilha

Rafael Ilha começou sua carreira artística com participações em comerciais de televisão. Depois, foi integrante do grupo musical Polegar, sendo um dos vocalistas e o guitarrista da banda por três anos.

Após sua saída da boy band, Rafael foi apresentador do programa Casa Mágica, na Record. Foi nessa fase que o artista começou a se envolver no mundo das drogas. Ele era consumidor de cocaína, álcool, crack e outras substâncias, e chegou ao ponto de ser expulso de casa e viver alguns meses como um mendigo.

Ao longo de sua vida, Rafael foi preso diversas vezes, por tentativa de furto, posse ilegal de armas e até por tentativa de sequestro.

Em 2018, o artista esteve na décima edição de A Fazenda e levou para casa o prêmio de R$ 1,5 milhão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Vera Fischer

Vera Fischer

Uma das maiores musas da história da televisão brasileira, a atriz já teve diversos problemas relacionados ao consumo de drogas e álcool.

Ela mesma, em entrevista à revista Quem, revelou que nos anos 1980 consumia cocaína.

“Nos anos 80, era moda as pessoas usarem cocaína. Não renego, porque isso foi uma experiência. Maconha nunca usei. Não me arrependo de nada, não posso ficar engasgada: ‘Queria fazer aquilo e vou deixar de fazer porque vão achar ruim’. Fiz tudo e estou inteira, inteiraça. Meus filhos estão inteiros”, declarou.

A atriz chegou a ser internada quatro vezes para tratar seu vício em álcool e em drogas, a última delas em 2011.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Marcello Antony

Marcello Antony

Ator da Globo, Marcello Antony foi preso ao ser visto negociando a compra de 100 gramas de maconha com um traficante de Porto Alegre (RS), em abril de 2004.

Ele foi autuado em flagrante por tráfico de drogas, passou a noite preso no Presídio Central da capital gaúcha, prestou depoimento e foi liberado no dia seguinte.

O ator, que gravava um curta-metragem na cidade, deu um cheque de R$ 400 ao traficante, valor considerado alto pela polícia frente à quantidade de droga que estava sendo negociada, sendo o jornal Zero Hora.

“Foi bom porque eu cresci. Estava no fundo do poço, não tinha para onde ir. O chão onde estava me serviu como mola para eu ir lá para cima e ver tudo com clareza”, declarou o ator ao jornal Extra.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Charles Paraventi

Charles Paraventi

Famoso por sua participação em Malhação, Charles Paraventi foi flagrado com três trouxinhas de maconha na Favela da Rocinha, no Rio, no final de abril de 2006.

O ator ofereceu R$ 20 mil e mais uma Parati aos policiais que fizeram a ocorrência, sendo conduzido também por tentativa de suborno. Junto com ele, foi presa uma mulher que tinha quatro papelotes de cocaína.

Paraventi foi solto após dois dias. O fato voltou a ocorrer em dezembro do mesmo ano, quando o ator foi preso com um cigarro de maconha. Posteriormente, ele foi demitido da Globo.

Mais tarde, em 2011, foi detido acusado de agredir a ex-mulher, mas acabou absolvido do processo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Bárbara Borges

Bárbara Borges

Em 2019, a atriz Bárbara Borges, que se destacou em novelas da Globo e da Record, falou abertamente em seu Instagram sobre seu vício em álcool.

Entre outras revelações, Bárbara disse que bebia “pra tentar preencher vazio, pra esquecer dores do coração, pra anestesiar, pra não sentir”.

Na época, ela contou que estava há quatro meses sem beber e que falou sobre o assunto para ajudar quem estivesse passando pela mesma situação.

Débora Duarte

Debora Duarte

Estrela da Globo nas décadas de 1970 e 1980, Débora Duarte revelou que teve dependência química em entrevista ao Universo, do UOL.

A atriz foi viciada em cocaína por 12 anos, se internado em uma clínica para tratar o vício.

“Não era um vício. Vício é algo moral. Era doença”, declarou. “Eu não consumia publicamente. Nunca consumi em festas. Eu só queria voltar para casa, ou para o hotel, e ficar sozinha”, completou.

Recentemente, ela fez uma participação na novela Um Lugar ao Sol, da Globo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Marina Filizola

Marina Filizola

Marina Filizola, que era modelo, ficou conhecida nacionalmente ao interpretar a personagem Internética do programa H, que Luciano Huck comandava na Band.

Em seu livro “Leite em Pó – Crônicas de um vício”, a atriz falou sobre a dependência química que enfrentou. Ela começou a usar cocaína aos 15 anos, seguindo assim por outros 17. Passou por dois princípios de overdose e crises de abstinência fortíssimas.

Tudo mudou quando ela passou a frequentar reuniões dos Narcóticos Anônimos, em 2012, e se tornou mãe.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Evandro Santo

Evandro Santo

Consagrado ao interpretar o personagem Christian Pior, Evandro Santo esteve nas duas fases do Pânico na televisão, além da atração no rádio. Depois, passou por atrações como Melhor da Tarde, A Fazenda e Programa Raul Gil. Também produz conteúdo pela internet.

Nos últimos anos, o humorista já passou por alguns tratamentos para se livrar do vício em drogas, a última delas desde o ano passado.

“Você que pensa em se internar porque tá achando legal, ou bacaninha, ou da hora que o Evandro está se internando, não entre nessa pilha. Interne-se se você tiver vontade, se você quer realmente parar de usar. Porque aqui não é uma modinha, não dá para entrar, sair, entrar, sair”, declarou.

Whatsapp


Leia também