10 astros da TV que ficaram sem um tostão: “Entregamos pra Deus”

Whatsapp

Muita gente pensa que todos os artistas são milionários e não passam por perrengues. Evidentemente que muitos astros da televisão faturam bem, mas nem sempre conseguem manter seus ganhos – ou gastam desenfreadamente. Além disso, outros não contavam com situações imprevistas, como graves problemas de saúde ou a pandemia de Covid-19.

Confira 10 exemplos de artistas que passaram por dificuldades financeiras em sua trajetória:

Regina Duarte

Regina Duarte

Longe da Globo desde o ano passado, quando aceitou o convite para assumir um cargo no governo de Jair Bolsonaro, Regina Duarte foi contratada pela emissora em 1969. Para isso, ela largou uma novela da Excelsior que estava em andamento.

José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, todo-poderoso do canal por anos, tinha como meta contratar a atriz para estrelar Véu de Noiva, de Janete Clair.

“Eu sabia que os salários da Excelsior estavam atrasados e não tive dúvidas na hora de apelar para isso”, contou Boni em seu livro. Regina lhe confessou que não recebia há quatro meses e que, inclusive, estava com algumas dívidas em virtude disso.

Regina Duarte em Véu de Noiva

O executivo argumentou: a personagem que ela vivia em Dez Vidas, Pompom, se vestia de homem para participar da política – a trama se passava na época da Inconfidência Mineira.

“Pompom está usando um disfarce e não é o personagem principal. É fácil substituir. Avisa logo à TV Excelsior e vem com a gente”, emendou.

Após fazer algumas exigências, incluindo um adiantamento para quitar dívidas, o contrato foi fechado e ela se tornou um dos principais nomes da emissora por décadas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Moacyr Franco

Moacyr Franco

Desde o início dos anos 1970 na Globo, Moacyr Franco estava no auge da carreira. Contudo, em 1977, durante uma gravação do humorístico A Praça da Alegria, o cantor sofreu um grave aneurisma cerebral.

Ele ficou internado e teve que fazer uma cirurgia de risco, cuja chance de sobreviver era de apenas de 3%. Mesmo com medo, Moacyr aceitou fazer o procedimento, que acabou dando certo.

Ao se recuperar da cirurgia, Moacyr ficou durante um ano longe dos palcos, vivendo um grande problema financeiro, em consequência do seu afastamento dos shows e da televisão. Ele só se recuperou no início dos anos 1980, quando foi contratado pelo SBT.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Marcos Winter

Vila Madalena

Antes de ganhar um contrato fixo com a Record, onde recentemente fez Gênesis, a vida e a carreira de Marcos Winter passou por altos e baixos.

Em uma entrevista para a revista Quem, em 2010, o ator afirmou que passava por dificuldades financeiras e chegou a vender uma casa em Vargem Grande, no Rio de Janeiro (RJ), por conta disso.

“Nos últimos sete anos, fiquei quatro anos e meio, quase cinco anos sem renda, ou seja, tudo o que tinha foi. Não sei por que com essa demanda toda de mercado eu não estou trabalhando”, contou.

Marcos Winter em Gênesis

Durante a entrevista, o ator pediu ao público que assistisse sua peça da época, Monólogos da Marijuana, para que ele pudesse pagar o aluguel, colocar gasolina no carro e também pagar sua empregada doméstica.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Stênio Garcia

Stênio Garcia

Em março do ano passado, Stênio Garcia foi incluído na onda de cortes da Globo, perdendo seu contrato fixo após 47 anos.

Ele e sua esposa chegaram a fazer apelos através da internet, mas de nada adiantou. O ator declarou que ficou sem chão após deixar a emissora e que precisa trabalhar para se sentir vivo.

O ator, que tem 89 anos, tem uma promessa de papel na próxima novela de Glória Perez, mas, com a chegada da pandemia causada pelo novo coronavírus, as coisas ficaram ainda mais complicadas.

Ele contou que perdeu R$ 159 mil com a construtora SPE CHL XCII Incorporações, do Rio de Janeiro. Comprou três salas em um empreendimento, mas até o momento não recebeu os imóveis e nem o dinheiro empregado.

“Não tenho mais o que investir. Tudo o que eu tinha foi aí. Era o único dinheiro que eu tinha”, revelou ao site Notícias da TV.

Apesar de não contar com grandes reservas financeiras, Stênio e sua esposa negaram, em agosto de 2020, que estivessem vivendo na “extrema pobreza”, como foi divulgado por alguns veículos.

A esposa do ator, Marilene Saade, disparou contra Silvio de Abreu, então chefe da dramaturgia da emissora, que teria sido responsável pelo corte:

“A saída dele da emissora todos já sabiam que era questão de tempo, mas para o meu marido essa saída foi tarde demais. Sorte de quem ficou. Esse ser chamado Silvio foi tão cruel com o Stênio que só Deus mesmo. Entregamos pra Deus”, completou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Rodolfo Carlos

ET e Rodolfo

Fenômeno dos anos 1990, a dupla ET e Rodolfo participou de programas como Ratinho Livre, da Record, e Domingo Legal, do SBT. Eles pararam de trabalhar juntos em 2001; Rodolfo seguiu na atração de Gugu até 2009, enquanto ET morreu em 2010.

Rodolfo moveu uma ação milionária contra o SBT. O repórter exigiu o pagamento de direitos de férias, fundo de garantia e 13º salário pelo período que trabalhou na emissora de Silvio Santos. Ele também passou por problemas de saúde e dificuldades financeiras.

Somente em 2017, Rodolfo e o SBT fizeram um acordo para encerrar o processo, finalmente conquistando o registro em sua carteira de trabalho. De acordo com a imprensa, ele teria recebido R$ 6 milhões de indenização.

Rodolfo Carlos

Com os ganhos, Rodolfo investiu na produção de alimentos orgânicos, que hoje é a sua fonte de renda e levar a sua vida em Barueri (SP).

Em janeiro de 2021, ele voltou a trabalhar na TV, ao lado de Geraldo Luis no programa A Noite é Nossa, exibido pela Record. Rodolfo fazia reportagens e entrevistas, sempre utilizando o seu microfone clássico, mas o programa saiu do ar no mês de maio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Neusa Borges

Neusa Borges

Neusa Borges já fez apelos pedindo novos papeis na televisão, pois estava passando por problemas financeiros. Nos últimos anos, ela participou de Salve Jorge, Boogie Oogie, Escrava Mãe e algumas séries.

“Estou morando em Salvador, não é por opção minha, porque eu sempre morei no Rio de Janeiro. Estou aqui porque perdi meu apartamento e estou desempregada desde Salve Jorge, como vários atores, daqueles que são escadas, sim, dos atores que ganham 300 vezes mais que a gente”, disse ao programa A Tarde é Sua, de Sônia Abrão.

Mais adiante, ao jornal O Globo, a atriz contou que se desfez brechó que tinha na capital baiana e que a sua situação melhorou.

“Estou bem financeiramente. Não estou na miséria como falam na mídia. Não estou passando fome. Às vezes, temos o dia das vacas gordas e outros das vacas magras, mas é normal. Eu me senti pega de surpresa. Na pandemia, para nós atores, a vida não foi fácil, claro. Muitos não estão trabalhando, eu mesmo não ganhei benefício nenhum, mas tenho minha aposentadoria. Estou sossegada. Estou ficando velha, só quero sombra e água fresca”, explicou ao site F5.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Narjara Turetta

Narjara Turetta

A atriz foi reconhecida nacionalmente ainda jovem, ao viver a Elisa em Malu Mulher (1979). Depois, emendou várias novelas na Globo nos anos 1980.

Os trabalhos foram minguando, levando Narjara a pedir emprego em diversas emissoras. Ela começa a ter problemas financeiros, devido à escassez de trabalho. Para sobreviver, chegou a vender água de coco nas praias cariocas e trabalhou como recepcionista.

Em 2006, voltou ao vídeo em Páginas da Vida; depois, ainda esteve em A Turma do Didi, Morde & Assopra, Salve Jorge, O Outro Lado do Paraíso e Jezabel.

Sempre se reinventando, Narjara está investindo nas redes sociais e conquistou mais de 200 mil seguidores.

Apresentadora do podcast Narjara em Cena, a atriz fala de empoderamento e dramaturgia e oferece aulas de interpretação. Recentemente, contratou um consultor de imagem, fez harmonização facial e vem investindo em novos conteúdos nas redes sociais.

Marcos Oliveira

Marcos Oliveira em A Grande Família

O eterno Beiçola, de A Grande Família, já vinha pedindo novos papeis desde o final da série. Com a chegada da pandemia de Covid-19, a situação ficou ainda pior, tal que não tinha trabalho e nem o que comer.

“Foi durante a pandemia, foi barra pesada. Chega uma hora que você fala: ‘pô, bicho, não sei como as pessoas aguentam nesse estado que estão não sei quantos milhões de pessoas sem trabalho e sem comer’. Eu acho importante você ter o seu trabalho, sua dignidade para poder se alimentar”, lamentou ao programa The Noite.

Oliveira criou uma vaquinha online para reverter sua situação. Ele revelou que conseguiu cerca R$ 60 mil, mas excluindo os 20% da taxa do site, rendeu R$ 40 mil.

“Eu paguei a dívida do banco, porque eu já estava estourado. Foi quase 40 pau de banco, eu paguei umas contas. Muitos amigos me ajudaram, não só a vaquinha, mas muitos amigos que ajudaram, outros nem ligaram. Mas eu tenho que agradecer a todos, todas as pessoas, todos os seres humanos que me ajudaram. Eu pretendo sempre voltar a trabalhar, porque trabalho é a única coisa que você tem na sua vida, é o seu valor, é o seu trabalho e é isso que quero na minha vida”, enumerou.

Oliveira, atualmente com 69 anos, também afirmou que a vaquinha ajudou, mas ainda está com dívidas. Ele disse que não tinha nem ração para dar para seus cachorros, mas que a boa ação das pessoas o ajudou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

André Gonçalves

André Gonçalves em Gênesis

Ator com participação em diversas novelas da Globo, André Gonçalves, casado com Danielle Winits, voltou aos holofotes recentemente por conta de uma dívida superior a R$ 350 mil em pensão alimentícia para sua filha Valentina Benini, de 18 anos, fruto de seu relacionamento com a jornalista Cynthia Benini, ex-SBT.

A pensão era paga regularmente quando o ator tinha contrato fixo com a Globo, já que o valor de R$ 4,5 mil era descontado diretamente de seu salário. No entanto, a situação se agravou a partir de 2007, quando ele perdeu esse contrato.

A Justiça chegou a bloquear as contas de André, encontrando apenas um saldo de R$ 18. O ator alega que tem apenas como bem uma moto que vale menos de R$ 10 mil.

Recentemente, ele teve sua prisão domiciliar decretada por conta disso.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Maíra Charken

Ex-apresentadora do Vídeo Show, Maíra Charken voltou aos holofotes recentemente ao desabafar nas redes sociais. Chorando, contou que passava por dificuldades financeiras e que se sentia frustrada por não conseguir trabalhar como atriz.

“Não aguento mais chorar sozinha”, afirmou. “Desculpa. Odeio reclamar, odeio estar assim. Mas hoje a luz foi cortada porque tudo fica em cima de mim. Já paguei e agora estou esperando religar. Isso já aconteceu várias vezes, quem me acompanhou na gravidez lembra que a luz era cortada toda hora”, continuou.

“Também estou com a escola do [meu filho] Gael atrasada”, lamentou. “Acho que vou ter que tirar ele da escola, não estou conseguindo ver uma maneira de deixá-lo na escola, por mais que eu tenha um privilégio de poder pagar depois, parcelar… São três anos que fiquei sem renda nenhuma, o buraco foi cavado fundo. Acredito que até o fim do ano eu consiga tampar esse buraco”, prosseguiu.

“Tenho um rombo por conta de uma vida sem controle financeiro, de não ter pensado no amanhã, de [ter gastado de] uma maneira irresponsável mesmo”, explicou. “A gente não aprende isso na escola, não é cultural nosso ter educação financeira, enfim. Meus pais também não tiveram, a gente tem umas crenças limitantes com relação ao dinheiro e tudo. Por conta de todos os erros que eu cometi no passado, os frutos são colhidos hoje”, concluiu.

Mais adiante, ela disse que está estudando educação financeira e que recebeu propostas de trabalho após a grande repercussão dos vídeos.

“Recebi muitos pedidos de entrevista, fechei contrato com um plano odontológico bem legal para ser a garota propaganda deles, outras parcerias e recebi dois convites que ainda não estão concretos para atuar em série e minissérie”, contou ao site F5.

Whatsapp


Leia também