Sua vez, Faustão: 10 artistas que provaram que existe vida fora da Globo - TV História

Sua vez, Faustão: 10 artistas que provaram que existe vida fora da Globo

Whatsapp

No ano passado, a Globo encerrou seu vínculo com diversos famosos, como Renato Aragão, Tarcísio Meira, Glória Menezes, Miguel Falabella e Vera Fischer, entre outros. Além disso, em 2021 foi anunciado que Fausto Silva deixará o canal ao término de seu contrato, no final do ano, voltando para a Band.

Se há alguns anos estar fora da Globo significava praticamente ir para o ostracismo, ultimamente diversos artistas têm optado por ficarem livres no mercado, fazendo contratos por obra e podendo escolher seus trabalhos de acordo com suas preferências e necessidades. Alguns quebraram a cara, mas muitos têm se dado bem.

Confira abaixo 10 nomes que provaram que existe vida fora da Globo:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Silvio Santos

O animador iniciou sua carreira na extinta TV Paulista, que foi comprada por Roberto Marinho e se tornou a Globo de São Paulo. Em 1969, alcançou maior audiência que a chegada do Homem à Lua. Em 1976, acabou deixando o canal, já que alugava os horários e isso não era mais interessante para a emissora.

Quando muitos pensavam que Silvio se daria mal, ele levou sua audiência para a TV Tupi, a TV Record e a novata TVS, cuja concessão conquistou. Em 1981, inaugurou o SBT, construindo a segunda maior rede de televisão brasileira, e fez a Globo colecionar derrotas aos domingos até a contratação de Faustão, em 1989.

Luciano do Valle

Principal nome do esporte da Globo nos anos 1970 e início dos anos 1980, Luciano do Valle narrou pela emissora três copas do mundo, três olimpíadas, inúmeras corridas de Fórmula 1 e centenas de partidas de futebol. Em 1982, ele decidiu sair da emissora carioca e ir para a Record, onde ficou por pouco tempo.

Além de locutor, Luciano virou empresário e promotor esportivo, impulsionando esportes que não tinham muito espaço no Brasil, como o vôlei.

Ele foi para a Bandeirantes em 1983 e criou o Show do Esporte, programa que ocupava todo o domingo, trazendo esportes como o basquete americano, a Fórmula Indy, jogos de vôlei, basquete e até sinuca.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Marilia Gabriela

Começando na TV como estagiária do Jornal Nacional, Marilia Gabriela virou repórter especial do Fantástico, viajando o mundo em busca de reportagens. Em 1980, virou apresentadora do TV Mulher, ganhando grande destaque pelo seu jeito leve e carismático ao entrevistar seus convidados.

Depois de sair do programa e virar correspondente em Londres, na Inglaterra, Gabi se mudou para a Bandeirantes e ganhou o seu próprio programa, Marília Gabi Gabriela.

Ela ainda ficou à frente do primeiro debate dos presidenciáveis em 1989, além de fazer sucesso com o Cara a Cara. Passou pelo SBT, CNT, RedeTV!, GNT, além de ter atuado novamente na própria Globo, em novelas.

Goulart de Andrade

O jornalista, famoso por suas reportagens investigativas e por mostrar como funcionava a madrugada nas grandes cidades brasileiras, atuou durante muitos anos no jornalismo da Globo.

Ele ajudou a criar o Globo Repórter, participou do Fantástico e do Domingo Gente. Mas foi no Plantão da Madrugada que ele fez grande sucesso, trazendo vida a um horário em que só se exibia filmes.

Ao sair da Globo, levou seu estilo único para Gazeta e Bandeirantes. No SBT, estourou ao liderar o Comando da Madrugada, que marcou época na grade da emissora. Depois, ainda passou por Manchete, Record, Band e Gazeta, entre outros, sempre com boa repercussão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Carlos Alberto de Nobrega

Depois de passar pela Record e Tupi, Carlos Alberto de Nobrega levou o seu talento para a Globo, tendo sido um dos roteiristas do programa Os Trapalhões. Ele também fez parte do elenco da versão global do clássico A Praça da Alegria.

A Bandeirantes convidou Carlos Alberto, agora como apresentador, razão pela qual resolveu dizer adeus à Globo e comandar a Praça Brasil na emissora do Morumbi.

A passagem pelo canal da família Saad foi bem rápida, já que rapidamente Silvio Santos o levou, junto com boa parte do elenco, para o SBT, onde Nóbrega comanda, até hoje, A Praça é Nossa. No canal, também foi diretor artístico.

Jô Soares

O público se divertia nas noites de segunda com o Viva o Gordo, comandado por Jô Soares – uma das maiores audiências da Globo. Mas o humorista queria ir além e ter um talk show só seu.

Só que isso não estava nos planos da vênus platinada. Silvio convidou Jô Soares para trabalhar no SBT e ter dois programas: o de humor e o de entrevistas. Jô aceitou e sua contratação mexeu com a televisão brasileira.

Nos 11 anos em que ficou no SBT, Jô provou que era um grande apresentador ao instituir no Brasil o talk show no fim de noite, tradição nos Estados Unidos, por exemplo. A Globo deu o braço a torcer e o recontratou em 2000, levando o programa de entrevistas a tiracolo. A atração ficou no ar até 2016, quando Jô se aposentou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Rodrigo Faro

Ator da Globo por muitos anos, estando em tramas como O Cravo e a Rosa e Chocolate com Pimenta, entre outras, Rodrigo Faro sempre quis ser apresentador.

Sem espaço na antiga casa, aceitou o convite da Record em 2008, comandando inicialmente Ídolos e O Melhor do Brasil. Desde 2014, ocupa o espaço dominical com o programa Hora do Faro, faturando milhões em merchandising e beliscando excelentes audiências.

Ana Paula Padrão

Âncora do Jornal da Globo entre 2000 e 2005, Ana Paula Padrão aceitou o convite de Silvio Santos e foi para o SBT em 2005, comandando o SBT Brasil e o SBT Realidade.

Depois de uma passagem pela Record, onde apresentou o Jornal da Record e cobriu a Olimpíada de 2012, atua na Band desde 2014, como apresentadora do MasterChef, um dos poucos realities bem-sucedidos fora da Globo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Márcio Garcia

Márcio começou na TV no início dos anos 90, como apresentador da MTV. Em 1994, foi para a Globo e se tornou um famoso galã das novelas. Como seu grande desejo sempre foi ser apresentador, chegou a comandar programas como o game show Ponto a Ponto, Vídeo Show e Gente Inocente – este último, particularmente, fez grande sucesso.

Em 2004, assinou com a Record e comandou o game show Sem Saída. Teve grande êxito no comando do programa O Melhor do Brasil, chegando algumas vezes a liderar a audiência.

Ao voltar pra Globo em 2008, depois de atuar em Caminho das Índias Márcio finalmente conseguiu o que queria: o status de apresentador. Já comandou o Tamanho Família e agora está no The Voice Kids.

Whatsapp


Leia também