Não deu: 10 apostas da Record para tirar a liderança da Globo

Whatsapp

Em 2004, a Record investiu pesado em sua programação e mostrou que estava com fôlego para tentar alcançar a Globo na liderança de audiência. Após deixar o SBT para trás, a emissora de Edir Macedo contratou nomes fortes como Tom Cavalcante, Márcio Garcia, Celso Freitas, Lavínia Vlasak, Gabriel Braga Nunes e outros, todos vindos da emissora carioca.

Para comprovar que não estava de brincadeira, lançou o slogan “A caminho da liderança” e reformulou toda sua grade de programação. Após 10 anos, no entanto, a primeira posição não veio e o SBT chegou a ultrapassar a emissora da Barra Funda, deixando-a novamente no terceiro lugar no Ibope – elas vivem brigando pela posição até hoje. O slogan foi então aposentado e a busca pelo primeiro lugar, adiada.

Para recordar, listamos 10 programas que foram marcantes nessa fase de esperança e luta da Record:

Tudo a Ver

Revista eletrônica apresentada por Paulo Henrique Amorim, Janine Borba e Patrícia Maldonado, foi um grande sucesso nas tardes da Record. O programa também trazia notícias e quadros com Olivier Anquier e Ana Hickmann, levados ao espectador de forma leve e descontraída e alcançando bons índices de audiência.

Esse formato durou até 2006, indo para a faixa noturna e mudando totalmente a configuração até sair do ar, em 2014.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Domingo Espetacular

Em 2004, a Record tinha os direitos dos campeonatos estaduais e nacionais em conjunto com a Globo e buscava turbinar a grade de domingo com um jornalístico idêntico ao Fantástico.

O Domingo Espetacular – que inicialmente se chamaria Domingo Total – era dirigido por Carlos Amorim (ex-Fantástico) e apresentado por Celso Freitas, Lorena Calábria, Otaviano Costa, Amália Rocha e Nill Marcondes.

A ideia era começar mais cedo que o Show da Vida e levar ao público as informações e reportagens bem antes da rival. O programa é um dos poucos desta fase que está no ar até hoje.

Sem Saída

Márcio Garcia, galã da Globo, foi contratado pela Record para ser apresentador. O primeiro programa que o artista comandou foi o reality Sem Saída, no qual cinco participantes eram confinados no interior de uma casa que ficava dentro da emissora.

Eles não eram eliminados pelo público, e sim pelo seu desempenho nas provas. Sempre que um saía, outro candidato entrava na casa. A atração durou apenas uma temporada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Novelas

A Record investiu pesado na dramaturgia, trazendo grandes nomes da Globo para o seu casting. Nessa época, foram produzidas novelas como A Escrava Isaura, Essas Mulheres, Prova de Amor, Bicho do Mato e Cidadão Brasileiro, entre outras.

Algumas chegaram a vencer a Globo, como Prova de Amor, novela escrita por Tiago Santiago e que tinha no elenco Lavínia Vlasak, Marcelo Serrado, Leonardo Vieira, Bianca Rinaldi, entre outros.

Posteriormente, a emissora errou a mão em diversas produções, como Máscaras, e resolveu investir fortemente em tramas bíblicas.

O Aprendiz

O Aprendiz foi um grande sucesso nos Estados Unidos, levando ao mundo a imagem de Donald Trump, que anos depois se tornaria presidente daquele país.

No Brasil, o programa também teve um excelente desempenho, popularizando a imagem do publicitário Roberto Justus e a frase “você está demitido”.

Após a ida de Justus para o SBT, João Doria assumiu o comando do reality, que ainda contou com o retorno do apresentador original e saiu do ar em 2014. Após um hiato, teve uma nova temporada na Band, em 2019, sem a mesma repercussão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Show do Tom

Tom Cavalcante foi uma das grandes contratações da Record em 2004. Além de ir para uma nova emissora, o humorista realizava o sonho de ter o próprio programa nos moldes que sempre quis, com humor e variedades.

O Infeliz, paródia de O Aprendiz, foi o primeiro grande sucesso da atração, que ficou no ar até 2011.

Sônia e Você

Buscando fortalecer a grade vespertina, a Record contratou Sonia Abrão, que na época fazia o Falando Francamente, no SBT.

Sônia e Você seguia o mesmo formato do programa da rival, com notícias sobre famosos e reportagens especiais. Em 2006, Sonia voltou para a RedeTV!, onde está até hoje.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Raízes do Campo

Chitãozinho e Xororó foram contratados para comandarem o Raízes do Campo, um programa totalmente voltado à música caipira.

Além de musicais, a atração mostrava o cotidiano da dupla, quadros de culinária e ‘causos’ do povo. A atração foi criada pelos músicos e pela diretora Marlene Mattos, parceira de longa data de Xuxa em seus programas.

Hoje em Dia

Enquanto SBT e Globo exibiam desenhos durante as manhãs, a Record apostou em uma revista eletrônica inspirada em programas americanos como Today e Good Morning America.

Apresentado inicialmente por Ana Hickmann, Britto Júnior e Edu Guedes, o Hoje em Dia foi um grande sucesso de audiência, oferecendo ao público uma nova opção no horário matutino.

O programa continua firme na grade da emissora e, da formação inicial, apenas Ana Hickmann continua à frente da atração.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Tudo é Possível

Contratada para animar o público infantil, Eliana teve a chance de fazer a sua estreia como apresentadora de auditório na Record, mudando o visual para o público.

O Tudo é Possível era exibido nas tardes de domingo, levando quadros como “Saindo com a Sogra”, “A Verdadeira Idade”, “Jogo da Afinidade”, entre outros.

O programa teve boa audiência e chegou a ter quatro horas de duração. Com a volta de Eliana para o SBT, em 2009, Ana Hickmann conduziu a atração até 2012.

Whatsapp


Leia também