10 anos de saudade: o que aconteceu com John Herbert, o Agenor de A Viagem?

Whatsapp

John Herbert Buckup nasceu em São Paulo (SP) no dia 17 de maio de 1929. Descendente de alemães, chegou a se formar em Direito e trabalhar em uma grande empresa, mas acabou seguindo a carreira de ator, não fugindo de sua paixão pelos palcos.

Depois de viver alguns personagens no cinema, o ator foi um dos pioneiros da televisão brasileira. Nos primeiros anos do veículo, fez grande sucesso ao lado da então esposa Eva Wilma no seriado Alô, Doçura, exibido pela TV Tupi. O casamento com a atriz durou até 1976.

Sua primeira novela diária foi Prisioneiro de um Sonho (1964). Nos anos 1970, participou de importantes tramas da Tupi, como O Machão, O Profeta, Aritana e Gaivotas, entre outras.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em 1980, foi para a Globo, onde esteve em Água Viva. Depois de alguns papeis na Bandeirantes, Manchete e SBT, esteve em Vereda Tropical, Que Rei Sou Eu?, Lua Cheia de Amor, O Dono do Mundo, Perigosas Peruas e O Mapa da Mina.

Um papel de destaque na carreira veio em 1994, quando viveu Agenor, pai de Lisa (Andréa Beltrão), em A Viagem. Depois disso, ainda esteve em Malhação e Por Amor, numa participação especial.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Depois fazer Serras Azuis, na Band, e Tiro e Queda, na Record, estabeleceu-se novamente na Globo, onde ficou até o fim da carreira: Esperança, Cabocla, Sinhá Moça, O Profeta e Sete Pecados. Sua última novela foi Três Irmãs (2008).

Uma curiosidade da carreira foi que ele viveu a si mesmo na minissérie Um Só Coração (2004), que comemorou os 450 anos da capital paulista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No cinema, fez mais de 60 filmes e, além de ator, também foi diretor e produtor.

Em 1978, casou-se com a fisioterapeuta e atriz Claudia Librach, com quem viveu até o fim da vida. John Herbert teve quatro filhos, dois com cada esposa.

Era palmeirense fanático e, apesar de trabalhar no Rio, fez questão de continuar morando em São Paulo.

O ator sofria de enfisema pulmonar e morreu no dia 26 de janeiro de 2011, aos 81 anos. Hebert estava internado no Hospital do Coração desde 5 de janeiro, após apresentar insuficiência respiratória.



Leia também