Em Cabocla, Emerenciana perde o filho





Em Cabocla, a expectativa em torno do filho de Emerenciana (Patricia Pilar) e Boanerges (Tony Ramos) era muita. Os dois jamais poderiam imaginar que perderiam o tão esperado menino. E coube à Generosa (Vera Holtz), a melhor parteira da cidade, a terrível função de comunicá-los.

Emerenciana, com o olhar fixo no teto, não se agüentou de tanta tristeza. Boanerges recebeu a notícia aos poucos. Primeiro, perguntou à comadre se seu filho era homem e, quando ela disse que sim, cobrou de todos um abraço entusiasmado. Depois, veio a difícil revelação e ele não conseguiu se conter. O jeito foi se afastar para chorar sozinho. Belinha (Regiane Alves) também parecia não acreditar na situação e correu, sentida, para confortar a mãe.

Porém, não foi apenas a família de Boanerges que se comoveu com tamanha fatalidade. A cidade inteira se reuniu no cortejo ao menino. As crianças levaram flores, Zaqueu (Alexandre Rodrigues) fechou a venda em sinal de respeito e Justino (Mauro Mendonça) tirou o chapéu com pena do inimigo político. Mais tarde, Neco (Danton Melo) e Mariquinha (Carolina Kasting) foram ainda, a pedido do pai, dar os pêsames à Emerenciana na fazenda.


Deixe sua opinião



Leia também