Artistas de Terra Nostra que já morreram



Relembre abaixo os artistas de Terra Nostra que já nos deixaram:

Elias Gleizer



Elias Gleizer viveu padres em diversas novelas - e Terra Nostra foi mais uma da lista. Ele deu vida ao Padre Olavo. O ator morreu em 16 de maio de 2015, aos 81 anos, vítima de falência circulatória após uma broncopneumonia, tendo vivido um padre em sua última novela, Boogie Oogie (2014).

Chico Anysio



O mestre do humor surpreendeu ao participar da trama como o Barão Josué Medeiros - até então, ele só atuava em programas humorísticos. Depois de marcar presença em mais algumas tramas, como Pé na Jaca e Caminho das Índias, e ainda brilhar em programas como Zorra Total e Chico e Amigos, morreu em 23 de março de 2012, aos 80 anos, por falência múltipla de órgãos.

Gianfrancesco Guarnieri



Um dos mais consagrados atores, autores e diretores da dramaturgia nacional, Gianfrancesco Guarnieri fez uma participação especial na novela como Giulio Splendore, pai de Giuliana (Ana Paula Arósio), morrendo logo no início. Depois de Vidas Cruzadas, Esperança e Metamorphoses, teve que se afastar de Belíssima devido aos problemas de saúde, vindo a morrer em 22 de julho de 2006, aos 71 anos, em decorrência de insuficiência renal crônica.

Raul Cortez



Um dos maiores atores do Brasil, Raul Cortez viveu um dos principais personagens da trama, Francesco Magliano. Dono de grandes papeis na história da televisão brasileira, depois disso ainda esteve em tramas como Esperança e Senhora do Destino. Morreu em 18 de julho de 2006, aos 73 anos, após lutar contra um tumor na região do pâncreas e do intestino delgado.

Participações especiais

Alberto Perez foi o sócio de Francesco na trama e morreu em 28 de outubro de 2005, aos 77 anos.

Antônio Abujamra participou da novela como Coutinho Abreu. O eterno Ravengar, de Que Rei Sou Eu?, morreu em 28 de abril de 2015, aos 82 anos, vítima de infarto.

Lafayette Galvão esteve na trama como Cesquim e morreu em 7 de junho de 2019, aos 87 anos, após complicações de uma sépsis pulmonar.



Mara Manzan, a eterna Odete de O Clone ("cada mergulho é um flash") fez uma participação na trama como costureira do vestido de noiva de Giuliana (Ana Paula Arósio). Morreu em 13 de novembro de 2009, aos 57 anos, vítima de câncer de pulmão.

Serafim Gonzalez, outro veterano ator, que viveu o padre que celebrou o casamento de Giuliana e Marco Antônio, morreu em 29 de abril de 2007, aos 72 anos.

Sérgio Viotti, que foi Ivan Maurício na novela, morreu em 26 de julho de 2009, aos 82 anos, em decorrência de ataque cardíaco.


Deixe sua opinião



Leia também

Novelas

Por onde anda Cecília Dassi, a Sandrinha de Por Amor

A garotinha Sandrinha conquistou o Brasil na primeira exibição de Por Amor, exibida entre 1997 e 1998 pela Rede Globo. Cecília Dassi, tinha apenas sete anos quando interpretou a personagem. Depois disso, ainda atuou em diversos papeis na Rede Globo, mas abandou a carreira na televisão