Apesar dos exageros, Show dos Famosos virou um bom quadro do Domingão do Faustão




Baseado no formato original Your Face Sounds Familiar, o Domingão do Faustão estreou o Show dos Famosos em 2017 e ficou claro que o quadro era uma boa ideia mal executada. Apesar das várias críticas a respeito das caracterizações exageradas e muitas vezes nada parecidas com os artistas homenageados, o programa insistiu na proposta e exibiu a segunda temporada em 2018, que chegou ao fim neste domingo (08/07). E pode-se constatar que, entre erros e acertos, o show funciona como entretenimento e apresentou uma sensível melhora.

Basicamente, todo o esquema da primeira temporada foi mantido. Oito participantes participaram da disputa e quatro se apresentaram em cada domingo. Porém, ao contrário do ano passado, não houve vencedor em cada rodada. Ou seja, quem se saía melhor e ocupava o primeiro lugar no dia da sua apresentação não levava troféu. A não eliminação, todavia, se manteve, implicando em uma acumulação de pontos. Silvero Pereira, Naiara Azevedo, Sandra de Sá, Paulo Ricardo, Helga Nemeczyk, Mumuzinho, Tiago Abravanel e Alessandra Maestrini foram os selecionados da segunda edição e vários deles fizeram bonito.

Alessandra foi a que mais se destacou na voz, fazendo jus ao seu reconhecido trabalho em musicais. Sua potência vocal impressionou, mas infelizmente não conseguiu ser finalista. Tiago honrou o que se esperava dele e chegou à final com méritos, embora tenha tropeçado em algumas apresentações. Mumuzinho foi outro grande competidor e a imitação da maravilhosa Alcione o transformou em favorito.
Já Helga acabou como a maior surpresa da disputa em virtude da sua entrega no palco. A sua performance de Luciano Pavarotti arrebatou o público e o juri. Porém, Silvero, Paulo, Sandra e Nayara deixaram a desejar no saldo geral.

Cláudia Raia e Miguel Falabella foram mantidos no juri e novamente teceram bons comentários sobre as apresentações. Ainda protagonizaram momentos divertidos, trocando provocações e expondo a sintonia de anos de amizade. O único porém foi o critério das notas, pois o excesso de 10 e 9,9 incomodaram. Os números generosos muitas vezes não eram condizentes com as análises negativas. Já Boninho entrou no lugar de Silvio de Abreu e acabou se saindo melhor. O diretor se mostrou bem mais crítico na hora de emitir suas notas.

A maior polêmica da segunda temporada foi a seleção dos finalistas. Isso porque seriam quatro escolhidos, como era previsto. Os dois melhores colocados de cada rodada. No entanto, Faustão anunciou na semifinal que haveria uma repescagem. Quem tivesse a maior pontuação geral seria o quinto escolhido para a final. E a beneficiada foi Naiara Azevedo, uma participante que nunca chegou a se destacar. Não deu para entender a mudança de regra repentina e nem o objetivo.

Na final, Paulo Ricardo, Sandra de Sá e Alessandra Maestrini homenagearam Elvis Presley, Clementina de Jesus e Pink, respectivamente, mesmo não disputando o título. Já entre os finalistas, os imitados foram Anitta (escolhida por Naiara Azevedo), Milton Nascimento (escolha de Tiago Abravanel), Dona Yvone Lara (Mumuzinho), Edith Piaf (Silvero Pereira) e Liza Minelli (Helga Nemeczyk). Mumuzinho foi claramente o melhor mereceu ganhar. Aliás, a caracterização merece os parabéns. Ele ficou a cara da Dona Ivone, assim como o Tiago ficou a do Milton. Helga também convenceu, enquanto Naiara e Silvero não comprometeram. Foi um belo desfecho de temporada.

O Show dos Famosos sempre vira alvo de piada nas redes sociais por conta das caracterizações exageradas dos participantes e valeria a pena a produção repensar no excesso de látex das tais máscaras usadas em praticamente todos os competidores. Muitas vezes o menos é mais. A performance do artista é que é a protagonista da disputa e vale elogiar a superprodução de cada show, cujos efeitos de luzes no palco viram complementos primorosos. Ou seja, houve uma melhora na segunda temporada e só falta ajustar essa questão da caricatura. O quadro, entre pedradas e aplausos, acabou se firmando no Domingão do Faustão e gerou repercussão. A terceira temporada já está confirmada em 2019. Tomara que corrijam os erros e deixem a competição tão boa quando é a consagrada Dança dos Famosos.


Deixe sua opinião


Leia também