Casamento de Mercedes e Josafá emociona público e atores em O Outro Lado do Paraíso


Criar um bom casal romântico não é tarefa fácil. O desenvolvimento da história e dos perfis, o talento dos atores envolvidos e a química precisam estar presentes para que o par conquiste o público. Sem isso, as chances de rejeição podem ser enormes - e a teledramaturgia está repleta de casos acertados e errados.

Na atual novela das nove, O Outro Lado do Paraíso, poucos pares conseguem chamar atenção - e um deles é formado por dois de nossos maiores pilares da TV: Fernanda Montenegro e Lima Duarte, que vivem a vidente Mercedes e o humilde Josafá, respectivamente. E a maior prova do brilhantismo deste casal foi vista na última segunda-feira, quando foi ao ar a esperada cena do casamento de ambos - um verdadeiro presente para os atores e para o público.



A curandeira e o pai da mocinha vingativa Clara (Bianca Bin) eram apaixonados um pelo outro há muitos anos, mas nunca conseguiram ficar plenamente juntos por causa de Caetana (Laura Cardoso). Em meio a isso, Mercedes passou a ajudar Clara em sua saga de desforra contra Sophia (Marieta Severo) e seus aliados e ainda se viu às voltas com o envolvimento da neta Cleo (Giovanna Cordeiro) com a prostituição, bem como a volta da filha Diva (Bel Kutner, em grandiosa participação), que havia seguido o mesmo destino.

Ao descobrir que seu desaparecido marido havia falecido, a misteriosa senhora resolveu enfim se entregar ao que sentia pelo amado e tomou a iniciativa de pedir o dono de bar em casamento. Em uma belíssima cerimônia na própria comunidade do sítio de Mercedes na fictícia Pedra Santa, Mercedes e Josafá selaram o seu compromisso por toda a vida, emocionando todos os convidados - e o público.

A vidente fez um lindo discurso evidenciando a importância do amor, enfatizando que o sentimento não tem idade. A felicidade dos personagens transcendia o universo ficcional, sendo visível a emoção nos olhares de Fernanda Montenegro, Lima Duarte e Laura Cardoso, que transmitiram com muita maestria a sensibilidade do texto de Walcyr Carrasco e a primorosa direção de Mauro Mendonça Filho. Foi impossível não se emocionar com estes três grandes medalhões de nossa dramaturgia, resultando em uma das cenas mais lindas do ano - que ainda contou com um surpreendente gesto de Mercedes para Caetana: ela deu o primeiro pedaço do bolo da festa para a antiga rival. Uma emoção ímpar.

A festa ainda contou com a participação da talentosa Lucy Alves cantando e tocando sua sanfona na cerimônia. A atriz e cantora vive um grande momento após ser finalista da 2ª edição do The Voice Brasil em 2013 e ser consagrada como atriz revelação em 2016 pela Luzia, de Velho Chico. Logo depois, emocionou na pele da doce empregada Eunice, de Tempo de Amar (2017-18) e ainda gravou a abertura de Orgulho e Paixão, atual novela das seis.

As sequências reafirmaram o talento especial de Walcyr Carrasco para criar casais da terceira idade. Várias de suas novelas, mesmo as mais irregulares, contam com pares cativantes formados por grandiosos veteranos. É o caso de Osvaldo e Divina (Fúlvio Stefanini e Neusa Maria Faro em Alma Gêmea), Juju e Romeu (Nicette Bruno e Ary Fontoura em Sete Pecados), Jaques e Piedade (os mesmos intérpretes, em Caras e Bocas), Lutero e Bernarda (Fontoura e Nathália Timberg em Amor à Vida) e Pancrácio e Anastácia (Marco Nanini e Eliane Giardini em Êta Mundo Bom). Não faltam casais emocionantes entre os mais velhos e o atual par também pode ser incluído nesta honrosa galeria.

E é preciso enfatizar aqui também o quão importante é valorizar Fernanda Montenegro, Laura Cardoso e Lima Duarte. Antes de O Outro Lado do Paraíso se iniciar, os atores foram mal-aproveitados em personagens que não honravam sua grandiosidade. Em Babilônia (2015), fracassada novela de Gilberto Braga, Fernanda viu sua personagem Teresa sucumbir após a constante descaracterização de uma trama que, no fim das contas, nunca foi forte o suficiente.

Laura Cardoso, por sua vez, foi escalada para viver a vilã Sinhá na esquecível Sol Nascente (2016-17), insossa trama praiana de Walther Negrão. Era o único atrativo daquele enredo, mas, por motivos de saúde, Laura infelizmente se afastou de grande parte da história, voltando apenas a dois meses do final - em uma linda homenagem preparada por seus colegas de elenco. Lima Duarte, por sua vez, não tinha um grande papel desde Belíssima (2005), onde viveu o turco Murat. Só voltaria a ser valorizado agora, bem como na série 13 Dias Longe do Sol, em Janeiro.

Agora, os três veteranos têm mais chances de brilhar como merecem e Walcyr Carrasco os presenteou com esta belíssima sequência, a melhor já exibida em toda a novela. Em meio às constantes irregularidades de O Outro Lado do Paraíso em seu saldo total, ter Fernanda Montenegro, Lima Duarte e Laura Cardoso é algo que todo autor deveria se orgulhar. O emocionante casamento de Mercedes e Josafá foi prova viva disso. E ainda reafirmou que o casal é, de longe, o melhor par romântico da atual história das nove.


Deixe sua opinião


Leia também