Semana a semana, relembre a trama de Selva de Pedra; remake da obra de Janete Clair estreou há 32 anos


Uma das novelas mais desejadas pelo telespectador do Canal VIVA completa hoje 32 anos de sua estreia... Selva de Pedra, original de Janete Clair, foi a trama escolhida para substituir a exitosa Roque Santeiro (1985), às 20h. A adaptação, realizada por Eloy Araújo e Regina Braga, ainda que criticada por imprensa e público, fez um sucesso estrondoso! E, com o passar do tempo, ganhou status de "cult". O TV História resgata agora as emoções de todos os capítulos do folhetim; confira.



- Logo na estreia, o tocador de bumbo Cristiano Vilhena (Tony Ramos) e o playboy Gastão (Marcelo Ibrahim) se desentenderam. Durante a briga, este último sacou uma faca e acabou, acidentalmente, vítima de sua própria arma. Atônito, Cristiano aceitou se refugiar na casa de Simone Marques (Fernanda Torres), artista plástica prestes a deixar Duas Barras para fazer carreira no Rio de Janeiro. Acuado diante da possibilidade do próprio pai, Sebastião (Sebastião Vasconcelos), o entregar a polícia, Cristiano foge para a capital fluminense, no mesmo ônibus em que está Simone e Jorge Moreno (Otávio Augusto), marchand que pretende promove-la. Uma vez no Rio, o protagonista se hospeda na pensão de Fanny (Nicette Bruno), faz amizade com Miro (Miguel Falabella) e tenta se aproximar do tio, Aristides (Walmor Chagas), de quem Sebastião sempre recusou, veementemente, auxílio financeiro. Simone, por sua vez, sofre com os devaneios de Flávia (Deborah Evelyn), filha de Jorge e Walkiria (Juliana Carneiro da Cunha), que não admite o divórcio dos pais.



- Com a polícia em seu encalço, Cristiano passa a dormir nas ruas. Até que em Duas Barras um jovem é preso injustamente, acusado de ter matado Gastão, o que causa a ira de Sebastião, cada vez mais decidido a punir o filho. Neste momento, Cristiano e Simone se reencontram. Para driblar a hostilidade do pai dela, Francisco (Rogério Márcico), Cristiano a pede em casamento. Enquanto isso, Aristides vê a filha Cíntia (Beth Goulart) noivar com Marcelo (Reynaldo Gonzaga). Ao mesmo tempo, se articula com Vivi (Marilena Ansaldi) para induzir a filha desta, Fernanda (Christiane Torloni), a se casar com seu filho, Caio (José Mayer). Para convencer a moça, Aristides lhe dá um iate!



- Enciumada com o iate que o marido deu a Fernanda, Laura (Maria Zilda Bethlem) exige uma ilha em Angra dos Reis e chega a simular um suicídio para ter seu desejo atendido. O verdadeiro caráter de Cristiano vem à tona, quando Simone se muda com ele para a pensão de Fanny e descobre que o rapaz está vivendo de pequenos golpes. Sebastião, envergonhado de toda a situação em Duas Barras, passa a peregrinar com a família, vivendo de esmolas. Já Flávia é violentada por César (Roberto Bataglin), namorado de sua mãe.

- Já afeito a truques do tipo, Cristiano simulou o roubo de um colar de Laura para se aproximar de Aristides. Simone testemunhou todo o golpe e obrigou o marido a devolver a peça. Ainda assim, Cris se deu bem, ao descobrir que Tide era o tio milionário que seu pai sempre rechaçou. O empresário abre as portas de sua casa para o sobrinho, que comparece a um jantar de família, sem, entretanto, levar a esposa, Simone, ocupada com o pai adoentado. E é nesse jantar que Cristiano e Fernanda se conhecem, para ciúme e desespero de Caio.



- Cristiano é tão cara de pau que, simplesmente, abandona Simone na pensão e parte para a casa de Maria Amélia (Regina Macedo), avó de Fernanda, em Teresópolis. Ao retornar, diz a mulher que está empregado no estaleiro do tio, mas que mentiu na ficha de inscrição ao se declarar solteiro. Simone, complacente até demais, perdoa o marido. Caio decide desmascarar o primo, entregando a Fernanda as cartas que Berenice (Yara Lins), esposa de Sebastião, escreveu a Aristides, atestando assim a vida miserável que Cristiano finge não ter levado. Fernanda, porém, está irredutível. E Cris passa a se dividir, com a anuência de Miro, entre a esposa e a "namorada". Bêbado, chega a dizer a Simone que ela é um estorvo em sua vida e a agredi-la, o que causa a separação do casal. Cíntia, por sua vez, deixa de ceder à chantagem de Laura e conta a ao pai e ao marido que tem um filho! Aristides, a princípio, se recusa a reconhecer o neto, Tico (Igor Roberto Lage). Pouco depois, Laura descobre quem é o pai do garoto, Horácio (Henri Pagnoncelli), e, para afrontar a enteada, o incita a lutar pela guarda do pequeno.



- Fernanda, já apaixonada por Cristiano, comunica a Caio que não haverá mais casamento. Aristides, por sua vez, decide se empenhar para unir a socialite ao sobrinho. Cris, esperto que só, percebeu que estava sendo usado para atender aos intentos financeiros do tio, mas se fez de chocado quando Caio tentou "alertá-lo" sobre. A confusão aumentou quando Caio, para hostilizar o primo lhe presenteou com um urso de pelúcia tocador de bumbo. É claro que deu briga! Nesta mesma semana, César é encontrado morto nos jardins da casa de Walkiria, que vinha desconfiando do modo como o rapaz se dirigia a Flávia. E sobrou justamente para Flávia, cada vez mais transtornada diante dos abusos sexuais que sofrera, a culpa pelo crime, cometido por sua mãe. A filha acabou internada numa clínica de repouso, enquanto Walkiria se fez de doente para não enfrentar o interrogatório policial. As investidas de Guido (André Felipe), irmão de César, para elucidar o crime, acabam afetando Walkiria, que vê Flávia se mudar para a casa de Katsuki (Márcia Rodrigues), onde encontra o apoio psicológico necessário para sua recuperação. Mais adiante, Flávia se apaixona por Guido, enfrentando a oposição de seus pais.

- Cris fazia ruir sua união com Simone. Marcelo, investigando a acusação de roubo que seu pai sofrera nas instalações do estaleiro, causava, indiretamente, a demissão de Mestre Pedro (Stenio Garcia), grande amigo de Cris. Este se opunha, pela primeira vez, ao tio, que diante de sua astúcia, decidiu promove-lo. Por conta disso, Cristiano se mudou para um hotel de luxo, deixando para trás não só Simone, como também Diva (Iara Jamra), a irmã que veio em busca de auxílio e acabou nas garras de Miro. Cris, porém, viu seus planos ameaçados ao encontrar Jorge em uma festa na qual estava acompanhado de Fernanda. O marchand lhe deu uma semana para se afastar de Simone. Nesse meio tempo, a escultora se descobriu grávida. Para uma notícia tão boa, outra notícia bem ruim: Simone ficou sabendo do romance de Cristiano e Fernanda. O mau caráter reverteu a situação, afirmando que a moça era noiva de Caio, seu primo.

- Após quase ser linchado, Sebastião ruma para o Rio de Janeiro, onde reencontra Fanny, seu amor do passado, e a rejeição do filho, que o impede de fazer pregações. Enquanto isso, Cristiano chega a romper com Fernanda, mas reata assim que ela ameaça partir para uma viagem sem volta a Paris. Tenta então convencer Simone a se divorciar, mas diante do abalado estado emocional e físico da moça, desiste, mesmo com Miro tentando convencê-lo a deixa-la morrer. Temeroso, Cristiano leva a esposa para Petrópolis, fugindo de Miro e das investidas da namorada deste, Jane (Tássia Camargo), com ciúmes de Diva, de contar tudo sobre Fernanda para Simone.



- Por volta do capítulo 60, Simone intercepta uma carta de Miro, na qual descobre os planos deste e de Cristiano para matá-la. Ela tenta fugir com o carro que acabara de ganhar do marido, ao lado da empregada Lena (Narjara Turetta), mas termina por se acidentar ao ser perseguida por Miro na Rio-Petrópolis e é dada como morta. Neste meio tempo, Cris já havia desistido do plano de ascender financeiramente e contado a Aristides e a Fernanda que era casado. A semana termina com Jorge recebendo um telefone de Lena. Seria essa tal "Lena" a mesma que acompanhara Simone em sua última viagem?

- Enquanto todos enterravam Simone - e Cristiano se corroía de remorso por ter consentido, a princípio, com o plano de Miro - Jorge seguia ao encontro de "Lena"; na verdade, Simone, confundida pela equipe de socorristas com a empregada que acabou enterrada em seu lugar. Além do marchand, Francisco toma ciência do estado da filha e consente com seu plano de deixar o país usando o nome de sua irmã falecida, Rosana. Enquanto isso, levado por Aristides e Miro, Cristiano reata o namoro com Fernanda.



- Os meses correm... Horácio e Cíntia travavam uma batalha judicial pela guarda de Tico, Simone / Rosana fazia sucesso em Nova York com suas esculturas e, pasmem, Cristiano abandonou Fernanda no altar. A trama então sofre um revés: enquanto Simone bomba com sua arte e articula sua vingança, Cris procura emprego, após ser demitido por Caio do estaleiro Celmu.



- Aristides falece no capítulo 74, após confessar a Caio que deu um golpe no irmão, Sebastião e ter descoberta a sua armação contra o pai de Marcelo, seu genro. Para reparar seus erros, Tide deixa em testamento ações do estaleiro para Cristiano. Enquanto isso, Fernanda passa o dia andando a cavalo em Teresópolis e rememorando o abandono no altar. A vilã acaba se casando com Caio, vestida de preto, para assim atrapalhar os planos de Cris, eleito presidente do estaleiro, solicitando a ele projetos nababescos.

- Cíntia acabou perdendo, no tribunal, a guarda de Tico. Mas seis meses se passam. Cristiano demonstra eficiência à frente do estaleiro e curiosidade sobre Rosana Reis, a autora da peça que enfeita sua sala. Rosana, a esta altura, chega ao Brasil. Ao mesmo tempo, por intermédio de Miro, Cris é acusado de ter planejado a morte de Simone. A situação se agrava quando Francisco revira as coisas da filha, encontrando a carta enviada por Miro com todo o relato sobre o plano. Francisco, obviamente, entrega a correspondência à polícia. Tal investida, porém, desperta em Cristiano a desconfiança: como o sogro teria acesso à carta, entregue em Petrópolis, se ele nunca havia estado lá? O fato reforça em Cris a impressão de que Simone está viva, já que ele jura tê-la visto nas ruas do Rio. Também encrencada com a polícia, pressionada por Jorge a assumir a morte do jovem pintor César, pela qual sua filha Flávia vinha sendo acusada, Walkiria enlouquece, delirando com o namorado falecido.



- Rosana Reis era obrigada a repetir constantemente, a todos, a história de sua irmã Simone Marques - já que as lentes de contato não foram suficientes para despistar os que conheciam a artista plástica. Ao vê-la em um coquetel oferecido por Laura, agora viúva de Aristides, Cristiano surta! Procura a polícia e acaba se encalacrando ainda mais, já que o delegado Orestes (Othon Bastos) acredita que ele está apenas tentando atrapalhar as investigações. Pressionada, porém, Rosana revela sua verdadeira identidade e acaba também enrascada com a justiça.



- Na semana seguinte, com a saúde deteriorada, Walkiria se entrega a polícia. Cada vez mais próximo de Fernanda e decidido a vingar-se de Cristiano, Miro chantageia Mestre Pedro, exigindo que ele sabote os barcos do estaleiro para que não tenha a verdade sobre sua filha Jane, prostituta, exposta ao noivo dela, o boa-praça Zé (Stepan Nercessian). Miro chega a assaltar a pensão de Fanny, que o considera como filho, a fim de ter o dinheiro necessário para simular uma acusação de contrabando contra Mestre Pedro. Como todo bandido de história policial, Miro volta à cena do crime, para presentear seus colegas de pensão com presentes comprados com o dinheiro afanado por ele. O malandro ainda se alia a Francisco para induzir Neves (Ênio Santos) a acusar Cris pela morte de seu filho, Gastão, ocorrida no início da novela.

- Os encontros de Cristiano e Simone se tornam cada vez mais constantes e hostis. Apaixonados, porém, logo se unem novamente, a contragosto de Francisco. A artista plástica chega a interceder a favor do marido, quando ele é acusado de tê-la matado pela imprensa, perante Caio e Fernanda, que se revolta cada vez mais com a reaproximação do casal. A presença de Neves no Rio de janeiro atordoa Cristiano, que se vê sob a mira do revólver dele durante o show de Fanny. Nessa mesma noite, um sósia de Cris é assassinado, o que lhe deixa ainda mais preocupado, já que sofrera misteriosos atentados nos últimos dias. Flávia, por sua vez, tão logo descobre que a mãe foi presa, diz a todos que César a violentava, o que levou Walkiria a mata-lo.



- Fernanda e Francisco se uniram para separar Cristiano e Simone. Após sua absolvição, a escultora aceita passar o fim de semana na casa de Fernanda em Teresópolis, onde quase é atropelada pela vilã, montada em seu cavalo. Neste meio tempo, Francisco induziu a filha a assinar um papel em branco, no qual ele, posteriormente, escreve uma declaração, distribuída à imprensa, acusando Cristiano de ter assassinado Gastão. Pressionada pelo pai, Simone induz o marido a acreditar que ela o incriminou.

- Eis que Neves fora impedido por sua esposa, Sofia (Joyce de Oliveira), de revelar à polícia que a arma que vitimou Gastão pertencia ao próprio. Já Pipoca (André Valli) fora acusado por Fanny de ter roubado a pensão, mesmo defendido por Simone e Cristiano. O casal, aliás, tornou a se hostilizar, com Cris adquirindo todas as peças da exposição de Simone e oferecendo as mesmas a mendigos, minimizando a arte da esposa.

- Cíntia recupera a guarda de Tico através de um mandado de busca e apreensão, impetrado após descobrir através de Diva, então namorada de Horácio, que o ex vinha mantendo o filho em cárcere privado. O estaleiro está prestes a falir, para alegria de Fernanda e tristeza de Caio, que decide intervir junto a Cris. Este se vê oficialmente acusado pela morte de Gastão; Simone, para ajuda-lo, articula um plano como o advogado Sampaio (Hilton Prado) em que se coloca como inimiga do marido, fortalecendo assim a sua palavra a favor de Cristiano, na tentativa de inocentá-lo sem parecer que está fazendo isso por amor a ele.

- Na reta final, Fernanda começa a ensaiar o sequestro de Simone, ao trancá-la em uma casa abandonada, numa "brincadeira", apenas por alguns instantes. Enquanto isso, Sampaio revela a Cristiano que sua esposa está agindo de acordo com suas orientações, o que alegra o empresário. Já Jane se entristece ao descobrir que o pai está sendo acusado de contrabando, sem imaginar que Mestre Pedro está cedendo a chantagem de Miro para não revelar o passado da filha. Miro e Fernanda, aliás, se envolvem fisicamente nos capítulos seguintes. Walkiria, por sua vez, falece após ser hospitalizada novamente, em virtude dos delírios que tem tido com seu julgamento. Flávia, entristecida, decide se afastar de Guido.



- Cada vez mais desestabilizada, Fernanda incita um jogo da verdade no qual faz sua mãe assumir que amou Aristides Vilhena e Cristiano confessar que a procurou por interesse financeiro. Ela ainda visita o casebre no qual seu avô, com distúrbios psiquiátricos, morreu. Já Francisco se une a Sofia e trama para que Cristiano seja acusado de estar comprando uma das testemunhas da morte de Gastão. O empresário acaba preso, ao mesmo tempo em que Simone descobre que ainda pode ter filhos. Decidido a não mais ceder a Miro, Mestre Pedro o entrega a Caio, que teme denunciar o malandro e assim comprometer Fernanda. Marcelo, porém, delata Miro, que, perseguido pela polícia, se refugia na casa de Maria Amélia, em Teresópolis.

- Jane, ou Joana (seu verdadeiro nome), descobre onde Miro se refugiou e induz Diva a ir até lá, convencê-lo a cessar a chantagem. Acuado, o malandro decide fugir, acaba sem gasolina no meio da estrada e é violentamente atingido por um caminhão. Após a morte, Miro tem um ato de bondade: deixa um cheque para que Fanny quite as despesas de seu show, o que faria com o dinheiro roubado da pensão.

- Francisco, cada vez mais irado com Cristiano, conta a Fernanda que ele e Simone estão apenas "atuando" perante a opinião pública. Seguem se encontrado às escondidas, com o auxílio da advogada Ana (Suzana Faini). É quando Fernanda decide sequestra-la para impedir que Cristiano seja inocentado em seu julgamento.



- Então atordoado com o sumiço da filha, Francisco confessa a polícia que tramou a compra da testemunha, colocando Cristiano em liberdade até o julgamento. Fernanda, por sua vez, exige que Simone escreva duas cartas, para o marido e para a advogada, alegando estar confusa e reticente com relação ao seu depoimento. Como a artista plástica se recusa, a vilã não lhe fornece comida. Já debilitada, Simone concorda em escrever as cartas. O tempo passa... A escultora, sem conseguir andar, é mantida por Fernanda em uma cadeira de rodas. Quando Mestre Pedro conta a Cristiano que por trás das armações de Miro sempre esteve Fernanda, o empresário atina para a possibilidade de a socialite estar mantendo Simone refém. Já Jane conta tudo sobre seu passado a Zé que, a princípio, a rechaça, mas depois, a aceita.



- Nos cinco últimos capítulos, Caio induz a polícia a seguir Fernanda. Apaixonado, porém, conta a ela sobre seu plano. A vilã acaba internada em um manicômio, do qual consegue fugir ao dopar a enfermeira. Regressa então a Teresópolis e remove Simone do esconderijo, antes que Caio e Jorge a encontrem. Maria Amélia recebe a neta em pânico, certa de que Fernanda está disposta a tudo para continuar a manter Simone cativa. Despirocada, a vilã veste o vestido de noiva que fora da avó e segue para o jardim, esquecendo-se de vigiar a casa. É quando Simone consegue fugir, chegando a tempo de depor a favor de Cristiano. Corroído pela culpa, Neves brada, durante o julgamento, que a arma do crime era de Gastão e que foi o filho quem incitou a briga que o levou à morte. Flávio e Guido se reconciliam; Cíntia, grávida de Marcelo, reconquista a guarda do filho; Cristiano devolve o estaleiro a Caio e, como recompensa, recebe o navio com o qual viaja ao lado de Simone, rumo ao final feliz.

Leia também: 10 curiosidades do remake de Selva de Pedra; novela é uma das mais pedidas do VIVA



* Publicado originalmente no blog Vivo no VIVA, editado por Duh Secco, no site do Canal VIVA.

* Fotos: Blog Tudo Isso é TV / Césio Vital; Divulgação / Globo.


Deixe sua opinião


Leia também