Em 2003, Gugu e Record TV quase produziram remake de Meu Rico Português, da Tupi


O sucesso Meu Rico Português, que estreou há exatos 43 anos - na Tupi, às 19h - quase ganhou remake no início da década de 2000, com produção de Gugu Liberato e exibição na Record TV. O TV História conta tudo sobre mais este projeto de novela que, lamentavelmente, ficou só na intenção.



Em 2000, Gugu, no auge da popularidade de seu Domingo Legal no SBT, planejava investir em novelas. A intenção, a princípio, era importar folhetins bem-sucedidos em Portugal, dublá-los e repassar a emissoras daqui (no caso, a Gazeta). O apresentador chegou a estabelecer contato com a RTP, canal português, visando trazer para cá as tramas Vidas de Sal (1996), Roseira Brava (1995) e Verão Quente (1993) - dirigida por Régis Cardoso e com participação de Betty Faria. Não deu certo. O também empresário queria ir mais longe.

Dois anos depois, então buscando concessões para criar seu próprio canal de televisão, Liberato abriu negociações, através de sua empresa, a GGP, com a NBP, a maior produtora de novelas em Portugal naquele momento. A intenção era adaptar a obra do autor Geraldo Vietri, adquirida por ele, com gravações nos estúdios Tycoon, Rio de Janeiro - que já haviam servido à Globo - e exibição simultânea no Brasil e em Portugal, através da TVI. O plano incluía até uma parceria com José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, que não progrediu.

Vietri possuía duas histórias que agradaram em cheio os brasileiros e que, certamente, iriam "afagar" os portugueses, por representa-los como pessoas perspicazes, empreendedoras e de bom coração: Antônio Maria, produzida em 1968 e estrelada por Sérgio Cardoso; e Meu Rico Português, com Jonas Mello à frente do elenco. Contra a primeira pesava a colaboração de Walther Negrão, contratado da Globo e publicamente contrário à regravação. Desta forma, 'Português' ganhou força! Parecia que, enfim, Gugu estrearia em mais uma frente de trabalho.

Em maio de 2003, a Record TV - então com seu núcleo de dramaturgia totalmente desativado - demonstrou interesse na parceria com o hoje apresentador do reality Power Couple (cuja terceira temporada estreia em abril). A emissora, porém, pretendia dividir custos e receitas publicitárias com a GGP, que preferia produzir toda a novela e vende-la ao canal, sem riscos de obter um retorno financeiro inferior aos gastos. Por conta deste entrave, o remake não foi adiante... Anos depois, GGP e Record TV se acertaram para a produção do programa de Gugu, extinto em dezembro de 2017.



Meu Rico Português, exibida entre fevereiro e setembro de 1975, chegou a desbancar a concorrente global no horário, Cuca Legal. Mérito da trama de Geraldo Vietri, que partia do convívio de Severo Salgado Salles (Jonas Mello) e Veridiana Magalhães (Dina Lisboa), milionária explorada pelos cunhados Ofélia (Maria Estela) e Florêncio (Wilson Fragoso). Severo acaba se apaixonando por Walkiria (Márcia Maria), filha de Ofélia, ardilosa como a mãe. Noiva de Ricardo Alexandre (Paulo Figueiredo), Walkiria rechaça Severo, tentando fugir da paixão por um homem, supostamente, pobre.


Deixe sua opinião


Leia também