Glória Perez e Leonardo Vieira eram os campeões de cartas da Globo há 25 anos; nem Roberto Marinho escapava


Se hoje muita gente busca contato com seus ídolos através das redes sociais, no início dos anos 1990 a situação era bem diferente. Quem quisesse enviar alguma mensagem para os artistas tinha que enviar uma carta para a emissora onde ele trabalhava.

Matéria da Folha de S.Paulo de 27 de junho de 1993 mostrou quais eram os campeões de cartas da Rede Globo entre 20 de maio e 5 de junho daquele ano.

Entre as mulheres, a líder era a autora Glória Perez, que recebeu 99 correspondências, boa parte com mensagens de solidariedade pela perda de Daniella Perez (1970-1992).



Em seguida, vinham Glória Pires, com 25, e Viviane Pasmanter, com 19. Ambas estavam no ar em Mulheres de Areia.

A lista continuava com Malu Mader (17), Natália Lage (16), Maria Luisa Mendonça e Lisandra Souto (13) e Adriana Esteves e Paloma Duarte (10).

Entre os homens, Leonardo Vieira, que estourou na primeira fase de Renascer, havia recebido nada menos que 220 cartas.

Em seguida vieram Fábio Assunção (130), Flávio Silvino (79), Guilherme Fontes (51), Felipe Folgosi (48), Luigi Baricelli (39), Vitor Fasano e Raul Gazzola (38) e Marcos Palmeira e Maurício Mattar (27).

Tirando os artistas, dois jornalistas estavam entre os que receberam cartas: Fátima Bernardes e William Bonner, com duas cada.



Nem mesmo Roberto Marinho (1904-2003) escapava dos fãs. O então presidente das Organizações Globo recebeu quatro cartas no período citado pela reportagem. Uma delas, vinda de Recife (PE), pedia que ele enviasse uma mensagem ao cantor Roberto Carlos.


Deixe sua opinião


Leia também