SBT garante a vice-liderança com a maior vantagem dos últimos 12 anos


Após lançar com estardalhaço, no segundo semestre do ano passado, uma nova grade para o horário nobre, a Record TV jogou tudo para o alto neste início de 2018. E retomou a exibição do Cidade Alerta até 19h45, entregando para a primeira novela da noite; no caso, a reapresentação de Os Dez Mandamentos (2015). Esta mudança - que ainda não surtiu efeito - está, notadamente, ligada ao desempenho de audiência do SBT.



No último mês de janeiro, o canal de Silvio Santos impactou 16 milhões de telespectadores na Grande São Paulo e garantiu a vice-liderança isolada pelo décimo mês consecutivo. A emissora registrou 5,8 pontos na média/dia (24 horas). O índice é 29% superior ao alcançado pela terceira colocada, que no mesmo período e faixa horária acumulou média de 4,5 pontos - mesmo número de dezembro de 2017, marca superior apenas aos 4,2 de janeiro de 2015.

A diferença entre SBT e Record TV é a maior dos últimos 12 anos, desde outubro de 2006, exatos 135 meses, quando a audiência do "centro de televisão da Anhanguera" foi 41% superior à média da concorrente (6,5 x 4,6).

Faixas horárias

Além da vice-liderança pelo décimo mês seguido na média 24 horas em janeiro na Grande São Paulo, o SBT também superou a concorrente nas principais faixas horárias do dia.

Na média/manhã, das 6h às 12h, o canal marcou 4,4 pontos de média. Índice 20% superior ao alcançado pela terceira colocada, que ficou com 3,7 pontos de média.

No horário nobre, das 18h às 24h, considerada a faixa mais valiosa da TV aberta, o SBT garantiu a vice-liderança com 8,8 pontos de média. O índice - maior desde novembro 2005 - é 31% superior aos 6,3 de média registrados pela terceira colocada.

Na madrugada, o SBT também conquistou o segundo lugar com ampla vantagem e superou a terceira colocada com 220% mais audiência. Nessa faixa, das 24h às 6h, marcou 4,1 pontos de média contra apenas 1,3 da terceira colocada. A emissora líder marcou 6,7 pontos de média.

Na faixa vespertina, das 12h às 18h, o SBT registrou 6,5 pontos de média. Mesmo perdendo 10% em relação ao mês de janeiro de 2017, a Record TV foi vice com apenas 2 décimos a mais e fechou com 6,7 pontos de média - reflexo do êxito do jornalístico Balanço Geral e das reprises de Ribeirão do Tempo (2010), Luz do Sol (2007) e Bicho do Mato (2006), além das primeiras horas do Cidade Alerta.

Programas na vice-liderança

Em janeiro, o SBT consolidou a vice-liderança com 29 atrações.

Programa Silvio Santos (12,0), A Praça é Nossa (10,7), Pra Ganhar é só Rodar (9,6), Carinha de Anjo (9,6), Programa do Ratinho (9,3), Cine Espetacular (8,8), Tela de Sucessos (8,6), Chiquititas (8,3), Quem Não Viu Vai Ver (8,1), Junior Bake Off Brasil (7,6), Conexão Repórter (7,3), Bom Dia & Cia (7,1), SBT Brasil (6,9), O Que a Vida Me Roubou (6,8), Esquadrão da Moda (6,8), Mundo Disney Sab. (6,3), Casos de Família (5,8), Programa Raul Gil (5,4), Chaves - domingo (5,3), The Noite (5,2), Arqueiro (4,8), SBT Notícias I (3,5), Primeiro Impacto (3,5), SBT Notícias Manhã (3,0), SBT Notícias II (2,9), Tô de Férias (2,9), Chaves - sábado (2,8), Acelerados (2,7), Operação Mesquita (2,4).

Perfil do público

O público de 16 milhões de telespectadores que acompanhou a programação do SBT no último mês de janeiro na Grande São Paulo é predominantemente feminino (61%), das classes ABC (80%) e acima de 18 anos (79%).


Deixe sua opinião


Leia também