Adquirido pelo Multishow, Chaves despertou interesse da Globo em duas ocasiões; relembre


O Multishow, um dos canais de maior expressão dentro do cardápio da Globosat, acaba de adquirir os direitos de exibição em TV fechada das séries Chaves e Chapolin, estreladas por Roberto Gómez Bolaños, em cartaz por anos no SBT - que hoje exibe apenas a primeira, nas manhãs de sábado e de domingo. A emissora de Silvio Santos, confrontada nas redes sociais, vem respondendo a fãs e curiosos com um bombardeio de imagens e matérias a respeito das produções, enaltecendo o fato de ter sido pioneira na veiculação de ambas no Brasil.



Sucesso desde 1984, quando desembarcou por aqui, Chaves já foi apresentado em canais fechados, como Boomerang, Cartoon Network, TBS e TLN Network. O que chama a atenção agora é o fato do Multishow pertencer ao "braço" da Globo na TV a cabo. Embora os direitos de exibição para a TV aberta ainda pertençam, até onde se sabe, ao SBT, a boataria acerca de um suposto interesse da emissora-líder na série está tomando conta das redes sociais - alimentada por títulos tendenciosos de matérias "caça-cliques". Globo e SBT não se manifestaram a respeito até o momento.

A Globo, aliás, tentou adquirir a série, conforme pesquisa em acervos de jornais impressos, realizadas pelo TV História em duas ocasiões. A primeira em 1990, por ordem do então vice-presidente de operações José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni. Naquele ano, Chaves chegou a bater o boletim da Copa do Mundo na Itália, exibido dentro do Jornal Hoje, por 36 a 30, segundo dados do Ibope da Grande São Paulo. O feito se deu poucas horas da partida entre Brasil e Escócia, penúltima partida da seleção canarinho no torneio.

Em 2005, por conta de um desacerto entre SBT e Televisa, a Globo entrou em uma espécie de "leilão" pelos direitos de Chaves, com Record TV, Band e RedeTV!. Caso levasse a produção, a Globo certamente não exibiria; a intenção, naquele momento, era inflacionar a disputa e retirar um dos coringas do SBT - constantemente, líder em cima dos jornais locais e esportivos da hora do almoço - da programação. A reação dos fãs, que chegaram a entregar um abaixo-assinado ao canal de Silvio Santos, motivou a renovação do contrato com a produtora mexicana.

Em tempo: Segundo informações da jornalista Cristina Padiglione - confira a íntegra aqui - o Multishow adquiriu 273 episódios de Chaves, 250 de Chapolin e 224 histórias inéditas - 117 de Chaves e 127 de Chapolin -, além da série de animação. A intenção do canal é exibir tais produtos no horário nobre da TV fechada, entre 19h e 1h.


Deixe sua opinião


Leia também