Amanhã é Para Sempre é a próxima novela das tardes do SBT


Será Amanhã é Para Sempre o próximo cartaz das Novelas da Tarde, do SBT. A trama, estrelada por Silvia Navarro e Fernando Colunga, tem estreia agendada para fevereiro, na vaga hoje ocupada por Um Caminho Para o Destino, por volta de 18h15 - no primeiro horário, como se sabe, figura Coração Indomável, já exibida em 2015, substituindo Sortilégio, outra reprise.



O fato de ser inédita - num tempo em que o canal resolveu apostar em títulos já batidos ao invés de recorrer a tramas ainda não exibidas por aqui - faz de Amanhã é Para Sempre uma boa escolha. Outro ponto positivo: a presença da estrela Lucero, numa personagem totalmente diferente de Tereza, a falecida mãe de Dulce Maria (Lorena Queiróz), protagonista de Carinha de Anjo, que se manifesta em sonhos.

Em 'Amanhã', a atriz se encarrega da vilã Bárbara Greco, que, obedecendo aos comandos de um misterioso chefe, se infiltra na família Elizalde. A relação de Fernanda (Violeta Puga) e Eduardo (Omar Yubeili) é rompida graças às artimanhas da malvada, que convence a mãe da moça, Montserrat (Erika Buenfil), a separá-los - o rapaz é filho da governanta da rica fazendeira.

Logo depois, a matriarca se torna alvo da bandida, que a asfixia. Não demora para que Bárbara tome o posto de Montserrat junto a Gonzalo Elizalde (Rogelio Guerra), agora viúvo. A vilã torna a importunar o casal Fernanda e Eduardo (agora Silvia Navarro e Fernando Colunga). Também no elenco da produção Dominika Paleta (a Leda, de A Usurpadora) e Guillermo Capetillo (galã de Rosa Selvagem).

A estreia de Amanhã é Para Sempre chegou a ser ventilada ano passado, para substituir A Gata. Logo após, o SBT extinguiu uma das faixas das Novelas da Tarde - a que abrigava Lágrimas de Amor - readequando os horários e recorrendo a O Que A Vida Me Roubou. Produzida em 2008, 'Amanhã' já foi exibida por aqui, sem repercussão, em 2009, na CNT.


Deixe sua opinião


Leia também