Balada "anos 70" e reencontro de mãe e filha conduzem Malhação - Viva a Diferença e Tempo de Amar nesta terça-feira (19)



A terça-feira (19) reserva fortes emoções para os telespectadores de Malhação - Viva a Diferença e Tempo de Amar. Na trama das 17h50, uma festa anos 70 agita a galera dos colégios Cora Coralina e Grupo; já no folhetim das 18h20, o destaque fica por conta do reencontro de mãe e filha.



Os bastidores da balada 'Paz e Amor', em Malhação

O bairro de Vila Mariana vai entrar na vibe 'Paz e Amor' para a Balada dos Anos 70, promovida pelas Five para celebrar a reconciliação delas, no Galpão. É hora de tirar as calças "boca de sino" e os sapatos plataforma do armário. "A gente se inspirou muito no início dos anos 70, na fase mais hippie e com influências de Os Mutantes e Tropicália, por exemplo. Nas peças, temos muito courinho trançado, coroa de flores, customização, crochê", detalha a figurinista Julia Ayres.

Música é o que não vai faltar, e a trilha sonora promete agradar a todos os gostos. Os convidados vão conferir o show da banda Lagostins, formada por Samantha (Giovanna Grigio), Guto (Bruno Gadiol), Felipe (Gabriel Calamari) e MB (Vinicius Wester); vão ter uma dose de nostalgia com o retorno de Roney Romano (Lúcio Mauro Filho) ao palco; vão dançar com o som cheio de referência soul de Fio (Lucas Penteado) e as K's (Talita Younan e Carol Macedo) e também vão cantar em coro com as Garotas do Vagão, grupo de Keyla (Gabriela Medvedovski), Benê (Daphne Bozaski), Tina (Ana Hikari), Ellen (Heslaine Vieira) e Lica (Manoela Aliperti).

Outra atração à parte é o visual dos convidados. Lica, por exemplo, desenha um coração no rosto, inspirada na cantora Rita Lee. Além disso, ela opta por uma blusa de seda com sobreposição de outra de veludo. Ainda mais ousada depois da viagem para o Japão, Tina escolhe um cropped, deixando a barriga à mostra. Evidenciando seu lado romântico, Keyla surge com uma coroa de flores na cabeça. Já Ellen, mais minimalista, adota um macacão jeans. E Benê usa um modelito com mais cores, mostrando uma nova forma de olhar para a vida desde seu desabrochar para os sentimentos.

K2, por exemplo, além do look para a apresentação ao lado de Fio, faz uma homenagem à atriz Sônia Braga e aparece vestida como Julia, sua personagem em Dancin' Days (1978). Já MB (Vinicius Wester) traz uma releitura de Robert Plant, vocalista da banda Led Zeppelin. Além disso, a festa também será marcada por uma grande revelação. Roney vai encontrar Maria Eduarda (Carolina Chalita), uma fã que já estava à sua procura há algum tempo, e descobrirá que teve um filho, Gabriel (Luis Galves), com ela.



Mãe e filha, enfim, juntos em Tempo de Amar

Depois de descobrir casualmente que é prima de Celina (Barbara França), Maria Vitória (Vitória Strada) conhece a tia Alzira (Deborah Evelyn) e o tio Bernardo (Nelson Freitas). Mas a moça fica intrigada com o pedido de Alzira para que ela não diga a Celeste Hermínia (Marisa Orth) que é filha de Mafalda. Para entender o motivo do segredo, Maria Vitória vai até a casa da cantora de fado.

Eunice (Lucy Alves) a recebe e avisa que Celeste Hermínia está no Leblon tomando banho de mar. A portuguesa segue as orientações de Eunice e, ao chegar na praia do Leblon, avista Celeste bem perto do mar. Ao perceber que a cantora tropeçou e está sendo levada pelas águas, Maria Vitória não pensa duas vezes e corre para salvá-la.

Ela consegue tirar Celeste Hermínia do mar e a ajuda a se recuperar. "A senhora está bem? Deve ter engolido muita água", diz. Celeste abre os olhos e pergunta: "Tu, quem es?". "Sou Maria Vitória, de Morros Verdes. Filha de tua amiga Mafalda", conta a jovem. Celeste se agita e responde: "Eu sou Mafalda. Eu sou tua mãe".

Estas cenas foram dirigidas por Felipe Louzada e Adriano Melo, diretor-geral da produção, que conta com direção artística de Jayme Monjardim. Alcides Nogueira é o autor da novela, baseada em um argumento de Rubem Fonseca e escrita em parceria com Bia Corrêa do Lago, com colaboração de Tarcísio Lara Puiati e Bíbi de Pieve.


Deixe sua opinião



Leia também

Novelas

Por onde anda Cecília Dassi, a Sandrinha de Por Amor

A garotinha Sandrinha conquistou o Brasil na primeira exibição de Por Amor, exibida entre 1997 e 1998 pela Rede Globo. Cecília Dassi, tinha apenas sete anos quando interpretou a personagem. Depois disso, ainda atuou em diversos papeis na Rede Globo, mas abandou a carreira na televisão