Volta triunfal de Clara promove cenas emocionantes e arrepiantes em O Outro Lado do Paraíso


Há menos de três meses no ar, O Outro Lado do Paraíso já pode ser considerada um imenso sucesso e mais um êxito para a carreira de Walcyr Carrasco. A novela da Globo chegou a marcar 40 pontos na última segunda-feira, 11, e 42 na terça, com picos de 44. Índices impressionantes, sendo a primeira vez que um folhetim das nove supera os 40 pontos em sua oitava semana desde Avenida Brasil. A Força do Querer só conseguiu esse índice na décima sétima semana e Amor à Vida - os dois grandes sucessos pós-fenômeno de João Emanuel Carneiro - na décima terceira. E a atual produção tem feito por merecer números tão elevados.



A trama arrebatou o público a partir da virada de fase, uma vez que o telespectador aguardava esse momento desde o início da história, após ter acompanhado os vilões se dando bem e humilhando os bonzinhos por mais de 30 capítulos. A fuga de Clara (Bianca Bin) fez a audiência saltar de 30 para 36 pontos e, desde então, só sobe.

As razões são muitas, começando pela retomada da protagonista, que agora é milionária e ainda conta com um fiel escudeiro pronto para ajudá-la em tudo, o íntegro Patrick (Thiago Fragoso). O inferno no hospício passou e a fuga foi de tirar o fôlego. Mas, se essa sequência primou pelos vários acertos e a grandiosa direção da equipe de Mauro Mendonça Filho, a volta triunfal da verdadeira dona das cobiçadas esmeraldas conseguiu ser ainda melhor.

A mudança no visual da mocinha, comprando roupas ao som de Weird Fishes (Radiohead), expôs o início da vida da nova rica e esse clichê nunca se esgota. Várias novelas, séries e filmes já apresentaram cenas semelhantes e raramente o resultado é ruim.

A parceria da mocinha com seu advogado também já desperta atenção, evidenciando a química entre Bianca Bin e Thiago Fragoso, prometendo um excelente casal nos próximos meses. E um dos principais êxitos dessa relação é o amor nascendo da admiração e cumplicidade, deixando aquela paixão súbita (fracassada em Tempo de Amar e Pega Pega, por exemplo) de lado. E o mistério a respeito da frieza de Renato (Rafael Cardoso) é outro ponto que desperta atenção nisso tudo, engrandecendo o futuro triângulo.

Após a repaginada no visual e a compra de sua antiga mansão, a chegada de Clara a Tocantins rendeu uma sucessão de grandes cenas. Impossível não ter chorado vendo a mocinha reencontrando Mercedes e Josafá. Fernanda Montenegro, Lima Duarte e Bianca se entregaram de uma maneira admirável e aquele lindo momento arrepiou. Foi uma verdadeira aula de atuação através dos olhares reveladores e dos toques carinhosos. Dois veteranos respeitados contracenando com uma menina que ainda está no começo de sua carreira, mas se mostra tão talentosa quanto. Bonito de se ver. O avô e a neta que não se viam há mais de dez anos juntos novamente e unidos pela vingança, sob o olhar temeroso da sábia vidente. Um show.

E o capítulo desta quinta-feira, 14 de dezembro, apresentou a mais aguardada cena da trama: o retorno triunfal da mocinha. O pico de 45 pontos foi mais do que compreensível, conseguindo superar os altos índices dos capítulos anteriores da mesma semana.

Toda a preparação para a festa que reuniu a alta sociedade de Palmas aumentou a expectativa pela aparição da protagonista e quando ela chegou, ao som de Blaze Of Glory, de Jon Bon Jovi, provocou uma reação de choque em cadeia em todos os seus inimigos, incluindo quem assistia, que ficou sem fôlego com a sequência brilhante escrita por Walcyr e dirigida por Mauro Mendonça. O olhar de soberba e triunfo de Clara foi de lavar a alma, deixando Sophia (Marieta Severo), Gustavo (Luis Melo), Nádia (Eliane Giardini), Samuel (Eriberto Leão), Livia (Grazi Massafera), Renato (Rafael Cardoso), Vinícius (Flávio Tolezani) e Gael (Sérgio Guizé) em pânico.

A cena já entrou para a seleta galeria de 'mais marcantes' da teledramaturgia com louvor e vale aplaudir o elenco, que esteve irretocável. Especialmente Bianca Bin (vivendo seu melhor momento), Marieta Severo, Grazi, Luis Melo, Sérgio Guizé e Eliane Giardini.

A escolha de Blaze Of Glory foi genial e deixou o conjunto ainda melhor, expondo também a qualidade incontestável da trilha da novela. E, ao provocar tantos acontecimentos eletrizantes em sequência, o autor deixa claro que tem várias cartas na manga, fazendo por merecer toda essa elevação impressionante da audiência. Não é por acaso que a Globo sempre pede para Walcyr praticamente escrever uma novela por ano. É sua galinha dos ovos de ouro.

O Outro Lado do Paraíso vem se mostrando um novelão de primeira linha e o público vem reconhecendo isso. O clichê da vingança e da volta magistral da vítima nunca se desgasta, quando bem trabalhado. Vale lembrar que o escritor criou uma cena parecida em Chocolate com Pimenta (2003), com o retorno de Ana Francisca (Mariana Ximenes), também fazendo muito sucesso. A saga de Clara está apenas começando e tudo leva a crer que muitos momentos eletrizantes ainda estão por vir. Pois que venham! O telespectador agradece.

SÉRGIO SANTOS é apaixonado por televisão e está sempre de olho nos detalhes, como pode ser visto em seu blog. Contatos podem ser feitos pelo Twitter ou pelo Facebook. Ocupa este espaço às terças e quintas


Deixe sua opinião


Leia também