Brasil do "acordo de leniência" dá o tom do último episódio de Filhos da Pátria; saiba mais


A chegada de Juiz Abranches (Gustavo Ottoni) ao Paço Imperial está deixando o clima da repartição denso e incerto, no último episódio de Filhos da Pátria, no ar nesta terça-feira, dia 12. Geraldo Bulhosa (Alexandre Nero) é intimado a uma acareação e mal esconde o nervosismo. Um gabinete amplo, suntuoso e opressor dá "boas-vindas" ao patriarca da família Bulhosa. O juiz revela que tem provas de que ele desviou um grande montante dos cofres públicos e, agora, Geraldo tem 48 horas para retornar o valor ou acabar pegando 30 anos de prisão.



Do lado de fora, a eleição toma conta da cidade. Geraldinho (Johnny Massaro) é um dos candidatos e uma de suas aliadas mais ferrenhas é a própria mãe, Maria Teresa (Fernanda Torres). Como não pode votar por ser mulher, ela usa a tática de exaltar as qualidades de Geraldinho como filho. O único ponto que abala a confiança dele é a falta de apoio do pai, que já declarou que não ser a favor desta empreitada e que não vai votar no filho. Mesmo sem esse voto, Geraldinho vence a eleição de deputado. Afinal, usam até nomes de falecidos entre os eleitores.

Já Catarina (Lara Tremouroux) se depara com o brechó repleto de caixas: madame Dechirré (Karine Teles) e seus "tecidos" estão de mudança. Desde que a sociedade descobriu que o famoso costureiro Roquefort usava saias e se tratava de Catarina, as vendas na loja despencaram e Dechirré resolveu buscar clientela em novo bairro. Sem a sua grande mentora, Catarina precisará aprender a lidar sozinha com seus dilemas e decidir o que quer fazer da vida: seguir suas aspirações pessoais ou acatar a ordem da mãe de ir para um convento em Portugal. Já Lucélia (Jéssica Ellen) está a poucas moedas para conseguir, depois de muitas cocadas vendidas, comprar sua alforria.

Filhos da Pátria tem criação e redação final de Bruno Mazzeo, direção artística de Mauricio Farias e direção de Mauricio Farias e Joana Jabace. A série vai ao ar às terças-feiras, após Cidade Proibida. Uma segunda temporada do projeto já está em estudo.


Deixe sua opinião


Leia também