Pablo desbanca Francisco na final e vence o MasterChef Profissionais



Fotos: Carlos Reinis | Band

Em uma final emocionante, Pablo Oazen se sagrou campeão da segunda temporada do MasterChef Profissionais. O mineiro de Juiz de Fora venceu o chef Francisco Pinheiro na avaliação dos jurados por 130 pontos a 109 e ficou com o título de melhor chef profissional do país. Além do troféu da competição, Pablo ganhou R$ 1 mil por mês durante um ano para compras em um supermercado, um prêmio de R$ 200 mil em dinheiro, uma viagem para Dubai, nos Emirados Árabes, com hospedagem e direito a um acompanhante e um kit de utensílios culinários.



Critério de Avaliação

Assim como em outras edições, os pratos desenvolvidos pelos finalistas foram avaliados pelos jurados Eric Jacquin, Paola Carosella e Henrique Fogaça, e receberam notas de 0 a 10 de cada um deles. Cada receita apresentada durante as três etapas poderia receber até 30 pontos. Nesta edição, Francisco e Pablo precisaram preparar dois tipos de entrada, dois pratos principais e duas sobremesas. Ao anunciar o vencedor, Ana Paula Padrão fez questão de explicar o critério utilizado e destacar as pontuações do vencedor e do vice.



Prova Final

Com a presença dos familiares e antigos competidores da temporada na torcida, a tarefa que decidiu o grande campeão do MasterChef Profissionais testou os limites e a criatividade dos dois finalistas. Em três etapas, Francisco e Pablo deveriam preparar duas entradas, dois pratos principais e duas sobremesas para a avaliação dos jurados. Para cada fase do cardápio preparado por eles, os finalistas teriam 1 hora para desenvolverem as duas receitas da rodada.

Na prova das entradas, Pablo preparou uma receita de nhoque de patê de fígado de frango e batata-doce com consomê de ameixa e outra de mexilhão sobre creme de agrião com bacon e capuchinha. O chef mineiro não conseguiu acertar o ponto do nhoque, que ficou muito mole, mas acertou em cheio no mexilhão e ganhou muitos elogios dos chefs.

Francisco serviu linguiça de camarão com feijão verde e espuma de pupunha e Foie Gras soutê com abóbora no missô e folhas de mostarda. Assim como Pablo, o "Paizão" não foi bem no preparo de um dos pratos. O Foie Gras não agradou, mas a linguiça de camarão surpreendeu os jurados.



Sem ninguém abrir vantagem na primeira prova, os dois finalistas foram para a segunda etapa do menu: o prato principal. Francisco fez uma vitela grelhada ao molho de morilles com batata pont-neuf e robalo grelhado com três texturas de couve-flor e pistache. Pablo apostou em uma receita de truta recheada de castanhas com carpaccio de pupunha, panes e ovas de salmão e um blanquette de língua com cenourinha glaceada e pistache. A desvantagem que os dois tiveram na fase anterior não os abateu. Os chefs elogiaram os pratos dos dois participantes e deram a entender que ambos estavam no mesmo nível.



Após o equilíbrio nas primeiras etapas, os finalistas deveriam preparar duas sobremesas para fechar o menu. Foi neste momento que o talento dos chefs se aflorou mais. Já cansados e pressionados, os dois competidores mostraram que mereceram chegar na final.

Pablo preparou uma bela releitura da sobremesa mineira Romeu e Julieta ao fazer sorvete de goiaba recheado de goiaba e gergelim com creme de amêndoa e surpreendeu ao criar um exótico sorvete de pão na chapa com espuma de doce de leite e telha de café.

Francisco também explorou a culinária brasileira e apresentou duas sobremesas bonitas: abacaxi assado com creme de mascarpone e biscoito amaretto italiano e mousse de chocolate amargo com caju, espuma e gelatina de cachaça. As sobremesas dos finalistas encantaram os jurados, mas era nítido que Pablo havia desequilibrado ao surpreender os chefs.



Ao termino das avaliações, Ana Paula Padrão recebeu dos jurados um envelope com a pontuação dos dois finalistas. Após explicar o critério de avaliação do programa, a apresentadora anunciou que por uma diferença de 21 pontos, Pablo era o chef campeão da segunda edição do MasterChef Profissionais.



Temporada Memorável

A segunda temporada do MasterChef Profissionais começou com muitas desconfianças por conta do desgaste natural da atração, mas surpreendeu no decorrer dos episódios. Com um elenco repleto de bons personagens, provas novas e dificuldade maior, o programa mostrou que ainda tem "lenha para queimar" e pode oferecer entretenimento de qualidade para o telespectador.

A atração mostrou que também é sucesso no Youtube. Na plataforma de vídeos, cada episódio desta temporada de MasterChef Profissionais ultrapassa a marca de 5 milhões de visualizações, o que mostra a força do reality culinário da Band junto ao público.

Apesar de todo sucesso de público, critica e comercial que a atração tem, a Band ainda precisa ter muito cuidado com o desgaste do programa. A emissora do Morumbi parece explorar o máximo que pode da atração e isso acaba cansando o telespectador e virando motivo de piada.

Em 2018, serão mais duas versões do programa, que chegará a nona temporada em apenas quatro anos. Esta edição do MasterChef Profissionais foi um sucesso, mas criou uma responsabilidade enorme para a emissora no próximo ano. É torcer para que o sucesso se repita e o desgaste seja o menor possível.

Leia também: O programa que prendeu centenas de criminosos: relembre as duas versões do Linha Direta

Leia também: Record TV prepara retrospectivas, shows, filmes e documentário para o fim de ano; confira programação




commentDeixe sua opinião
menu