Além de vilão "católico", sinopse de Apocalipse prevê androide e críticas a "festa" em culto evangélico



A história de Apocalipse, que a Record estreou na última terça-feira (21), será contada em três fases. Folhetim de Vivian de Oliveira, inspirado no livro bíblico de mesmo nome, Apocalipse terá seu vilão, Ricardo Montana (Sérgio Marone), alçado ao posto de Secretário Geral da Confederação das Nações, responsável pela assinatura de um acordo de paz entre Israel e os países árabes.

Uma ação aparentemente apaziguadora que esconde o maligno plano de Ricardo de dominar o mundo, com o auxílio do mentor Stefano (Flávio Galvão) - que muito se assemelha aos sacerdotes da Igreja Católica. Uma versão reduzida da sinopse, divulgada hoje (23) pela Record e reproduzida abaixo, prevê ainda uma crítica a cultos evangélicos considerados "festivos", corrente já criticada pela Record em jornalísticos e contrária ao posicionamento da Igreja Universal, de Edir Macedo, também proprietário da emissora.



Do paraíso ao inferno
Primeira fase, de 1987 a 1989

As férias da família Gudman num resort luxuoso da Ásia se transformam numa grande tragédia. Um tsunami provoca a morte dos pais dos irmãos judeus Alan (Maurício Pitanga) e Uri Gudman (Phelipe Gomes) - cenas vistas no primeiro capítulo. Em Jerusalém, onde vão para sepultar os pais, são confortados pelos tios Oziel (Castrinho) e Marta (Beth Zalcman) e o primo Saulo (Guilherme Hamacek). Lá eles também conhecem a família Koheg: Gideon (Henri Pagnocelli), Tamar (Jussara Freire) e as filhas Hanna (Brendha Haddad) e Débora (Manuela do Monte) - que não vê a hora de ir para Nova York estudar e viver sua liberdade longe da família de judeus ortodoxos e do noivo prometido, Saulo.

Débora vai estudar na mesma universidade de Alan e se encanta pelo sedutor milionário italiano Adriano Montana (Felipe Cunha), colega dos dois. Alan começa a namorar a brasileira Susana Aisen (Carolina Oliveira), melhor amiga de Débora, e o quarteto torna-se inseparável. Apaixonada, Débora se entrega a Adriano e engravida. De volta a Jerusalém para as férias, acaba sendo expulsa de casa pelos pais. Desesperada, Débora parte para Roma certa de que será acolhida pelo homem que ama, mas é rechaçada por Adriano, que não quer saber de compromisso, e sua mãe, Verônica (Selma Egrei), que deseja ver aquela aventureira longe do filho.

Logo Débora ganha a proteção de Stefano Nicolazi (Flávio Galvão), o sacerdote da Igreja Sagrada Luz, muito influente na família Montana, e consegue o que mais queria: forçar Adriano a se casar. Mas este promete que o casamento será apenas de fachada. Quando seu filho Ricardo nasce, ela usa o menino para manipular o sogro, Giancarlo (Tonio Carvalho), e acaba ganhando sua amizade. Ricardo crescerá cercado de mimos e instruído por Stefano, que tem a certeza de que a criança está destinada a uma vida de grandeza e poder.

Em Nova York, Alan Gudman e Susana Aisen também decidem se casar e seguem cada vez mais unidos e apaixonados. A felicidade se completa com o nascimento de Benjamin - o nosso herói. Em Jerusalém, Hanna acaba se casando com o ex-noivo da irmã, Saulo, e sofrerá muito por não conseguir ter filhos.

No Rio de Janeiro, o jovem Oswaldo Santero (Gabriel Reif) sai da prisão, onde ficou por seis anos e acabou se convertendo. Homem de fé, não sossegará até encontrar seu filho Tiago, que nasceu de um relacionamento passado, com Sandra (Cacau Mello). Depois de muita batalha, Oswaldo consegue um emprego com Ruben (Norival Rizzo) e Lia Aisen (Lucinha Lins), pais de Susana e donos de um hospital. Lá ele conhece Letícia (Juliana Xavier), o grande amor de sua vida, com quem se casará e terá a linda Zoe, nossa heroína, que é consagrada ao Senhor pelos pais ainda bebê e cresce cercada de carinho. Oswaldo é filho de Teresa Santero (Joana Fomm), mulher batalhadora e de muita fé, cujo maior sonho é reencontrar o outro filho, Felipe (Miguel Roncato), que imigrou ilegalmente para os EUA. A pequena e doce Raquel (Melissa Nóbrega) completa a família.

Na mesma época, o Rio é assombrado por um serial killer, que aterroriza a todos com seus crimes recheados de significados ocultos. O caso é desvendado pela dupla de detetives Guido Fontes (Cleiton Moraes) e Luis Sardes (Marcelo Argenta). Mas a investigação acaba custando a vida de Sardes, pai do menino César (César Borges), que no futuro seguirá a mesma profissão do pai.



Sinais dos tempos
Segunda fase, de 1996 a 2001

Benjamin (Pedrinho Melo) e Zoe (Gabriela Saraivah) têm suas vidas entrelaçadas ainda na infância, quando o menino, que mora em Nova York, vai passar férias na casa dos avós, Ruben e Lia, onde trabalham Teresa e Oswaldo (agora Marcos Winter). As duas crianças brincam e se divertem juntas e, desde cedo, se percebe a sintonia e o carinho que existe entre eles. Lia, apaixonada pela inventividade do neto, sofre com o Alzheimer precoce e sua morte é um baque para todos. Zoe também perde a avó logo depois que Felipe (agora Jandir Ferrari) volta ao Brasil em coma - ao fugir da polícia de imigração, ele sofre um acidente e é repatriado junto com a mulher, Sabrina (Laura Kuczynsk / Flávia Monteiro), e o filho, André (Kadu Schons). Oswaldo resgata Tiago das drogas e mostra como o caminho da fé faz milagres. Tiago se converte e vai estudar medicina.

Ricardo (Luiz Eduardo Toledo) e Benjamin também ficam amigos durante uma visita que Adriano (agora Eduardo Lago) e Débora (agora Bia Seidl) fazem aos amigos Susana (Mônica Torres) e Alan (Eduardo Galvão) no Rio de Janeiro, onde um acidente quase mata Benjamin.

O casamento de Débora e Adriano continua frio e marcado pelas traições do marido, as quais ela tolera, mas dá o troco através do filho. O velho Giancarlo tem loucura por Ricardo e, ao morrer, manipulado por Débora e Stefano, deixa tudo para Ricardo, para desespero de Adriano, que será obrigado a se curvar à esposa que detesta. Em Jerusalém, Gideon e Tamar, que sempre sentiram a "perda" de Débora e nunca mais a viram, são compensados com a chegada do temporão Noah. Para Hanna, ver a mãe ter um filho depois dos 40 anos torna a sua luta para engravidar ainda mais dolorosa.



Enigmas e o fim do mundo...
Terceira fase, 2017

No Rio de Janeiro, um outro serial killer imita os crimes do primeiro, agora com uma assinatura: Samael. César Sardes (Fernando Pavão), detetive da equipe do delegado Guido Fontes (Roberto Birindelli), lidera as investigações, obstinado para desvendar o mistério deste novo assassino que se inspirou no homem que matou seu pai. César casou-se com Raquel (agora Juliana Silveira), agora uma enfermeira dedicada e trabalhadora. O amor dos dois será perturbado pela personalidade complicada de César, mas Raquel sempre enfrenta com muita paciência e fé as alterações de humor do marido. Os filhos Guto (Rony Kriwat) e Lorena (Isabela Koppel) também sofrem com a distância do pai.

Reencontramos Ricardo Montana (agora Sérgio Marone) como um homem de negócios brilhante, agressivo e empreendedor. Está prestes a lançar, num grande evento em Nova York, seu projeto mais fascinante e dispendioso: a Cidade do Futuro, uma comunidade urbana com tudo que o dinheiro pode bancar: autossustentável, futurista, tecnológica, à prova das intempéries mais brutais. No grandioso lançamento, Benjamin (agora Igor Rickli), que se tornou um gênio da robótica, e Zoe (agora Juliana Knust) - agora uma repórter de televisão - se reencontram e o amor de infância explode novamente.

Benjamin mantém uma startup no loft onde mora, em Chelsea, Manhattan: a Gudman. Lá, ele trabalha com seus colaboradores e parceiros brilhantes, André (agora Sidney Sampaio) - o filho de Felipe e Sabrina - e Brenda (Pérola Faria). Juntos, num clima descontraído, mas produtivo, eles desenvolvem tecnologias e inovações.

Vivendo entre Roma e Nova York, o sedutor e solitário Ricardo só tem um objetivo: conquistar o mundo através de seus grandiosos projetos de paz - mesmo que para isso tenha que usar a força. Ricardo tentará convencer o idealista Benjamin a aceitar uma parceria para financiar seus projetos de inteligência artificial. Quando Benjamin se recusa, Ricardo encontrará outros meios para conseguir os projetos que deseja - como a hiper realista androide Melina (Thaís Melchior). Um dos projetos de Benjamin, uma tatuagem inteligente capaz de armazenar milhares de dados, será usado contra a sua vontade como a marca da Besta, com a qual o anticristo controlará o mundo.



O início do fim

A mãe de Benjamin, Susana, agora é uma epidemiologista que comanda um laboratório de pesquisas em Nova York junto com as cientistas Monique Filadélfia (Thaís Pacholek) e Tiatira Abdul (Carla Marins) - esta, amiga de Hanna quando ambas serviram o exército em Israel (então Yana Sardenberg). Susana apoia o idealismo do filho, às vezes entrando em conflito com Alan por causa disso, e tem conflitos com a filha mais nova, Isabela (Paloma Bernardi), cujo sonho é trabalhar como arqueóloga em Israel. Isabela e Benjamin são muito próximos, e esta ligação será explorado futuramente por Ricardo.

Já Estela (Lisandra Souto), irmã mais nova de Susana, é casada com Henrique Peixoto (Sandro Rocha), atual administrador do Hospital Aisen, no Rio. Inescrupuloso, Henrique vive traindo a mulher e desviando dinheiro do hospital. Os filhos adolescentes Talita (Laís Pinho) e Bruno (Bruno Guedes) são praticamente criados pela funcionária da casa, Esmirna (Adriana Londoño), uma mulher bondosa cujo marido enlouqueceu e vive nas ruas anunciando o fim dos tempos - Tião de Deus (Adriano Garib). Mãe de Robinson (Bruno Daltro) e Wallace (Paulo Vilela), ela faz de tudo para colocar seus filhos no caminho certo.

Na vila onde moram alguns de nossos personagens, Jonas (Murilo Grossi) assumiu a igreja que era de seu irmão, o pastor Ezequiel (Zé Carlos Machado). Disposto a dar uma modernizada, apostou no lado mais festivo do culto e se afastou da fé genuína. A volta repentina de Ezequiel colocará sua forma de agir em cheque. Para Ezequiel a missão de um pastor é salvar almas. Uma delas será Alice (Thuany Parente), filha de Jonas, que canta escondida em um bar e mente muito para não decepcionar a família. Ela também engana o namorado, Tiago (agora Rafael Sardão), que se tornou médico e não faz ideia da vida dupla que sua amada leva.



O arrebatamento

Num dia como outro qualquer, uma parte das pessoas desaparece inexplicavelmente, incluindo todas as crianças menores de 12 anos. O caos e o desespero se instalam em todo o mundo. Na verdade, trata-se do Arrebatamento, o primeiro evento do Apocalipse, quando Deus retira todos os verdadeiramente cristãos da Terra.

Zoe fica extremamente abalada ao perceber que toda a sua família se foi e logo se convence de que tudo aquilo se trata mesmo do Arrebatamento. Benjamin, ateu por convicção, rejeita a ideia com veemência. Mesmo com visões opostas, nossos heróis vivem um romance intenso neste momento conturbado da história da humanidade. Enquanto isso, novas teorias de conspiração surgem nas mídias sociais e seitas malucas se multiplicam.

É neste momento de fragilidade da humanidade que o carismático Ricardo Montana assume o cargo de Secretário Geral da Confederação das Nações e conquista o mundo com seu discurso de paz. Ele defende o diálogo inter-religioso e a convivência entre credos diferentes para pôr fim à intolerância. Trabalha num inédito tratado de paz entre Israel e os países árabes e, para solucionar a crise econômica, implementa um programa de micro crédito sem juros, aliando-se aos líderes das dez maiores corporações globais.

Logo após o Arrebatamento, tem início o período da Tribulação, com a abertura dos sete selos do livro de Deus. Cada selo representa um evento ou uma série de eventos catastróficos. Explode a Terceira Guerra Mundial, seguida por fome, peste, terremotos e outros desastres naturais.



A falsa paz

O tratado de paz entre Israel e os países árabes, liderado por Ricardo, é um sucesso. Os judeus finalmente conseguem aquilo que desejam há séculos: construir o Terceiro Templo em Jerusalém. Judeus do mundo todo correm para oferecer sacrifícios a Deus no novo templo e o mundo parece caminhar para um longo período de paz.

Neste meio tempo, duas testemunhas são enviadas por Deus para profetizar e anunciar o verdadeiro Messias. Os profetas do Antigo Testamento Moisés e Elias descem dos céus em Jerusalém para pregar o Evangelho.

Junto com a chegada de Moisés e Elias, 144 mil judeus também serão selados com a marca de Deus e, assim, poderão pregar a palavra e converter milhares de pessoas, no maior avivamento de todos os tempos. Ricardo, sempre com a cumplicidade de Stefano, finge apoiar as pregações dos profetas, mas trama em segredo seu assassinato.

A verdade é que, por trás da imagem de líder mundial da paz, Ricardo deseja dominar o mundo mesmo que seja necessário usar a guerra. Três de seus aliados descobrem seus negócios escusos e desejam romper o acordo de paz. Ricardo, enfurecido, manda matar os três e avisa aos outros sete que fará o mesmo com eles, caso não seja obedecido. Os aliados resolvem então declarar guerra a Ricardo, que aceita o desafio e monta seu exército, sempre com o discurso de que faz isso para manter a paz no mundo.

Nesta guerra, Ricardo será ferido e dado como morto. É quando Satanás envia um demônio para possuir seu corpo e fingir que o ressuscita. Durante o enterro glorioso de chefe de estado, Ricardo "ressuscita", e o mundo recebe com louvor este "milagre". Daqui para a frente, transformado na Besta do Apocalipse, Ricardo declara guerra a todos os que não o adorarem como Deus - sempre ajudado pelo sacerdote Stefano, que se transforma no Falso Profeta e promove a adoração de Ricardo em todo o mundo.



Os santos da Resistência

Aos poucos Benjamin vai se convencendo de que Zoe está certa em relação ao Arrebatamento dos cristãos. Com a ascensão do Anticristo ao poder, o casal, ao lado de outros personagens, forma um grupo autointitulado "Os santos da Resistência". Sabem que estão lutando contra o próprio Satanás e que os que não se converterem até a segunda vinda de Jesus sofrerão a condenação eterna. Certos de sua missão, os santos começam a arregimentar o máximo de pessoas que conseguem. Mas também serão perseguidos pelos seguidores de Ricardo, juntamente com outros cristãos, e muitos serão mortos pelos adoradores da besta. Neste contexto, Benjamin, Zoe e outros heróis da resistência viverão como nômades foragidos.

A segunda vinda de Jesus

Logo Ricardo rompe de vez com Israel e invade Jerusalém, destruindo tudo o que encontra pela frente, até sentar-se no trono do Terceiro Templo, profanando o santuário e ordenando a todos que o adorem como único deus. Ele institui uma moeda única e obriga todos os habitantes da Terra a se deixarem marcar com o número 666. Ninguém conseguirá comprar, vender ou comer se não tiver o número. Os que se recusam são mortos e perseguidos.

A guerra entre o bem e o mal continua e, liderados pela Besta, exércitos de todas as nações se unem a Ricardo e atacam Jerusalém. A cidade é destruída e saqueada. Ricardo segue com seus aliados para o vale do Armagedom, a fim de combater Jesus, que finalmente desce à Terra com seu exército de anjos.

Durante todo o período de tribulação, pós-arrebatamento, mostraremos nossos personagens em ação. Cientistas, religiosos de várias vertentes, ateus, jornalistas, empresários, hackers, médicos, policiais, entre tantos outros, lutando por suas vidas e por suas almas. Todos eles terão suas histórias impactadas e cheias de reviravoltas. Serão momentos de fé, esperança, dor, tristeza, angústia, onde veremos o melhor e o pior do ser humano. Tempos de guerra em que muitos terão paz, sustentados pela promessa da vida eterna. Tempos de união, de amor, de irmandade, de avivamento jamais visto. Tempos também em que serão aflorados a ganância do homem, a inveja e a sede pelo poder. Mas, no final de tudo, vencerão aqueles que vivem pela fé, não pelo que veem, não pelo que sentem e nem pelas circunstâncias.

Leia também: A história na TV de Elizabeth Savala, aniversariante do dia

Leia também: Próxima supersérie da Globo, Onde Nascem os Fortes grava no interior da Paraíba; confira galeria




commentDeixe sua opinião
menu