Globo, Som Livre e Spotify criam ferramenta com playlists de personagens clássicos



Quais as preferências musicais de Carminha (Adriana Esteves), a vilã de Avenida Brasil (2012)? Seria a viúva Porcina (Regina Duarte), de Roque Santeiro (1985), fã do movimento "feminejo"? O Crô (Marcelo Serrado), de Fina Estampa (2011), prefere divas nacionais ou internacionais?



A Globo, a Som Livre o Spotify desenvolveram uma ferramenta que alinha o gosto musical de 27 personagens inesquecíveis de nossas novelas ao perfil dos noveleiros que costumam se deleitar com a plataforma de música digital via streaming.

Para saber se você está mais afinado com as gêmeas Ruth e Raquel (Glória Pires) ou com o escultor Tonho da Lua (Marcos Frota), figuras icônicas de Mulheres de Areia (1993), basta acessar o link http://bitly.com/NoveleirosNoSpotify. O Spotify vai cruzar os hábitos de escuta do usuário com os perfis, em uma curadoria feita com a Som Livre, braço fonográfico da Globo. O resultado pode ser compartilhado no Facebook e no Twitter.

Dentre os hits, destaque para 'Is That For Me', parceria de Anitta e Alesso que embala Félix (Mateus Solano), de Amor à Vida (2013); 'Corpo Sensual', hit que define a "raposa felpuda" Nazaré (Renata Sorrah), de Senhora do Destino (2004). Ainda, o axé de Ivete Sangalo e Olodum, que embala Tieta (Betty Faria), da trama de 1989 atualmente em exibição no VIVA; o pop rock dos anos 1980 e 1990, temas preferidos de Natasha (Cláudia Ohana), de Vamp (1991); e os clássicos de Tina Turner, de quem Tina Pepper (Regina Casé), de Cambalacho (1986), era devota.

Leia também: É preciso tomar mais cuidado com as trilhas sonoras das novelas

Leia também: Reedição de Água Viva, jovens talentos e audiência em alta: os bastidores de Marina




commentDeixe sua opinião
menu