Trilha da semana: modernidade e temas de cinema em Fera Radical Internacional



Sempre foi muito comum no Brasil a tática de colocar músicas internacionais que eram temas de filmes nas trilhas sonoras de novelas, o que pode ser muito bom para a venda da trilha e não tão bom para os telespectadores, pois quando o filme emplaca e entra no imaginário do público, a música perde a representação dentro do folhetim. Tema bom é aquele que a gente ouve e remete imediatamente a um personagem.



Na trilha internacional de Fera Radical, Sérgio Motta, responsável pela seleção de repertório, pescou não um, mas dois temas de filmes para embalarem as histórias da novela de Walther Negrão. Depois de uma trilha nacional recheada de hits pop contemporâneos, as canções internacionais foram muito bem vindas e inseridas no disco que saiu em julho de 1988, com o macho-alfa da novela, José Mayer, na capa. Aliás, seu personagem Fernando era tão machista e xucro que, hoje em dia, com certeza sofreria sérias represálias nas redes sociais.

Ah, que tempo bom que não volta mais, aquele em que a trilha internacional dava as caras na novela por volta do capítulo 100... Mesmo marcante para quem assistiu a trama, essa trilha não é uma unanimidade entre os colecionadores. Muita gente torce o nariz para esse disco que vendeu pouco menos que a trilha nacional da novela.



O primeiro tema de filme a dar as caras é 'She's like the wind', composta e interpretada por Patrick Swayze, que estrelou um ano antes o sucesso Dirty Dancing - Ritmo quente, que marcou a década, assim como Flashdance - Em ritmo de embalo, de 1983. Os dois filmes uniam romance e dança, e fizeram suspirar toda uma geração de apaixonados. Patrick fazia um dueto com a cantora Wendy Fraser no refrão da música que serviu de tema para Ana Paula (Cláudia Abreu), em Fera Radical. Vale lembrar que da trilha de Dirty Dancing, saiu outra música ainda mais marcante direto para uma trama brasileira. '(I've Had) The time of my life' com Bill Medley e Jennifer Warnes, fez parte da trilha de Sassaricando, também em 1988.

O filme Tokyo Pop tinha a música como tema principal e contava a história da garota americana Wendy Reed, que viaja para o Japão, onde conhece e se apaixona por Hiro, líder de uma banda pop mal sucedida. Os dois alcançam o sucesso quando Wendy se torna a vocalista da banda, enquanto vivem sua história de amor. Os atores protagonistas Carrie Hamilton e Yutaka Takodoro interpretavam a música '(You make me feel like a) Natural woman', que saiu do filme para a trilha internacional de Fera Radical. A música era uma regravação de um dos primeiros singles de sucesso da cantora americana de R&B, soul e gospel Aretha Franklin, e foi composta por Gerry Goffin, Carole King e Jerry Wexler. Nos anos 90, a canção ganhou a voz de Mary J. Blige e foi tema da esquecida Quem é Você, novela de Ivani Ribeiro e Solange Castro Neves. A versão de 1988 embalou o romance do casal principal Cláudia (Malu Mader) e Fernando.

Como tema de ação de Cláudia, sai 'A Cura' com Lulu Santos, e entra 'Lessons in Love', com a banda inglesa de música pop Level 42. Tendo o competente Mark King como vocalista e baixista, a banda já vendeu mais de 30 milhões de cópias pelo mundo, e voltou à ativa em 2001, depois de uma separação em 1994. O álbum mais marcante da carreira deles é exatamente Running in the family, lançado em 1987, de onde saiu a música pra trilha da novela. 'Lessons in Love' chegou ao terceiro lugar nas paradas do Reino Unido.



O tema internacional do outro casal principal da novela, Marília (Carla Camurati) e Heitor (Thales Pan Chacon), ficou a cargo de Michael Bolton com a chorosa 'That's what love is all about', na época em que o cantor americano explodia no mundo todo com suas baladas românticas. A canção fez parte do seu quinto álbum, The Hunger, lançado em 1987.

Seguindo a linha romântica, o lado B abria com 'Love change everything', do duo inglês Climie Fisher, uma das mais agradáveis da trilha. O compositor Simon Climie fez a música com a intenção de que Rod Stewart gravasse. Com a recusa, Climie guardou a canção para gravá-la em parceria com Rob Fisher. Eles se conheceram nos estúdios Abbey Road e formaram uma dupla de música pop em 1987. A música não emplacou num primeiro momento, e só estourou um ano depois quando ganhou um remix de Bob Clearmountain; aí sim atingiu o segundo lugar das paradas no Reino Unido. Em Fera Radical, serviu de tema para o irresponsável Rafael Flores (George Otto).

Em 1987, a cantora de dance-pop Taylor Dane estava escolhendo repertório para seu primeiro disco quando chegou até ela a música 'Tell it to my heart', que havia sido gravada sem sucesso no início do ano pela canadense Louisa Florio. Taylor sentiu uma identificação imediata com a música e resolveu gravá-la. O single lançado fez tanto sucesso que a cantora teve seis semanas para concluir seu primeiro disco, e garantiu a ela a indicação ao Grammy como Melhor Vocal Pop Feminino em 1988. 'Tell it to my heart' se tornou tema geral na novela.

Quem fazia bonito também no final dos anos 80 era a cantora e compositora polonesa Barbara Trzetrzelewska, mais conhecida como Basia. Seu álbum de estreia Time and Tide, lançado em 1987, superou a venda de um milhão de cópias nos Estados Unidos. Nele estava presente a música 'Promises', tema de Paxá (Tato Gabus Mendes) em "Fera Radical", que tem um quê de música brasileira. Basia sempre foi apaixonada por nossos ritmos, mais especificamente, o samba e a bossa nova.



O tema romântico mais bonito e um dos mais lembrados da trilha é 'Special Way' com o grupo de R&B e soul Kool and the Gang. A primeira música internacional a dar as caras na novela faz parte de Forever, 17º álbum de estúdio do grupo, que começou sua trajetória em 1964 nos Estados Unidos. Funcionou muito bem como tema da personagem Vic, interpretada pela saudosa atriz Cláudia Magno. 'Special Way' é uma das figurinhas carimbadas de qualquer programa de rádio que se preze e que toque flashbacks.

O lado dançante da trilha fica por conta de Billy Ocean. A Tônia (Imani Hakim), irmã do Chris (Tyler James Williams) que todo mundo odeia, deu like nesta trilha! 'Get outta my dreams, get into my car' foi o primeiro single do disco Tear Down These Walls, oitavo álbum da carreira do cantor pop nascido em Trinidad e Tobago, que, dizem por aí, inspirou o "moonwalk" de Michael Jackson!

Outra canção dançante da trilha é de uma banda britânica que estava passando uma crise de criatividade no início da carreira. Living in a Box era o nome da banda, do single e do primeiro disco. Tendo como vocalista Richard Darbyshire, a banda fazia uma sonoridade típica da década de 80, com sintetizador e tudo, e fez dessa música seu maior sucesso comercial. Acabou em 1990, antes que pudessem lançar um terceiro álbum. O desconhecido Star também aparece na trilha com o soul 'Watch your step'. A música foi lançada num compacto em 1988 por uma gravadora nova iorquina de hip hop.

Fechando a trilha, 'Mary's Prayer', single do primeiro disco do grupo pop escocês Danny Wilson, que emplacou essa canção no verão na América em 1987. Quando o grupo terminou pela primeira vez, em 1991, o integrante Gary Clark se tornou um compositor de sucesso trabalhando com artistas como Natalie Imbruglia, Nick Carter e Melanie C.

Os picolés de chuchu que fecham esse texto e fazem a trilha internacional de Fera Radical perder um pouco do fôlego, são 'Just a little love' com o cantor alemão Rainier Hoeglmeier; e 'Magic Emotions', com Joel Paul Drade, tema de Altino (Paulo Goulart) e Marta (Laura Cardoso).

Confira outras curiosidades desta trilha em "A história do álbum: Fera Radical Internacional", no canal Vinilteca.

Leia também: A semana em Fera Radical: Fernando é atingido por um tiro durante briga com Vitor

Leia também: Globo extingue Estrelas em 2018; Angélica prepara novo programa




commentDeixe sua opinião
menu