Assim como A Força do Querer, 6 capítulos de novelas das 21h que pararam o país num 29 de agosto



Ontem, 29 de agosto de 2017, a Globo exibiu em A Força do Querer, sua novela das 21h, aquela que, talvez, seja a cena mais emblemática da teledramaturgia brasileira neste ano: Ivana (Carol Duarte) revelou ser transgênero à família. A sequência registrou alta audiência, repercutiu nas redes sociais e ainda reverbera nas ruas. A data foi escolhida ao acaso, mas o TV História tratou de mergulhar nas pesquisas e encontrar outros capítulos de tramas do horário mais nobre - antes chamado "das 20h" - tão "bombantes" quanto o exibido ontem.



Foi em 29 de agosto de 1979 que a cidade de Pilar acompanhou o cortejo do irmão gêmeo de Paloma (Dina Sfat), Fred (também Dina). O rapaz, em coma após uma cirurgia no cérebro, faleceu em decorrência de um gesto extremando da irmã: angustiada com o estado dele, Paloma desligou um aparelho que o mantinha vivo. As implicações deste gesto conduziram a trama de Os Gigantes, talvez a mais controversa dentre todas as novelas das 20h.



Na sexta-feira, 29 de agosto de 1986, Rezende (Paulo José) cumpriu a ameaça que fizera desde o primeiro capítulo de Roda de Fogo, exibido naquela segunda, 25: entregar ao incorruptível juiz Labanca (Paulo Goulart) documentos que comprometiam a imagem ilibada do império financeiro de Renato Villar (Tarcísio Meira). O empresário com pretensões políticas acionou o plano de execução, que eliminou Rezende no bloco seguinte - aparentemente um acidente doméstico no qual o delator, bêbado, se afogou na piscina. O capítulo 5 da trama de Lauro César Muniz chegou ao fim com Renato recebendo em sua festa de aniversário o tal juiz, então o inimigo a ser neutralizado, e Lúcia (Bruna Lombardi), a paixão que o arrebatou.



Durante boa parte da narrativa de Rainha da Sucata, dona Armênia (Aracy Balabanian) prometeu colocar a "predinha" da "Maria da Carmo" (Regina Duarte) "na chón". Pois foi no final do capítulo exibido em 29 de agosto de 1990 que a mãe das três "filhinhas" autorizou a implosão do edifício Sucata. Contudo, a filha do português Onofre (Lima Duarte) não se abateu: no dia seguinte, retomou o velho ofício do pai, passando a recolher ferro-velho na ruas.



Márcia (Malu Mader) enfim concretizou a vingança que empreendera contra Felipe Barreto (Antonio Fagundes), O Dono do Mundo. No capítulo de 29 de agosto de 1991, o cirurgião plástico perde seu registro profissional e é condenado a cinco meses de prisão, em regime aberto, por ter operado clandestinamente o bandido Ladislau (Tuca Andrada). A mocinha, desvirginada pelo escroque durante sua lua de mel com Walter (Tadeu Aguiar), o procurou no dia seguinte para deixa-lo a par de todas as atitudes que tomou para fazê-lo descer cada degrau em direção à lama.



Em 29 de agosto de 2008, Donatela (Cláudia Raia) "morreu". Na verdade, a mocinha de A Favorita fugiu da cadeia durante um incêndio que, supostamente, vitimou Diva (Giulia Gam). O corpo carbonizado encontrado na cela foi identificado como sendo o de Donatela; e enquanto isso, Diva gozava de boa saúde, em perfeito estado, escondida no porão da organização criminosa que comandava.



João Emanuel Carneiro preparou outro gancho bombástico para o capítulo de 29 de agosto de 2012 de Avenida Brasil: ao tomar conhecimento do casamento simbólico de Nina (Débora Falabella) e Jorginho (Cauã Reymond), no lixão de Mãe Lucinda (Vera Holtz), Carminha (Adriana Esteves) se preparou para atrapalhar a festa. E quase conseguiu - num dos momentos mais marcantes do último grande sucesso das 21h antes da arrebatadora A Força do Querer.

Leia também: Com transição de Ivana, A Força do Querer escancara poder da novela de conscientizar e emocionar

Leia também: Reprise precoce de Os Dez Mandamentos desgasta novela e prejudica grade da Record




commentDeixe sua opinião
menu