Série da Globo, Supermax concorre em duas categorias de premiação da Coreia do Sul



Exibida pela Globo entre setembro e dezembro do ano passado, Supermax agora é finalista do Seoul Drama Awards, premiação da Coreia do Sul voltada para as melhores produções para a televisão mundo afora.



A produção concorre em duas categorias: melhor série e melhor autor - José Alvarenga Jr. (também diretor), Marçal Aquino e Fernando Bonassi responderam pela criação; Bráulio Mantovani, Carolina Kotscho, Denisson Ramalho, Fernando Bonassi e Raphael Draccon cuidaram do roteiro.

Supermax uniu drama, suspense e terror para contar a história de 12 participantes de um reality show em um presídio desativado no coração da Floresta Amazônica. Em meio à disputa, os confinados perdem contato com a produção, enquanto estranhos fenômenos começaram a acontecer dentro da estrutura.

Mariana Ximenes, Cléo Pires, Erom Cordeiro, Rui Ricardo Diaz, Bruno Belarmino, Ravel Andrade, Nicolas Trevijano, Ademir Emboava, Maria Clara Spinelli, Fabiana Gugli, Mario César Camargo e Vania de Brito compunham o elenco, que contou ainda com uma participação de Pedro Bial. Com audiência aquém das expectativas aqui no Brasil, a série ganhou uma versão internacional exibida em países como México, Argentina, Espanha e Uruguai.

A premiação, concedida anualmente pelo Seoul Drama Organizing Committee, acontece em setembro, em Seul. A Globo já concorreu outras duas vezes ao troféu: em 2007, com o remake de Sinhá Moça entre os finalistas da categoria Melhor Obra Dramática, e em 2011, com Passione.

Leia também: A semana em A Força do Querer: carro de Jeiza é atingido por tiro de fuzil

Leia também: A semana em Pega Pega: Dom revela a Cristóvão que ele é seu filho perdido




commentDeixe sua opinião
menu