O Outro Lado do Paraíso terá portadora de nanismo que investe em criação de gado; Globo oferece merchandising



A Globo está oferecendo ao mercado agropecuário espaços para merchandising em O Outro Lado do Paraíso, próxima novela das 21h, com estreia definida para 23 de outubro. Na trama de Walcyr Carrasco, Estela (Juliana Caldas), alvo do preconceito da mãe Sophia (Marieta Severo) por ser portadora de nanismo, irá buscar sua independência financeira investindo na criação de gado.



Enclausurada pela mãe num colégio na Suíça e depois num garimpo de diamantes no Jalapão, Estela aproveitará a solidão para estudar. Culta e inteligente, ela usará seu tino comercial para dar a volta por cima, após sofrer um duro golpe: a descoberta de que seu marido casou-se por interesse. Ela então começa a estudar todos os meandros do agronegócio e suas possibilidades comerciais.

Sabendo que no Tocantins se investe fortemente em pecuária, Estela opta pela criação de gado. É aí que entram as ações de merchandising. No material distribuído aos possíveis anunciantes, a Globo afirma que a personagem poderá conversar com "especialistas", recebendo "conselhos sobre marcas e parcerias" para logo fechar "negócios, conquistando clientes e fornecedores".

A emissora traz dados acerca de sua grande audiência com produtores rurais. Porém, salienta que a trama está em aberto, podendo ser alterada de acordo com a necessidade do autor ou do diretor - André Felipe Binder na direção-geral e Mauro Mendonça Filho na artística. O release distribuído ao mercado não fala em valores, mas especula-se que o investimento de uma ação de merchandising na novela das 21h gire em torno de R$ 2 milhões.

Leia também: Capítulo eletrizante de A Força do Querer "quebra" a internet; confira números do Twitter

Leia também: 18 anos atrás, A Indomada era reexibida em Vale a Pena Ver de Novo; relembre a programação e as novelas neste dia




commentDeixe sua opinião
menu