Cenas do próximo capítulo: Walther Negrão renova com a Globo; escalação de elenco movimenta diretores artísticos



É oficial: para a alegria dos noveleiros, Walther Negrão renovou seu contrato com a Globo! Após um impasse entre as partes, na sequência do término de Sol Nascente, em março, tudo agora está muito bem resolvido. O novo acordo é de prazo longo - algo incomum nestes tempos bicudos de crise. Contudo, ainda há data para Negrão voltar à TV.



O autor, de 76 anos, estreou na emissora em 1969 supervisionando os capítulos de A Cabana do Pai Tomás, de Hedy Maia. Ainda na década de 70, saiu em duas ocasiões, para a Record e para a Tupi. Nos anos 80, ficou conhecido por apagar "incêndios", conduzindo tramas de terceiros, em processo de reestruturação, como As Três Marias (1980) e O Amor é Nosso (1981). Escreveu clássicos como Direito de Amar (1987) e Fera Radical (1988) e a bem-sucedida Flor do Caribe (2013).



Vai-não-vai

Andam intensas as movimentações de diretores artísticos no departamento de elenco da Globo. Todos interessados em escalar nomes de peso para as próximas produções da casa. Jesuíta Barbosa, pretendido para Anos Incríveis (que ocupa a faixa das 19h no segundo semestre de 2018), agora é dado como certo em Onde Nascem os Fortes, próxima supersérie da emissora, a cargo de José Luiz Villamarim. Por sua vez, Jorge Fernando, responsável por 'Anos', levou Cláudia Raia, inicialmente cotada para Deus Salve o Rei, substituta de Pega-Pega, capitaneada por Fabrício Mamberti.

O TV História lista abaixo o elenco escalado para as três tramas até o momento:

- Deus Salve o Rei: Betty Gofman, Bruna Marquezine, Caio Blat, Débora Olivieri, Fernanda Nobre, Flora Diegues, Johnny Massaro, Marco Nanini, Marcos Oliveira, Marcos Pitombo, Marina Moschen, Marina Ruy Barbosa, Monique Alfradique, Pascoal da Conceição, Renato Góes, Ricardo Pereira, Rômulo Estrela, Rosamaria Murtinho, Tatá Werneck, Tarcísio Filho e Walter Breda.

- Onde Nascem os Fortes: Alexandre Nero, Alice Wegmann, Débora Bloch, Fábio Assunção, Gabriel Leone, Irandhir Santos, Jesuíta Barbosa, José Dumont, Lara Tremouroux, Lee Taylor, Pâmela Tomé e Walter Breda.

- Anos Incríveis: Alexandre Borges, Claudia Raia - como uma musa da pornochanchada que abandona a carreira para cuidar da ascensão artística da filha -, Dira Paes, Isabelle Drummond e Rafael Vitti.



Memória

E por falar em musas da pornochanchada, eis uma boa pedida para o Viva: a minissérie Boca do Lixo, escrita por Silvio de Abreu e dirigida por Roberto Talma. Cláudia Toledo (Sílvia Pfeifer), ex-estrela do cinema nacional, se casa com Henrique Ribeiro (Reginaldo Faria). E logo depois se apaixona pelo empreiteiro de uma obra do esposo, Tomás (Alexandre Frota). Com o amante, ela articula a morte de Henrique, sem imaginar que está sendo alvo de uma intricada armação.



Em pauta

Raquel (Erika Januza), tal e qual sua melhor amiga Clara (Bianca Bin), vai padecer nas mãos da sogra em O Outro Lado do Paraíso, próxima novela das 21h. Através da personagem, Walcyr Carrasco pretende abordar o preconceito racial, já visto em outras tramas de sua autoria, como Caras e Bocas (2009). A empregada doméstica - que com tal ofício banca seus estudos - namora Bruno (Caio Paduan), para desespero da família dele: os pais Gustavo (Luis Mello) e Nádia (Eliane Giardini) e o irmão Diego (Arthur Aguiar).

Batismo

Tem dois títulos provisórios a novela que Duca Rachid e Thelma Guedes preparam para o horário das 18h: Sal da Terra e Travessia. O folhetim terá uma primeira fase em 2015; depois, se fixa no segundo semestre de 2018. E falando em elenco, o processo de escalação só terá início após a entrega do segundo bloco de capítulos, em breve.

Literatura

A Globo vai adaptar o livro Um Defeito de Cor, lançado em 2006, escrito por Ana Maria Gonçalves. É a história de vida de uma mulher trazida da África como escrava, que consegue comprar sua alforria e faz o caminho de volta à procura do filho perdido. Estima-se que a estreia se dê em 2018.

Tecnologia

E a próxima novela da Record, Apocalipse abordará a figura do hater, espécie de "vilão" da internet que vive de pichar pessoas e empresas, protegido pelo anonimato que a tela do computador oferece. Três viagens internacionais estão no roteiro da produção - Estados Unidos, Israel e Itália -, que terá um prólogo na década de 80, que justificará os acontecimentos apocalípticos da fase definitiva.

Com informações dos jornalistas Ancelmo Gois (O Globo), Carla Bittencourt, Cristina Padiglione (Telepadi), Flávio Ricco (UOL) e Patrícia Kogut (O Globo).

Leia também: Correria, mudanças e reações no exterior: tudo sobre os bastidores de Tieta

Leia também: Os bastidores das primeiras coberturas da Globo News




commentDeixe sua opinião
menu