Giro das emissoras: Repórter elogiada por Datena é dispensada; âncora da RedeTV! teria sido sondada pela Record



Estreia hoje no TV História a coluna Giro das emissoras, que vai trazer, diariamente, informações atualizadas sobre os canais da televisão brasileira. Inicialmente, vamos publicar o Giro sempre às 13h30, mas a ideia é, em breve, estender para duas e, posteriormente, três vezes ao dia, abrangendo todos os períodos.



Uma das mais antigas repórteres do Brasil Urgente, da Band, a jornalista Fabíola Figueiredo (foto) foi dispensada pela emissora nesta segunda-feira (3). A decisão foi editorial e ela deve ser substituída. A demissão pegou a todos de surpresa, já que Fabíola era uma das mais antigas jornalistas do programa e sempre foi elogiada por Datena na atração.







Um dos nomes cogitados para assumir o novo telejornal da emissora, que será exibido às 19h, é Érica Reis, âncora do Leitura Dinâmica, da RedeTV!. No entanto, o TV História conversou na noite desta segunda (3) com a âncora, que negou ter recebido sondagens. "Estou de férias em Miami e volto no dia 15. Não conversei com a Record", disse.







O SBT acaba de anunciar uma nova troca de horários no programa Operação Mesquita, de Otávio Mesquita. A atração sairá dos domingos e irá para as madrugadas de sexta e sábado. Na sexta, vai ao ar às 2h, após o The Noite. No sábado, às 1h30, após a série Arrow. Em ambos os dias, conteúdos inéditos. É a segunda mudança de horário do programa, que estreou em março, nos fins de tarde de sábado.





Anitta comanda mais um encontro inédito no Música Boa Ao Vivo desta terça. A mistura fica dominada por Wanessa, o grupo Molejo e Léo Santana. A dupla Luíza & Maurílio faz uma participação especial no palco do programa. Os artistas se apresentam com seus clássicos, sucessos de outros cantores, além de interpretações inusitadas. O programa entra no ar às 20h30, no Multishow.





Vitor Sérgio Rodrigues, Zico e Rivellino recebem hoje no Noite de Craques (Esporte Interativo, 22h30) o lateral Marcelo, do Real Madrid e da seleção brasileira. O jogador começou sua carreira no Fluminense e foi promovido ao elenco profissional em 2005. Depois de boas apresentações, chamou a atenção da equipe espanhola, que o contratou em janeiro de 2007. Sua primeira convocação para a seleção foi em 2006. De lá para cá, tem sido praticamente unanimidade na posição.

Leia também: Quantidade de horários comprados por igrejas em canais da TV aberta brasileira é cada vez maior; bom ou ruim?

Leia também: Emilly, o vídeo do Villa Mix e a nossa capacidade de fazer gente estúpida famosa




commentDeixe sua opinião
menu