Troca feminina do The Voice é bom para todo mundo, menos para Claudia Leitte



Nesta terça-feira (27), a Globo confirmou que fará uma troca nas juradas femininas de suas versões do The Voice - a com adultos, o The Voice Brasil, e a com crianças, o The Voice Kids, a partir das próximas temporadas.

Ivete Sangalo, que fez as duas primeiras temporadas do Kids, vai para o Brasil já a partir do mês de setembro. Já Claudia Leitte deixa a atração após cinco temporadas e dá lugar a colega baiana. A loira agora só será vista no Kids, a partir de janeiro.



O primeiro ponto é que isto realiza um desejo antigo da Globo, que desde o primeiro ano do programa, em 2012, sempre quis ter Ivete Sangalo no quadro de jurados do The Voice Brasil. E a própria já tinha confirmado isso, mas a agenda de shows de Ivete, sempre cruel, impediu a concretização.

O segundo é que Ivete pode, e tenho certeza que irá conseguir, tirar o The Voice Brasil da pasmaceira que virou nos últimos tempos. A temporada passada foi de dar dó, tamanho os erros nas avaliações e a vontade dos jurados de aparecer mais que tudo.

O lado ruim disso tudo é que jogaram na Ivete Sangalo toda esta responsabilidade, já que outras mudanças no corpo de jurados não devem acontecer. Se era para mudar, que se mudasse tudo. A ver como fica no ar.

Para Claudia Leitte, a saída do The Voice principal assina o atestado de que ela não consegue ser mais interessante e atrair risos dos telespectadores - nem chamar a atenção minimamente que seja, vide que nem seus valorosos decotes renderam.

Para o The Voice Kids, não sei como Claudia pode agregar. Em termos técnicos, ela já não somava muito na competição com adultos, com crianças, realmente não sei como ela vai fazer para ajudar o formato a crescer.

A bem da verdade, Claudia Leitte é a única derrotada com essa mudança. Todo mundo sempre quis Ivete no The Voice, e a própria sempre quis participar do programa. Claudia, que há algum tempo não rende mais mídia pela música, perdeu sua principal vitrine de fama.

Apesar de ainda manter uma participação, ela não será a que mais chama a atenção, a "estrela da noite", como chegou a ser lá pelos idos da terceira temporada do The Voice Brasil. Claudia agora será mais uma, uma coadjuvante.

Para a loira, é uma queda de uma carreira que já não está no auge faz tempo. Ou ela busca um modo de se reinventar de forma forte, ou a próxima temporada do The Voice Kids certamente será a sua última no formato - e já apoio aqui que chamem Sandy, que para mim teria tudo a ver com o The Voice Kids.


Deixe sua opinião



Leia também

Novelas

Por onde anda Cecília Dassi, a Sandrinha de Por Amor

A garotinha Sandrinha conquistou o Brasil na primeira exibição de Por Amor, exibida entre 1997 e 1998 pela Rede Globo. Cecília Dassi, tinha apenas sete anos quando interpretou a personagem. Depois disso, ainda atuou em diversos papeis na Rede Globo, mas abandou a carreira na televisão