Premier League antecipa licitação por medo de canais esportivos ficarem sem dinheiro para investimentos



Nesta quarta-feira (14) se encerra o prazo para as emissoras brasileiras enviarem propostas para a transmissão, a partir de 2019, da Premier League, o conhecido Campeonato Inglês de Futebol.

A licitação deve ter seu resultado divulgado nos próximos dias. Esta será a primeira batalha da grande gama de direitos esportivos que está em disputa este ano - Libertadores, Mundial de Clubes, Champions League e partidas da Seleção Brasileira.



Nos bastidores, é dada como certa que ESPN, Fox e Esporte Interativo lutarão fortemente pelos direitos. No entanto, até esta terça-feira (13), segundo apurou o TV História, a Fox ainda não sabia se iria fazer proposta, justamente pela antecipação do leilão.

A Premier League decidiu fazer isso por receio. Uma importante fonte de um canal esportivo ouvida pela reportagem disse que os executivos ficaram com medo dos canais não terem dinheiro para fazer uma alta proposta em valores.

Com isso, havia a possibilidade de um canal menor - o Band Sports foi usado como exemplo - gastar toda a sua verba de direitos para a compra, mas isso desvalorizaria o campeonato, que ficaria num player não muito visível.

A ideia da Premier League é tentar fazer o maior contrato de exibição de uma liga de futebol internacional no Brasil, ficando atrás apenas da Champions. Hoje, esse posto é do Espanhol, adquirido pela ESPN por US$ 50 milhões em 2015, em contrato válido até 2020.

Para tentar superar este valor, optou-se pela antecipação da concorrência, para que os canais possam se preparar melhor e oferecer o que tem de melhor hoje - e tentando manter reservas para a Champions League.

Hoje, a Premier League é uma das mais importantes taças do mundo, onde o seu contrato de TV na Inglaterra superou a marca de 1 bilhão de libras, sendo o maior de futebol do mundo.

No Brasil, ele é visto como um alavancador de audiência e uma boa alternativa quando os jogos do Campeonato Brasileiro não estão no ar - a maioria de suas pelejas são exibidas em horários diferentes das partidas locais, o que atrai um alto público.

Leia também: Esporte Interativo foi um dos canais que consultou situação de PVC no Fox Sports

Leia também: Sem Turner ou TNT Sports: EI Maxx mudará nome e visual na TV paga a partir de julho




commentDeixe sua opinião
menu