SBT e Record fazem briga de comunicados por conta da vice-liderança de Ibope no PNT



Parceiras na joint-venture Simba Content, que negocia algum tipo de pagamento pelo seu sinal digital junto às operadoras de TV por assinatura, SBT e RecordTV, pelo visto, andam juntas apenas nesse quesito.



Desde esta segunda-feira (6), as duas emissoras lançam comunicados à imprensa dizendo que são vice-líderes no chamado Painel Nacional de Televisão (PNT), que traça a média das 15 principais metrópoles do Brasil.

Em seu comunicado, a RecordTV diz que na média 24 horas, consolidou o segundo lugar com pontuação média de 5,31 pontos, aumentando em 2% seu Ibope em 1 ano. O SBT fechou com 5,27.

Além disso, de janeiro a maio, registrou média de 5,4 contra 5,0 do ano passado, tendo subido 9%. A rede também comemora o segundo lugar nas faixas da manhã, tarde e noite e também na chamada média dia, entre 7h e 0h, onde são concentrados os investimentos publicitários.

Já o SBT, em clara resposta a este comunicado, divulgado nesta manhã de terça (7), diz que recuperou a audiência registrada no mês de março, período que antecedeu a saída das principais operadoras da TV paga, e alcançou o segundo lugar com 5,3 pontos na média das 24 horas, no PNT (Painel Nacional de Televisão) - ou seja, empatando com a concorrente.

Ao longo do mês, o SBT diz que 53 milhões de telespectadores foram impactados pela programação da emissora. No PNT, 20 atrações ocuparam a vice-liderança. Entre elas, estão Esquadrão da Moda, Fábrica de Casamentos, Programa do Ratinho, Conexão Repórter, The Noite, A Praça é Nossa e Primeiro Impacto.

A disputa tem apenas um objetivo: deixar claro para o Mercado Publicitário quem é o segundo lugar, e assim atrair mais investimentos para seus programas. Ser segundo lugar no Brasil é importante, e os canais se utilizam das suas armas para manter a posição.

Os números são consolidados e refletem a preferência de um seleto grupo de telespectadores nas quinze principais metrópoles do Brasil.







commentDeixe sua opinião
menu