Após reformulação, telejornais da Globo de São Paulo registram crescimento de audiência



Lançadas com pompa e grande expectativa, as novidades do jornalismo da Globo de São Paulo foram bem aceitas pelo público e mantiveram a audiência dos telejornais, inclusive registrando índices de crescimento do Ibope.



Levantamento feito pelo TV História mostra que as primeiras 12 edições do Bom Dia São Paulo, apresentado por Rodrigo Bocardi, mantém um grande índice de audiência. Desde o lançamento das novidades, o jornal tem média de 10,3 pontos de Ibope.

Em comparação com as últimas quatro semanas anteriores ao lançamento das novidades, o Bom Dia São Paulo fechou com 10 pontos. O crescimento é pequeno, de apenas 3%, mas já mostra uma tendência de elevação.

Já o SP1, que teve apresentação de Gloria Vanique nas seis primeiras novas edições, e depois teve a volta do seu titular, César Tralli, foi o que mais cresceu com as novidades até aqui.

Nas quatro últimas semanas antes das mudanças, o SP1 fechou com 12,4 pontos. No total das 14 edições com novidades, fechou com 13,1. Ou seja, um crescimento de 5,6%.

Na primeira semana das implementações, com Gloria Vanique, o jornal teve 12,3 pontos. Com Tralli, a audiência subiu em quase dois pontos e disparou: 14, um claro crescimento de 12,9%.

Por fim, quem mantém sua audiência intacta é o SP2, apresentado por Carlos Tramontina. Nas quatro semanas antes do novo formato, o Ibope foi de 26,1 pontos. Com o novo modelo, em suas primeiras 14 edições, obteve 26,3 - subida de 1%.

Desde 8 de maio, com mudanças antecipadas com exclusividade pelo TV História, Bom Dia SP, SP1 e SP2 ganharam nova identidade visual, com GCs e relógios fixos na tela.

No caso dos jornais da hora do almoço e do noturno da Globo SP, eles deixaram de usar a nomenclatura SPTV, não sendo chamados assim nem mesmo pelos apresentadores. O nome TV foi retirado para mostrar que o jornal pode ser visto em várias plataformas.

Além disso, nesta semana, a Globo São Paulo lançou o projeto Globo Cidade, que conta com correspondentes para municípios da Grande São Paulo. De início, Guarulhos e Grande ABC ganharam cobertura. A ideia é expandir a experiência se ela der certo, ainda neste ano.

Os dados são consolidados e refletem a preferência de um seleto grupo de telespectadores na Grande São Paulo.







commentDeixe sua opinião
menu