Ministério da Justiça não atende SBT e classifica novela mexicana como imprópria para menores de 12 anos



Em decisão publicada no Diário Oficial da União (DOU) na última terça-feira (30), o Ministério da Justiça decidiu classificar a novela mexicana O Que a Vida Me Roubou, exibida no fim da tarde pelo SBT desde janeiro, como imprópria para menores de 12 anos.



Na decisão, a Diretora Adjunta do Departamento de Políticas de Justiça, Alexandra Xavier Nunes Macedo, responsável pelos despachos de classificação, diz que o SBT pediu a classificação "não recomendada para menores de 10 anos", como é de praxe para tramas do horário da tarde.

Mas em monitoramento feito pela Classificação Indicativa, o Ministério da Justiça encontrou cenas de "suicídio atenuado por tentativa, descrição de violência, consumo de drogas lícitas, ato violento, morte intencional, erotização, insinuação sexual, lesão corporal, nudez velada, tráfico de drogas ilícitas, entre outros".

O Ministério pediu adequações na trama para dar o selo de +10, mas o canal de Silvio Santos não atendeu aos pedidos e não fez as adequações. Por isso, o selo +12 foi dado.

"Resolve-se indeferir o pedido de autoclassificação da obra, classificando-a como 'não recomendada para menores de doze anos' por conter: violência, conteúdo sexual e drogas e determina o prazo de 5 (cinco) dias úteis para que a emissora adapte a obra à nova categoria de classificação indicativa", diz a decisão, que vai continuar com o monitoramento da novela.

Já nesta quarta-feira (31), o SBT exibiu a novela com o selo "não recomendado para menores de 12 anos", o que pegou de surpresa alguns fãs da trama protagonizada por Angelique Boyer.

A trama está marcando médias entre 7 e 8 pontos de audiência na Grande São Paulo e consegue a vice-liderança, vencendo os jornais policias exibidos no horário na Record e Band - no caso, Cidade Alerta e Brasil Urgente. A novela deverá acabar no próximo mês de julho.

O Que A Vida Me Roubou se passa em Água Azul, onde Montserrat (Angelique Boyer) vive. Ela é uma bela jovem socialite que sempre foi dominada por sua mãe Graziela, cuja única preocupação é o seu elevado estatuto na sociedade, mesmo que a família esteja financeiramente arruinada.

Montserrat, apesar de fazer tudo o que sua mãe lhe diz, secretamente mantém um relacionamento com José Luis da Marinha, com quem planeja se casar. Embora Graziela tenha escolhido um marido para a filha, Sebastián de Icaza, por quem a jovem estava apaixonada quando adolescente, Montserrat não está disposta a celebrar um casamento com ele.

Graziela tenta o seu melhor para uni-los novamente, mas é tarde demais, pois Sebastian deixou Água Azul. Demétrio, irmão de Montserrat, descobre seu relacionamento com José Luis e decide contar a sua mãe, que tenta separar os dois.







commentDeixe sua opinião
menu