Novata, apresentadora do É Gol se inspira em Fernanda Gentil para apresentar atração



Uma novata no meio de um grande canal de televisão. Tão novata, que jamais havia concedido uma entrevista para um veículo. Essa é Ana Helena Goebel, apresentadora do É Gol, do SporTV, desde novembro do ano passado.



Há seis meses na função, Ana Helena tem sido elogiada nas redes sociais por conseguir manter a linha bem humorada do programa, que ganhou novo estúdio também no mesmo mês - inclusive, ela diz que isso a ajudou de várias formas.

A apresentadora também fala um pouco de sua carreira - curta, já que tem apenas 24 anos de idade -, comenta sobre o programa e diz que sua maior inspiração é Fernanda Gentil, que já ocupou o mesmo espaço anos atrás e hoje está na Globo.

"Comecei a ver o SporTV por causa do É Gol, quando a Fernanda Gentil apresentava. Ela é minha principal referência, ela é excelente. E hoje apresentar um programa que ela já apresentou é demais", afirma.

Leia a entrevista na íntegra:

TV História - Confesso que não vi outra entrevista sua além desta que iremos fazer... (risos) Primeiro, como você começou sua carreira e como foi parar no esporte?

Ana Helena Goebel - Sim, essa é primeira. Chique, né? (risos) Então, eu sempre quis ser jornalista. Assistia ao Jornal Nacional e dizia que queria ser que nem a Fátima Bernardes (risos). Nunca passou pela minha cabeça ir para a área de esportes, mas, no primeiro ano de faculdade surgiu um estágio em uma TV de Curitiba - sou de lá. Em questão de meses comecei a participar de um programa que se chamava Balanço Esportivo. Eu fazia a parte da interação da galera nas redes sociais. No ano seguinte, consegui um estágio na rádio CBN, fui setorista dos clubes, e lá foi minha grande escola. De futebol, de voz, desenvoltura... Foi muito importante. Aí me formei, fui para RPC trabalhar no GE.com e em 2015 entrei no SporTV.

Você já era substituta da Domitila Becker no É Gol. Como foi a transição para efetiva? A Domitila lhe passou algumas dicas?

Foi tudo muito rápido. Descobri que seria a nova apresentadora no plantão de Ano Novo e, no dia 30 de janeiro, já estava estreando no novo estúdio! Fizemos alguns pilotos para testar o estúdio e na última semana da Domi nós duas apresentamos juntas. Mas, como eu já estava acostumada com a equipe e com o jeito do programa, tudo foi mais fácil.

Com tua estreia, veio o primeiro cenário físico do programa. Como ele ajuda você a melhor apresentá-lo? É melhor que o chroma-key?

Antes tínhamos uma câmera estática e só. Hoje, temos três com movimento e mais uma parada no teto. Temos mais liberdade para criar, o programa cresceu. Podemos trazer convidados, brincar com o placar e o Zé Carniça também ganhou mais vida.

Como você vê o conteúdo do É Gol numa TV esportiva tão disputada como é hoje em dia?

O É Gol sempre teve uma pegada mais leve, super descontraído e com brincadeiras. E acho que isso é o diferencial, é o programa que você se informa e dá umas risadas também. Acredito que esse é o grande diferencial do programa.

O Zé Carniça virou coapresentador contigo nessa nova fase, né? Ele é divertido assim nos bastidores? Aliás, o clima entre vocês parece excelente...

Clima excelente entre a gente? Como assim? Ele é o meu principal inimigo! Tá louco? (risos) O clima é maravilhoso, a equipe do É Gol é maravilhosa, super alto astral e isso se reflete no programa.

Pra terminar, qual seu grande sonho no jornalismo? Você de fato se realizou apresentando o É Gol?

Eu comecei a assistir ao SporTV por causa do É Gol, quando a Fernanda Gentil apresentava. Ela é a minha principal referência, ela é excelente. E hoje apresentar um programa que ela já apresentou é demais! E apresentar um programa tão nova, tenho 24 anos, me deixa muito feliz. Nem nos meus melhores sonhos eu esperava algo assim. Meu sonho é continuar crescendo, melhorando, estudando, aprendendo... E as coisas boas virão naturalmente! Tenho certeza!







commentDeixe sua opinião
menu