O que esperar de Pega Pega, próxima novela das sete da Globo



A estreante Maria Helena Nascimento fez um ótimo trabalho com Rock Story. A primeira novela da autora teve evidentes deslizes, mas o saldo geral foi extremamente positivo e a trama agradou. Fará falta. Agora, ela passará o bastão para outra colega que está escrevendo seu primeiro folhetim: Claudia Souto.

A novata foi colaboradora de Walcyr Carrasco, além de outros autores, e inicia sua nova fase com Pega Pega, produção que se classifica como uma comédia policial, dirigida por Luiz Henrique Rios, cujo clipe pode ser conferido aqui.

Chamada inicialmente de Pega Ladrão, a novela teve seu título mudado pela Globo em virtude do atual momento do país. Constatou-se que não seria apropriado um nome assim em meio a tantos casos de corrupção no país. A questão é que o novo nome é horrível. E o anterior (embora também estranho) valeria justamente por causa da atual situação do Brasil. Ou seja, deveriam ter usado para fazer uma interessante analogia ao triste mundo real atual. Pega Pega resulta em algo tosco ou boboca. Não é um bom chamariz. Mas, deixando isso de lado, o enredo tem um bom mote central.



A história principal é sobre um roubo milionário ao Carioca Palace, um hotel de luxo em plena decadência. O dono do estabelecimento é o bon vivant Pedrinho Guimarães (Marcos Caruso), que vende o lugar para o empresário Eric (Mateus Solano), sem o consentimento da neta Luíza (Camila Queiroz).

A menina, aliás, vive um romance com o comprador e os dois são os protagonistas da trama. A relação entra em crise após essa compra e tudo piora porque a quantia da venda (40 milhões de dólares) é roubada por quatro funcionários do hotel, que subtraem a imensa quantia do cofre durante o baile de gala da mocinha.

O plano é arquitetado por Malagueta (Marcelo Serrado) - responsável pela ideia -, Júlio (Thiago Martins), e os namorados Sandra Helena (Nanda Costa) e Agnaldo (João Baldasserini). Os quatro decidem continuar trabalhando no hotel depois do roubo para não levantar suspeitas, mas Júlio se arrepende do crime e quer devolver o dinheiro.

Claro que isso tudo resulta em vários conflitos que irão permeando o núcleo central, principalmente porque a policial Antônia (Vanessa Giácomo) é designada para resolver esse roubo e acaba se envolvendo amorosamente com Júlio. Tudo vai se entrelaçando, transformando esse 'mistério' em uma confusão tremenda.

A trama ainda marca a estreia de Mariana Santos nos folhetins, após anos no Zorra Total e na bancada do Amor & Sexo. Ela viverá a vilã Maria Pia, que será apaixonada por Eric, alimentando um ódio por Luíza - e será filha de Ligia Camargo (Ângela Vieira) e Athaíde (Reginaldo Faria), com quem terá uma relação complicada. A grande Irene Ravache também marca presença vivendo a ricaça Sabine Favre, mulher elegante, que vem tratar de negócios com Eric, e é mãe adotiva de Don (David Júnior).

O elenco ainda conta com nomes como Marcos Veras (Domênico, policial honesto); Danton Mello e Dani Barros (Borges e Teresa, donos de uma companhia de teatro de bonecos); Cristina Pereira e Nicette Bruno (Prazeres e Elza, duas fofoqueiras hilárias); Rodrigo Fagundes (Nelito, amigo fiel de Pedrinho); Elizabeth Savalla (Arlete, mãe de Júlio); Milton Gonçalves (Cristóvão, 'faz tudo' do hotel); Jeniffer Nascimento (Tânia, camareira); Guilherme Weber (Douglas, gerente do hotel); Ícaro Silva (Dilson); Edmilson Barros (Aníbal); Edvana Carvalho (Silvana); Bruna Spínola (Cíntia); Paulo Vilhena, Álamo Facó, Camila Amado, entre outros.

Ambientada entre Copacabana e Tijuca, bairros do Rio de Janeiro, a trama ainda terá uma 'ligação' com Totalmente Demais, grande sucesso do horário das sete de Rosane Svartman e Paulo Halm, através da Bastille, empresa de cosméticos de Lili (Vivianne Pasmanter) e Germano (Humberto Martins). Vários produtos da marca fictícia aparecerão e isso com certeza é ideia de Luiz Henrique Rios, que também dirigiu a outra novela.

Pega Pega é uma grande incógnita. O roteiro tem uma boa proposta, mas é difícil imaginar como se sustentará por tantos meses. E pouco se sabe dos núcleos paralelos. Só resta mesmo aguardar a estreia de Claudia Souto para uma análise mais objetiva.

SÉRGIO SANTOS é apaixonado por televisão e está sempre de olho nos detalhes, como pode ser visto em seu blog. Contatos podem ser feitos pelo Twitter ou pelo Facebook. Ocupa este espaço às terças e quintas







commentDeixe sua opinião
menu