Globo mudará correspondente em Nova York em julho



Na manhã desta terça-feira (16), a Globo oficializou uma mudança importante em seu quadro de correspondentes estrangeiros nos Estados Unidos, mais exatamente em seu escritório em Nova York.

O jornalista Alan Severiano, que estava lá desde 2013 fazendo reportagens para a emissora carioca, voltará para São Paulo, onde estava baseado antes de ir para fora do País.



Em seu lugar, entrará Tiago Eltz, jovem, mas experiente repórter, que passou pelas editorias Rio e São Paulo, onde estava desde 2015. A troca será efetivada em julho, segundo comunicado interno feito pelo diretor da Central Globo de Jornalismo, Ali Kamel.

Em memorando para os funcionários, Kamel cumprimentou Alan pelo bom desempenho nos últimos quatro anos à frente do cargo. "Alan já chegou com brilhantismo o atentado na maratona de Boston. E brilhou também em coberturas como a visita do Papa, a morte de Fidel, o massacre de Charleston e a longa jornada do Trem do JH, em que mostrou para os brasileiros os EUA que viriam a eleger Trump", disse.



Ele desejou sorte a Eltz e também exaltou o profissional: "Brilhou durante a cobertura da tragédia da Chapecoense, quando, na Bolívia, levou aos brasileiros informações em primeira mão de grande importância, numa mostra do que certamente será o seu trabalho como correspondente".

Confira a íntegra do memorando de Ali Kamel:

"Depois de uma estada de enorme êxito em Nova York, Alan Severiano voltará para São Paulo em julho. Alan já chegou a Nova York cobrindo com brilhantismo o atentado na Maratona de Boston. E brilhou também em coberturas como a visita do Papa, a morte de Fidel, o massacre de Charleston e a longa jornada no Trem do JH, em que mostrou para os brasileiros os EUA que viriam a eleger Trump (e participou da grande cobertura das eleições americanas). Um bonito currículo o que ele traz na bagagem. Deixo aqui os meus parabéns a ele e desejo que continue brilhando em São Paulo.

Para substituí-lo, convidamos Tiago Eltz, que leva na bagagem sua experiência na Editoria Rio e na Editoria São Paulo, tendo participado das grandes coberturas nessas duas cidades. Brilhou durante a cobertura da tragédia da Chapecoense, quando, na Bolívia, levou aos brasileiros informações em primeira mão de grande importância, numa mostra do que certamente será seu trabalho como correspondente. Aos dois, boa sorte, parabéns e bom trabalho!".




commentDeixe sua opinião
menu