SBT contrata executivo especificamente para cuidar de emissoras regionais e afiliadas



Cada vez mais as grandes redes estão investindo em consultoria e em executivos especializados em melhorar o desempenho de suas emissoras regionais e afiliadas. O novo investimento nesse sentido está vindo do SBT.



O canal de Silvio Santos contratou, no fim de semana passado, o executivo Rodrigo Scoralick, ex-diretor de programação da TV Alterosa, afiliada do SBT em Minas Gerais. Rodrigo será um "executivo itinerante", conforme afirmou uma fonte ao TV História.

Ele trabalhará junto com Murilo Fraga, diretor de programação do SBT, mas ficará cuidando apenas das emissoras regionais da rede, como Brasília (DF), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ) e Belém (PA). Ele viajará pelo Brasil e atenderá às necessidades, a princípio, destes canais.

Ao longo do tempo, Rodrigo também trabalhará junto com emissoras afiliadas em cidades como Salvador (BA) e a própria Belo Horizonte (MG), onde já trabalhou. O executivo será primordial para a rede conseguir recuperar terreno em praças que a Record é forte.

Hoje, o SBT está em boa fase no Rio de Janeiro e conseguiu recuperar números em Belém na hora do almoço, mas perde para a RecordTV em Brasília, Porto Alegre, Salvador e Belo Horizonte.

Rodrigo trabalhará juntamente com os diretores locais e apontará soluções para os problemas. Ele cuidará apenas de regionais e reportará para Murilo semanalmente sobre os seus resultados.

Há mais de um ano, o SBT não tinha um executivo dedicado à área de locais. Antes, quem cuidava disto era Douglas Fagotti, que hoje é o responsável por essa estratégia na RecordTV, dando apoio a rede e afiliadas.

Hoje, executivos dizem ser imprescindível ter alguém que cuide só disto, já que, se em São Paulo a Record vence com folga, o SBT pode ter a vice-liderança no Painel Nacional de Televisão por conseguir ir bem em cidades com alto peso na média final.







commentDeixe sua opinião
menu