Com correspondentes locais, Globo irá aumentar cobertura em cidades da Grande São Paulo



Seguindo a série de mudanças que está promovendo em seu jornalismo local, a Globo São Paulo desenvolverá mais um projeto interessante em seus telejornais.



Nas próximas semanas, o canal terá correspondentes em cidades populosas da Grande São Paulo. Tudo isso para aumentar a cobertura de eventos em cidades importantes como Guarulhos, Osasco e no ABC Paulista.

A ideia é manter um repórter fixo em cada comunidade. Ainda é estudado se ele irá morar na região ou não, mas a prioridade é que ele viva na cidade de todas as formas e conviva com os seus problemas, possibilitando vivenciar as situações e dar depoimentos mais embasados.

Nomes ainda não foram definidos para esta empreitada, que deve ser anunciada nos principais jornais da Globo São Paulo em breve. O projeto está em estágio avançado de produção e agradou a todos na redação.

Os correspondentes reforçam um ideal que foi instituído na redação da Globo São Paulo de que a prestação de serviço é o grande caminho para se manter os números dos telejornais altos como estão.

Todos os três telejornais exibidos diariamente estão em grande fase. O Bom Dia São Paulo, de Rodrigo Bocardi, marca entre 7 e 10 pontos de média. Em dias de grandes fatos, chega a atingir 14 pontos. Já o SP1 e o SP2 marcam 14 e 28 pontos, respectivamente.

Vale lembrar que esta é a segunda grande novidade da emissora em menos de um mês. Conforme o TV História antecipou recentemente, a Globo São Paulo colocou em prática uma nova identidade visual e várias novidades tecnológicas em seus telejornais, o que servirá de tendência para a rede nos próximos anos.

A emissora está deixando, gradativamente, de chamar os seus jornais de SPTV, passando a nomeá-los como SP1 e SP2 - o Bom Dia São Paulo continua com o mesmo nome. Os diretores da emissora entendem que usar o nome "TV" deixa o jornal com uma cara antiquada, já que a televisão não é a única plataforma de informação hoje em dia.

Além disso, participações de repórteres do G1, site de notícias da Globo, serão cada vez mais frequentes. A ideia é colocar em prática o plano de integração de todas as áreas do jornalismo da emissora, algo que já está sendo feito com força no esporte, por exemplo.

Outra mudança significativa foi no telão do glass estúdio onde normalmente são apresentados os telejornais. Maior e extremamente moderna, a nova tela trouxe inovações no trânsito.

Para noticiar o forte fluxo de veículos na maior cidade da América Latina, os telões focam no trânsito em todas as áreas possíveis, não apenas nas vias mais importantes da cidade, como acontecia anteriormente.

Através de um software novo, a Globo São Paulo está dando mais detalhes de alternativas para desafogar justamente as vias comuns, mostrando opções para o telespectador. O telão também traz agilidade. Um repórter, por exemplo, está sendo acionado apenas por um toque dos apresentadores Rodrigo Bocardi, César Tralli e Carlos Tramontina.




commentDeixe sua opinião
menu