Globo Rio aumentará pautas investigativas e terá núcleo específico para jornais locais



A Globo parece realmente estar disposta a mudar a cara de seus telejornais locais. Conforme o TV História noticiou nesta quarta-feira (3), a Globo São Paulo mudará boa parte de seu conteúdo visual na próxima semana, em algo que já está sendo prometido nos intervalos do canal.



Quem também deve passar por mudanças, e estas por enquanto não são visuais, são os telejornais locais da Globo Rio de Janeiro, matriz da rede que está em boa fase nos números.

Tanto o Bom Dia Rio, apresentado por Flávio Fachel, quanto o RJTV 1ª e 2ª Edição, ancorados por Mariana Gross e Ana Luiza Guimarães, estão em boa fase de audiência, sendo líderes com tranquilidade. Mas a editoria quer resolver um problema.

Segundo apurou o TV História, as chefias estão incomodadas por RecordTV Rio e SBT Rio - principalmente a emissora de Silvio Santos, que tem bem menos estrutura - estarem conseguindo pautas investigativas exclusivas frequentemente.

Para tentar estancar a sangria, um núcleo específico de investigação na Grande Rio de Janeiro será criado pela editoria. A ideia é ter pautas especiais na linha do que o Fantástico, por exemplo, costuma apresentar semanalmente.

Para viabilizar isto, a Globo Rio se apoiará no projeto de integração de todas as mídias do Grupo Globo, o que já está sendo feito no esporte e também na Globo News, por exemplo.

A ideia é fazer uma parceria com os jornais cariocas do Infoglobo, como o popular Extra, que consegue vários furos de reportagem com certa frequência. Ainda não há expectativa de quando esse núcleo entrará em vigor.

O Bom Dia Rio, apresentado por Fachel, costuma marcar médias acima dos 10 pontos de Ibope. Já Mariana Gross consegue para o RJTV - 1ª Edição médias entre 16 e 18 pontos. Por fim, o RJTV - 2ª Edição, com Ana Luiza Guimarães, fecha com dados acima dos 30 pontos na Grande Rio de Janeiro.




commentDeixe sua opinião
menu