Greve geral faz Globo explodir em São Paulo e no Rio e Record passa dos 20 pontos em Salvador



Acontece nesta sexta-feira (28), a greve geral de várias categorias, prometidas por centrais sindicais e movimentos populares, que paralisou setores como o transporte público, aviação, entre outros.

Até mesmo emissoras de TV pararam. A TV Brasil, emissora pública ligada ao Governo Federal, cruzou os braços. A TV Cultura não paralisou as atividades, mas sediará um ato de protesto durante a tarde para reclamar direitos.

Com muita gente em casa, quem comemorou foram os apresentadores de programas jornalísticos em todo o Brasil. Em São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador, dados históricos foram conseguidos.

Segundo dados prévios do Ibope - que podem sofrer alterações no consolidado que será divulgado apenas na próxima terça-feira (2), obtidos em primeira-mão pelo TV História, em São Paulo, o Bom Dia São Paulo, apresentado por Rodrigo Bocardi, obteve 14 pontos de média.



É um de seus maiores índices a frente do telejornal local desde que ele assumiu a função, em 2013. O programa, lógico, repercutiu todos os acontecimentos da greve geral na capital paulista.

O melhor resultado da Globo, no entanto, foi no Rio de Janeiro. O Bom Dia Rio, apresentado por Flávio Fachel, obteve sua maior média também desde que ele assumiu o telejornal, em junho de 2013.

Foram incríveis 16 pontos de média com picos de 18, detalhando para quem saia de casa na Cidade Maravilhosa, os meandros dos protestos por lá.

Quem também se deu bem foi o SBT Rio Manhã, apresentado por Liane Borges.

O telejornal carioca do SBT fechou com seu recorde desde sua estreia, obtendo 4 pontos de média, com picos de 5, conseguindo o segundo lugar de audiência contra a RecordTV, que exibia o Balanço Geral Manhã e o RJ no Ar.



Os números continuaram positivos na tarde. O RJTV 1ª Edição, apresentado por Mariana Gross, conseguiu algo em torno de 20 pontos de audiência, quatro pontos acima do normal.

Já o SBT Rio, apresentado por Isabele Benito, ficou na casa dos 9 pontos com picos de até 11, dois acima do que costuma marcar. O índice é o recorde de Isabele desde que assumiu o jornal, em 2013. No horário, com o Balanço Geral RJ, a RecordTV marcou 8 pontos.

Já em Salvador, foi a RecordTV que obteve o gostinho doce de ter recordes. Apresentado por Jéssica Senra, o Bahia no Ar obteve seu recorde histórico nos números de audiência desde sua estreia, em 2004.

Foram incríveis 19,5 pontos de média com picos de 22, sendo líder absoluto, contra 11 pontos da TV Bahia/Globo, que mostrava o Bom Dia Brasil. Vale lembrar que, em Salvador, o Bahia no Ar é líder desde janeiro de 2016 na média mensal.



Os números refletem a preferência de um seleto grupo de telespectadores na Grande São Paulo, Grande Rio de Janeiro e Região Metropolitana de Salvador.







commentDeixe sua opinião
menu