18 fatos sobre Cacá Carvalho, o eterno Jamanta de Torre de Babel e Belíssima



1 - Cacá Carvalho é o nome artístico de Carlos Augusto Carvalho Pereira.

2 - O ator nasceu em Belém (PA) no dia 24 de abril de 1953.

3 - O ator começou sua carreira no teatro em sua cidade-natal, no final da década de 1960.

4 - Em 1978, esteve no elenco da montagem antológica de Macunaíma feita por Antunes Filho.

5 - Posteriormente, morou diversos anos na Europa, onde teve contato com grandes nomes do teatro.

6 - Seu primeiro papel de destaque na televisão foi uma participação na fase inicial da novela Renascer (1993), quando viveu o violento Venâncio, pai de Maria Santa (Patrícia França).

7 - Voltou às novelas em 1998, quando fez em Torre de Babel o papel que marcou sua carreira: Ariovaldo da Silva, eternamente conhecido como Jamanta.



8 - Na novela, ele vivia no ferro-velho de Agenor (Juca de Oliveira). Ao final da trama, descobre-se que, na verdade, ele era filho de Agenor, que sumiu na explosão do shopping, com Diolinda (Cleyde Yáconis).

9 - Em 2000, Cacá esteve na minissérie A Muralha, da Globo, como Frei Carmelo.

10 - Já em 2005, aconteceu um fato raro: o personagem de uma novela volta a aparecer em outra trama. Jamanta estava de volta em Belíssima, de Silvio de Abreu, o mesmo autor de Torre de Babel. Desta vez, o personagem batia cartão na oficina de Pascoal (Reynaldo Gianecchini).

11 - O ano de 2007 foi o último com atuações de Cacá Carvalho na televisão: juiz corregedor na minissérie A Pedra do Reino (Globo), Severino na série Mandrake, da HBO, e Nestor na montagem de O Cego e o Louco na TV Cultura.

12 - Ele está no elenco da série 171 - Negócios de Família, que estreou ontem no canal Universal.

12 - Apesar dos poucos papeis na televisão, Cacá Carvalho é um renomado ator do teatro brasileiro, tendo participado de diversas montagens.

13 - Em 1999, após Torre de Babel, Cacá foi para Belo Horizonte (MG) para dirigir o Grupo Galpão em Partido (1999), adaptação teatral do livro O visconde partido ao meio, de Ítalo Calvino.

14 - O ator tinha um projeto de teatro no bairro da Barra Funda, em São Paulo (SP), chamado Casa Laboratório. No entanto, a crise - e a consequente falta de apoio financeiro - fez o espaço suspender suas atividades há cerca de dois anos.

15 - O projeto rendeu excelentes frutos. Exemplo: a atriz Laila Garin, estrela de diversos musicais em cartaz nos últimos tempos, como Elis, participou da Casa Laboratório.

16 - Recentemente, o ator estava em cartaz no Sesc Pinheiros, em São Paulo, com a peça A Próxima Estação - Um Espetáculo para Ler. A história é centrada no casal Violeta e Massimo, que, juntos, repassam o curso de suas vidas em seis estações, marcadas por intervalos de uma década, ao longo de 50 anos, de 2015 a 2065. Detalhe: o diálogo não é encenado, mas lido pelo ator.

17 - Cacá Carvalho está em cartaz em São Paulo com o monólogo 2x2 = 5 - O Homem do Subsolo, inspirado no romance Memórias do Subsolo, de Fiódor Dostoiévski. A peça pode ser vista até o dia 4 de maio, no Teatro FAAP.



18 - Sobre os anos longe da TV, o ator disse recentemente ao blog de Miguel Arcanjo Prado no UOL que "ninguém se afasta da TV, a TV que não tem chama. (...) Se me chamarem eu estudo e vejo a possibilidade de fazer". No entanto, na mesma conversa, ele disse que não consegue ficar sem fazer teatro.




commentDeixe sua opinião
menu