Direção da Globo vê como certo processo de Marcos, do BBB 17, contra emissora



Expulso do Big Brother Brasil 17 na noite da última segunda-feira (10) após uma delegada de Polícia entrar na Globo e dizer que houve indícios de agressão contra Emilly, Marcos está livre para fazer o que bem quiser.

Segundo informações obtidas pelo TV História, diretores da Globo ouvidos pela reportagem afirmam que, certamente, Marcos deverá processar a emissora caso ele seja sequer indiciado no inquérito movido pela Delegacia da Mulher do Rio de Janeiro.



O processo seria por calúnia e difamação, já que a imagem que fica de Marcos agora é que ele seria um agressor de mulher, fazendo o seu consultório de cirurgia plástica ter menos clientes.

Não seria a primeira vez que um ex-BBB expulso processaria a Globo. Em 2012, o participante Daniel Echaniz foi expulso por supostamente ter estuprado sua colega de confinamento, Monique Amin, enquanto ela estava bêbada.

Após uma festa, já debaixo do edredom com Daniel, ela pareceu, aos fãs do programa, ter ficado desacordada - nesse momento, segundo internautas, o modelo a teria atacado. A Promotoria de Justiça do Rio de Janeiro pediu investigação na época.

O inquérito policial que investigou o caso, porém, foi arquivado pela Justiça do Rio de Janeiro, em março de 2012, após ouvir o modelo e a estudante. Segundo a Central Globo de Comunicação afirmou na ocasião, o depoimento de Monique deu a entender ao Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) que não houve crime.

Por conta disso, a Globo tentou fazer um acordo com Daniel, que não aceitou e processou a emissora. Ele pediu cerca de R$ 1,5 milhão e está na Justiça até hoje, sem uma decisão final.

Se, de fato, processar a Globo, seria a segunda ação envolvendo o nome de Marcos contra uma emissora. Na semana passada, a família do cirurgião afirmou que processaria o SBT e os apresentadores do programa Fofocalizando.

Na ocasião, o colunista Léo Dias disse que Marcos não teria licença da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) para exercer a profissão, o que foi negado pela família. O SBT e Léo Dias se retrataram na segunda-feira (10), mas o processo continuará sendo movido mesmo assim.







commentDeixe sua opinião
menu