BBB, no Brasil, vira novela. E a novela da Emilly vencerá com muita tranquilidade



Lembra que falei na semana passada neste espaço que o Big Brother Brasil 17 tem que ser jogado no lixo? Não adianta. É uma edição que tudo deu errado para quem verdadeiramente acompanha o programa.

Nesta segunda-feira (27), mais uma eliminação: Daniel, uma planta completa do início ao fim, saiu com 67% contra uma Emilly cada vez mais forte e preparada para ganhar o prêmio.



É bem verdade: Emilly, até agora, não mostrou quaisquer qualidades para vencer, mas o grande porém é um só: ela foi a única personagem minimamente interessante que entrou no BBB 17.

Na edição passada, certamente seria engolida por outros nomes. Mas, nesta edição, com nomes apáticos que mais falam do que fazem, e absolutamente sem nenhum carisma, Marcos e ela seguram as pontas...

Lógico, novamente: não justifica qualquer tipo de protecionismo por parte da direção, como notoriamente tem ocorrido, mas eles admitem, com isso, que escalaram mal o elenco e não querem perder o principal nome.

E é isso. Não se tem muito o que dizer nessa altura do campeonato. É contagem regressiva. Emilly vai levar este programa e qualquer pessoa que acompanhe minimamente o BBB 17 sabe disso. Dizer o contrário é dar murro em ponta de faca.

Existe uma pequena chance com Vivian, mas é bem pequena. O público médio comprou a história da gaúcha. O BBB, aqui no Brasil, sempre vira novela. E a novela de Emilly venceu com muita tranquilidade.

Realmente, falando sério, o que Daniel fez na casa em mais de dois meses? Nunca vi uma planta ficar tanto tempo confinada.

Essa edição, de tão ruim, realmente foi para se jogar fora. Que venha o confirmadíssimo BBB 18, cujas inscrições já estão até abertas.







commentDeixe sua opinião
menu