Programas de perguntas e respostas ganham sobrevida com O Céu é o Limite e Show do Milhão



No dia 11 de março, a RedeTV! estreou um novo game-show, O Céu é o Limite, apresentado por Marcelo de Carvalho. A ideia da emissora é que o novo programa reveze o espaço com o Mega Senha, no ar desde 2010 e também apresentado pelo empresário, um dos proprietários da emissora.



O título da nova atração chama a atenção porque é um dos formatos mais antigos e icônicos da televisão brasileira. Apesar disso, o programa da RedeTV! só conserva o nome do antigo programa que fez história na televisão brasileira.

O Céu é o Limite estreou em 1955, na TV Tupi de São Paulo. Na capital paulista, era apresentado por Aurélio Campos. Mas foi na versão carioca, exibida pela Tupi do Rio, que o formato ganhou repercussão. Cada vez que o animador J. Silvestre dizia a frase "Absolutamente certo!", o público que acompanhava em casa ia ao delírio.

O formato do programa era simples e muito conhecido: os competidores iam respondendo perguntas sobre assuntos diversos durante semanas, até que alcançassem uma elevada quantia em dinheiro. Antes de O Céu é o Limite estrear, a televisão americana já fazia programas no mesmo gênero com grande sucesso. O filme "Quiz Show", de 1994, retrata as controvérsias que ocorreram no game Twenty One, exibido pela NBC entre 1956 e 1958. Vale a pena conferir.

Mas foi a partir da estreia do programa da Tupi que inúmeras cópias começaram a surgir na televisão.

O programa da RedeTV!, no entanto, difere do original por ser um formato comprado da Endemol e exibido pela RAI, na Itália, entre outros canais do mundo. Aí vem uma questão: será que é realmente necessário comprar um formato tão conhecido da nossa televisão?

A última experiência de grande sucesso com programas de perguntas e respostas foi o Show do Milhão, exibido pelo SBT entre 1999 e 2004. A emissora, a exemplo do que faz a Band hoje com o Masterchef, usou o programa até que o formato atingisse a exaustão. Quando o SBT tentou reviver o formato em 2009, não obteve o mesmo frisson da fase inicial. Agora, mais uma vez a emissora de Silvio Santos parece que vai insistir com o formato - só não se sabe quando.



Talvez o que não fique claro para o SBT é que programas como o Show do Milhão e O Céu é o Limite não têm o mesmo impacto de antigamente. Prova disso foi a audiência da estreia do programa da Rede TV! - 2,3 pontos em São Paulo.

Apesar de manter os índices do Mega Senha, ainda está longe da liderança no Ibope que alcançava O Céu é o Limite na Tupi. Não adianta, é um formato que pertence a outra época. Ainda assim, a estratégia das emissoras é muito válida em tentar reviver um tipo de programa que cada vez mais está em desuso na televisão. Assim, também preservam a história da televisão.




commentDeixe sua opinião
menu