Crise: afiliadas da Record se posicionam contra reprise de Os Dez Mandamentos



Desde o mês de fevereiro, a RecordTV estuda uma possível nova reprise em sua programação, na faixa das 18 horas. Trata-se do sucesso Os Dez Mandamentos, exibido entre 2015 e 2016 na emissora.



Segundo informações obtidas pelo TV História, a ideia veio do diretor de programação da emissora, Marcelo Caetano. Ele se baseia em estudos de audiência e público feitos para entender as necessidades do seu telespectador.

E, em todo o Brasil, as reprises de novelas à tarde têm dado ótimos resultados. No entanto, muitas vezes esses índices são derrubados, com exceção de São Paulo, pelo Cidade Alerta, apresentado por Marcelo Rezende. Isto, inclusive, fez o programa deixar de ter exibição obrigatória em toda a rede no início do mesmo mês.

O porém é que a mudança para a entrada de Os Dez Mandamentos afetaria bastante a programação local. A novela protagonizada por Guilherme Winter entraria às 18h e terminaria às 18h45 - e este horário normalmente é dedicado às versões locais do Cidade Alerta, que marcam grande audiência.

Normalmente, estes programas pegam uma audiência baixa e sobem em até 10 pontos - alguns entregam até na liderança, como acontece em Goiânia (GO), por exemplo.

As afiliadas reclamam também que a entrada da reprise tiraria horas diárias de produção local, o que acarretaria em demissões, fato ruim para a imagem da rede.



Eles também entendem que a reprise da novela não iria ajudar nos números - pelo contrário, reduziria, ainda mais, o estoque de reprises à tarde, já que o arquivo da RecordTV não é muito grande.

O argumento final é que a trama é muito recente - terminou há menos de um ano, e usam como exemplo a primeira reprise de Carrossel, do SBT, que, em 2013, ficou apenas dois meses no ar no mesmo horário das 18h.

A decisão pela reprise ou não de Os Dez Mandamentos deve sair nos próximos dias - não passa dessa semana. Mas, se a nova atração for confirmada, pode deflagrar um pequeno problema entre a rede em São Paulo e suas repetidoras pelo País.




commentDeixe sua opinião
menu