BBB 17 tem pior Ibope em 50 dias de confinamento, mas reage com mexidas no jogo



A audiência do Big Brother Brasil 17, exibido pela Globo desde janeiro, ainda está longe de ser um grande sucesso. Porém, considerando ao que vinha marcando, o Ibope começou a reagir.

Segundo levantamento feito pelo TV História, nos 50 primeiros dias de confinamento, completados no último dia 13 de março, o Ibope do programa estava em 22,5 pontos de média na Grande São Paulo.



É a pior da história do programa quando chega nesta marca. Normalmente, é nesta fase que o Big Brother Brasil começa a atingir os seus maiores recordes, superados apenas no dia da final - ou seja, é quando o jogo começa a pegar fogo.

Em comparação com o mesmo período da edição do ano passado, que ficou célebre por conta da participação de Ana Paula Renault, o BBB 17 reduziu a audiência em 4,6%. Foram 23,6 contra 22,5 de agora.

Até mesmo em comparação com o BBB 15, edição criticada e chamada de insossa pelos fãs, o BBB 17 marca menos, mesmo que a diferença seja bem pouca. Em 50 dias, o BBB 15 obteve 22,9, cerca de 2% a mais de Ibope.

No entanto, nem tudo está ruim. Depois do Carnaval, a audiência engrenou bastante. Até o dia 30 de confinamento, completado no dia 21, o programa tinha 22,2 pontos de média.

Do dia 22 de fevereiro até o dia 13 de março, o Ibope foi de 23 pontos de média. Ou seja, em 20 dias, o BBB 17 cresceu 3,5% de Ibope na Grande São Paulo. Não é muito, mas é um avanço significativo em TV aberta nos dias de hoje.

O grande motivo desta subida foram as mexidas que a direção fez no jogo. Fazer um falso paredão, dividir a casa em duas - lado México e lado EUA, além de trazer a espanhola Elettra Lamborguini foram algumas das principais medidas tomadas.

Como é mostrado todos os dias, o Big Brother Brasil tem uma audiência irregular. O seu dia campeão nos números é na segunda, onde a média, até aqui, é de 28,1 pontos, mais do que as edições 16 e 15 marcavam neste dia - 27,4 e 26,4 respectivamente.

Porém, as noites de quarta e domingo, dias de menores números, fazem a média cair. Nas quartas, a média é de 18,4 pontos. Nos domingos, 16,9. A ressalva aqui é que, até o momento, o BBB 17 não perdeu nenhuma vez a liderança de Ibope.

Mesmo badalado, o BBB 16 sofreu um revés de Silvio Santos nos domingos. Já o 15 chegou a perder por três semanas seguidas para o dono do SBT após o Fantástico.


Os dados são consolidados e refletem a preferência de um seleto grupo de telespectadores na Grande São Paulo.







commentDeixe sua opinião
menu