Ivan Moré lança campanha sobre lances polêmicos: "Não custa aos esportistas falar a verdade"



No ar diariamente como apresentador da versão paulista do Globo Esporte, Ivan Moré foi um dos vários jornalistas que prestigiaram o lançamento do livro #Prass38, biografia do goleiro Fernando Prass, do Palmeiras, lançada nesta segunda-feira (13), em São Paulo.



O livro, que conta histórias nunca antes reveladas de um dos maiores ídolos da história recente do atual campeão brasileiro, foi escrito pelo repórter da Globo, Andrei Kampff. Na noite de autógrafos, estiveram presentes inúmeros torcedores do Palmeiras e muitos membros da imprensa.

Nomes como Mauro Naves, Odinei Ribeiro, Gustavo Berton, Carolina Aguaidas e Marcela Rafael - esposa de Andrei, prestigiaram o lançamento do livro.

O TV História estava presente e conversou com Ivan Moré sobre o seu atual momento no Globo Esporte SP.

Nesta entrevista exclusiva, ele fala também do atual momento do esporte na Globo e também sobre o livro lançado, elogiando bastante a postura de Prass dentro e fora de campo. Também deu detalhes também de um novo quadro que está em vias de estrear no telejornal esportivo.

É o Lance Limpo, lançado no Bem, Amigos, do SporTV. No quadro, o GESP quer incentivar os grandes esportistas a falarem a verdade em lances polêmicos e duvidosos. "Eu acho que não custa falar a verdade. Vai ser uma sacada bem boa. É o esporte como transformador na sociedade brasileira", disse Moré.

Confira a conversa na íntegra:

TV História - Ivan, você veio nesta noite prestigiar o lançamento do livro do Prass. Qual a importância dele para o futebol atualmente?

Ivan Moré - Ah, é um goleiro sensacional. Um ícone dentro de campo, um ícone fora dele. Está com quase 40 anos e jogando em alto nível. Ele revela como a longevidade dos jogadores é estendida por conta do treinamento, do preparo físico, de tudo. Ele é um ídolo do futebol e acho que o Andrei Kampff teve uma sacada maravilhosa.



Falando um pouco do Globo Esporte, você está há pouco mais de um ano e meio, líder de audiência, elogiado... Como você vê este momento do GESP?

Ah, tá legal, né? Estamos surfando na ótima onda do futebol paulista. Quando eu cheguei para substituir o Tiago Leifert em 2015, Corinthians campeão brasileiro, Palmeiras campeão da Copa do Brasil. 2016 de novo com o Palmeiras. E, graças a Deus, os níveis de audiência estão melhorando a cada dia, e isso nos faz sentir que não podemos deixar a peteca cair. É melhorar a todo o momento.

Como você vê o jornalismo esportivo feito hoje como um todo? Lhe agrada o que você tem visto?

Sim, bastante. Principalmente na TV Globo. A gente está seguindo com uma linha, muito interessante, de apoiar o que é interessante no esporte. Inclusive, estamos lançando um quadro novo, que se chama Lance Livre. Nós incentivamos grandes esportivas, influenciadores do esporte, os grandes formadores de opinião, a falar a verdade sempre, independente que isso vá contra o seu próprio time. Em lance polêmicos, claro. Não custa falar a verdade. Inclusive, estou indo participar do Bem, Amigos, com o Galvão Bueno, agora, para bombar esse quadro. Acho que vai ser uma sacada bem boa. É o esporte como transformador na sociedade brasileira.

Leia também: SporTV fala de virada espetacular do Barcelona sem mostrar gols; apresentador responde a Neymar







commentDeixe sua opinião
menu