De forma repentina, Fox muda configuração e nomes de seus canais premium



Lançados com muita pompa há pouco menos de um ano, os canais do Fox Premium, serviço a lá carte do canal pertencente ao grupo midiático de Rupert Murdoch, mudaram totalmente suas configurações.



Sem qualquer tipo de aviso prévio para os telespectadores, muito menos para a imprensa, o Fox1 e o Fox Action deixaram de existir e passaram a se chamar Fox Premium 1 e Fox Premium 2 desde a manhã deste sábado (11).

A padronização não aconteceu apenas no Brasil. Em toda a América Latina, a Fox decidiu mudar os nomes das emissoras. Em outros países, agora passam a existir os Fox Premium temáticos, parecido com o que acontece com o Telecine no Brasil.

Os nomes são: Fox Premium Series, Fox Premium Movie, Fox Premium Action, Fox Premium Family e Fox Premium Classics, que agora passam a exibir programas específicos - em outros países, o Fox Premium tem mais canais que no Brasil, onde só dois existem.

O Fox Premium 1, pelo que o TV História viu na grade das emissoras, será equivalente ao Fox Premium Series na América Latina, exibindo sucessos como The Walking Dead e Vikings, duas das principais atrações do serviço.

Já o Fox Premium 2 virou uma espécie de Fox Premium Movies, exibindo mais filmes e médias metragens exclusivos dos estúdios Fox, um dos maiores do mundo.

Serviço lançado no Brasil em abril do ano passado, o Fox Premium ainda é alvo de muitas críticas, em parte pelo seu conteúdo, outra parte pelo seu valor, considerado muito alto em uma época de crise no Brasil.

Na NET/Claro TV, o maior grupo em número de assinantes no Brasil - mais de 9 milhões, o valor é de R$ 24,90. Na Sky, a segunda maior, ele não é carregado. Na Oi TV e na Vivo TV, valores parecidos: R$ 24,90 e R$ 32,90, respectivamente.

O TV História enviou e-mail pedindo uma posição para a assessoria de imprensa da Fox, mas até agora não obteve resposta. Assim que o faça, a matéria será atualizada.







commentDeixe sua opinião
menu